Autismo associado a baixos níveis de empatia (o que pode não ser mau)

Um novo estudo comprovou que o autismo está associado a baixos níveis de empatia. No entanto, os cientistas acreditam que isso pode não ser mau de todo e que pode trazer benefícios que as pessoas desconhecem.

Usamos a empatia para entender os sentimentos de outras pessoas e para poder prever e influenciar o comportamento deles. Mas a capacidade de empatia varia de pessoa para pessoa. Enquanto muitas pessoas são facilmente capazes de entender os outros, algumas pessoas – como a maioria das pessoas com autismo – têm dificuldades em situações sociais.

A empatia tem sido o foco de muitas investigações psicológicas, particularmente no autismo. No entanto, ainda há algum debate sobre se as pessoas no espectro autista têm ou não dificuldades empáticas. Esta falta de clareza tem sido, até agora, devido a problemas com os testes usados para medir a empatia e o pequeno número de participantes no estudo.

Estudar a empatia no autismo é ainda mais complicado pelo facto de que muitas pessoas autistas também têm alexitimia, uma condição conhecida como “cegueira emocional“.

Pessoas com alexitimia têm dificuldades em entender as suas próprias emoções e, por isso, têm também dificuldades em perceber as dos outros. É importante considerar a alexitimia ao investigar a empatia e o autismo.

Num esforço para combater essas limitações, um novo estudo, publicado esta sexta-feira na revista no Journal of Autism and Developmental Disorders, utilizou inquéritos em grande escala com mais de 600 adultos. Punit Shah e sua equipa mediram as associações entre autismo, alexitimia e pontuação num teste de empatia.

O estudo descobriu que ter mais traços autistas está associado a uma menor empatia – mesmo depois de incluir a alexitimia na análise. Na verdade, o estudo fornece algumas das melhores evidências até agora de que o autismo está definitivamente ligado a uma menor empatia.

Uma visão diferente

Mas também precisamos de considerar se o autismo estar ligado a uma menor empatia pode não ser necessariamente uma coisa má. A empatia é útil em situações sociais, mas também foi descoberto que pode ser mentalmente cansativa.

Acredita-se também que a empatia “seletiva”, como entender os sentimentos de algumas pessoas e ignorar os sentimentos dos outros, leva ao comportamento imoral e à exclusão de alguns grupos da sociedade. Por exemplo, é comum as pessoas priorizarem os sentimentos de amigos e familiares, mas negligenciarem as perspetivas de estranhos.

A empatia é amplamente vista como um atributo positivo, mas tem um lado obscuro que é mal compreendido. Portanto, uma menor empatia no autismo pode trazer benefícios que ainda não apreciamos plenamente.

Existem outras habilidades psicológicas relacionadas com o autismo que também podem ser úteis na sociedade. Por exemplo, o autismo foi associado a níveis mais elevados de pensamento lógico e tomada de decisão racional.

Pessoas autistas também demonstraram tomar decisões sociais mais justas. Um estudo publicado no mês passado na revista Autism Research mostra que os autistas são mais propensos a compartilharem dinheiro de forma igualitária com pessoas desconhecidas, em vez de ficarem com mais dinheiro para si.

Pode ser que um nível mais baixo de empatia esteja realmente a permitir que pessoas autistas tomem decisões mais justas, sem influência indevida de como os outros podem reagir emocionalmente.

Também foi sugerido que pessoas autistas podem ter talentos criativos inexplorados. É provável que existam muitas outras habilidades associadas ao autismo que ainda não foram totalmente apreciadas. O que está claro é que o autismo está ligado a uma maneira diferente de pensar. Isso às vezes dificulta as interações entre pessoas com e sem autismo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Emmy. Atrizes usam palco para apelos pró-transexuais, igualdade salarial e imigração

As atrizes Patricia Arquette, Michelle Williams e Alex Borstein usaram o seu discurso de vitória nos prémios Emmy da Academia de Televisão, que decorreu esta madrugada em Los Angeles, nos Estados Unidos (EUA) para fazerem …

Assunção Cristas ataca falhanços do Governo na saúde

A presidente do CDS-PP atacou, esta segunda-feira, os falhanços do Governo e visitou uma Unidade de Saúde Familiar (USF) em Lisboa para pedir contas à promessa de acabar com os centros de saúde em prédios …

Companhia aérea fez mais de 80 voos sem nenhum passageiro a bordo (e não se sabe porquê)

Um relatório revelou que a companhia aérea Pakistan International Airlines (PIA) fez mais de 80 voos sem ter nenhum passageiro a bordo. Estas operações aconteceram durante dois anos, desde 2016 até 2017, e as perda financeiras …

Rússia adere definitivamente ao acordo de Paris

A Rússia assinou, esta segunda-feira, uma resolução governamental que consagra a adesão definitiva ao Acordo de Paris sobre redução de emissões de gases com efeito de estufa, assinado por 195 países. "O primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev, …

"Roubaram-me os sonhos e a infância", acusa Greta Thunberg na Cimeira do Clima

A jovem ativista sueca criticou, esta segunda-feira, os líderes mundiais pela inação face às alterações climáticas e acusou-os de lhe roubarem os sonhos e a infância. "Como é que se atreveram? Vocês roubaram-me os sonhos e …

Jerónimo frisa que passes de transportes mais baratos foram obra da CDU

O secretário-geral comunista vincou o papel do PCP e "Os Verdes" na redução dos preços dos passes dos transportes públicos, numa sessão pública com trabalhadores das empresas do setor, na estação de comboios de Santa …

Morte de menina de oito anos com bala perdida revolta Brasil

A morte de Ágatha Félix, uma menina de oito anos atingida, alegadamente, por uma bala perdida da polícia do Rio de Janeiro, está a provocar indignação no Brasil. Ágatha Felix tinha oito anos e foi baleada …

Nós, Cidadãos! defende mudanças na escolha do PGR para combater corrupção

O presidente do partido Nós, Cidadãos! defende mudanças na escolha do Procurador-Geral da República, afirmando que boa parte dos 42 mil milhões de euros que a corrupção custou aos portugueses se deveu à inoperância desta …

"Estranhos sintomas" que afligiam diplomatas em Cuba podem ter sido causados por pesticidas

A misteriosa origem dos estranhos sintomas (entre eles, zumbidos, tonturas, náuseas, perdas de audição e de memória e outras dificuldades cognitivas) que afligiram diplomatas canadianos e norte-americanos em Cuba entre 2016 e 2018 dever-se-á a …

Testes rápidos ao VIH já podem ser feitos em casa

A partir da próxima semana vai ser possível comprar nas farmácias autotestes ao vírus da SIDA para fazer em casa. Os resultados demoram apenas 15 minutos. As farmácias portuguesas vão começar a vender, a partir da …