Governo francês desdramatiza ato de agressão “grave” mas “isolado” contra Macron

Philippe Wojazer / EPA

O Governo francês desdramatizou hoje a agressão de que foi alvo na terça-feira o Presidente francês, Emmanuel Macron, durante uma visita ao sudeste de França, afirmando tratar-se de um ato “grave”, mas “não representativo” do sentimento geral da população.

“Não devemos obviamente banalizar” este “ato de violência” contra o chefe de Estado, “porque é grave, porque qualquer forma de violência é grave, e é também grave quando atinge um representante, um depositário da autoridade pública, seja um autarca, um deputado, um funcionário público ou o Presidente”, afirmou o porta-voz do executivo, Gabriel Attal, em declarações à rádio privada Europe 1.

Na terça-feira, o líder francês foi agredido durante uma visita a Drôme, uma pequena cidade localizada na região sudeste do país.

Macron, que no mesmo dia desvalorizou a agressão e considerou que tinha sido “um ato isolado”, foi esbofeteado por um homem depois de se aproximar de um grupo de populares.

Nas declarações à Europe 1, o porta-voz do Governo francês disse que a bofetada infligida a Macron foi “um ataque à sacralidade de um cargo” a que todos os franceses estão ligados.

“Como franceses, somos todos agredidos, de alguma forma humilhados”, acrescentou Gabriel Attal.

O mesmo porta-voz considerou, no entanto, que este incidente foi um ato “isolado” que foi perpetrado por alguém que “não é representativo da sociedade ou da população francesa”, incluindo daqueles cidadãos que podem sentir “alguma forma de raiva”.

Se existem de facto “franceses preocupados, que duvidam, que estão zangados”, essas pessoas, frisou o representante, “sabem como expressar isso no debate e num contexto de votação”.

Nas mesmas declarações, Gabriel Attal acrescentou que Emmanuel Macron irá manter os contactos diretos com a população nas futuras deslocações que realizar no país.

“Seria incompressível se os franceses fossem privados do contacto com o Presidente”, disse o porta-voz, insistindo que o chefe de Estado “vai ao encontro dos franceses sem filtros” e “em 99,99% dos casos” não existe qualquer incidente.

Na terça-feira, vários vídeos que circularam nas redes sociais e imagens de alguns canais de televisão mostraram a agressão a Macron.

As imagens mostram o Presidente francês a ser aparentemente chamado pela população, a dirigir-se para cumprimentar várias pessoas, quando um dos populares o puxa para si e lhe dá uma bofetada, sem que os serviços de segurança tivessem tido tempo para intervir.

Na sequência da agressão, duas pessoas foram detidas, incluindo o agressor, um homem de 28 anos.

O agressor, identificado como Damien T., vive em Saint-Vallier (localidade da zona de Drôme) e é descrito por amigos e vizinhos como um fã de história medieval, apolítico e uma pessoa não violenta.

Segundo a agência France-Presse (AFP), Damien T. é seguidor em várias redes sociais de conteúdos conotados com a extrema-direita.

O outro detido é um amigo do agressor, identificado como Arthur C., também de 28 anos, que filmou a agressão a Macron.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O Governo Francês deve fazer uma reavaliação em seu sistema politico. A República está a demonstrar sérios problemas institucionais. Atrás vimos a revolta dos “Coletes Amarelos”, uma selvageria sem limites, e após total desobediência aos princípios republicano de desrespeito as leis, vimos o principal Mandatário do País ser atacado covardemente em local público na sua visita a Região do DRÔME . Pode ser o princípio do TERROR. É o que pensa, [email protected]

RESPONDER

Twitter oferece 3.000 euros a quem ajudar a resolver o enviesamento racial do seu algoritmo

A rede social Twitter anunciou um novo concurso destinado a investigadores e hackers para identificar e resolver o enviesamento racial do algoritmo usado para cortar as imagens que são carregadas pelos utilizadores. Segundo anunciou no Twitter, …

EUA. Universidade na Florida perdoa milhões em propinas

A Florida A&M University, nos Estados Unidos (EUA), perdoou aos estudantes as dívidas relativas ao ano académico de 2020 a 2021, no valor total de 16 milhões de dólares (cerca de 13,5 milhões de euros). "Esta …

Startup cria saco para lavar roupa que evita envio de microplásticos para oceanos

A startup Skizo, incubada na UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto, criou um saco para lavagem de roupa que recolhe os microplásticos libertados pelas fibras e evita o envio dos …

Pegasus. Advogado que luta para libertar a princesa Latifa do Dubai também foi espiado

O ativista de direitos humanos David Haigh — envolvido na libertação da princesa Latifa — é a primeira vítima britânica de espionagem confirmada através do software israelita Pegasus. O advogado britânico e ativista de direitos humanos …

Autor de ataque com faca em Londres queria "matar a rainha"

O autor do ataque extremista com uma faca, em 2020, em Londres, que acabou por morto pela polícia, era conhecido quando esteve na prisão pelo seu radicalismo e por querer "matar a rainha", segundo um …

Crise alimentar leva Coreia do Norte a distribuir reservas militares de arroz

A Coreia do Norte está a destribuir reservas militares de arroz para enfrentar a atual crise alimentar, ao mesmo tempo que uma onda de calor e a seca atingem o país, revelou na terça-feira a …

Jogos Olímpicos: a terra tremeu durante o Brasil-México

Primeira meia-final do torneio masculino de futebol não teve direito a golos durante 120 minutos, mas teve direito a um sismo. Final será entre Brasil e Espanha. O Brasil estará novamente na final dos Jogos Olímpicos, …

A turbina de marés mais potente do mundo já está a funcionar

A mais poderosa turbina de marés do mundo está em funcionamento desde a passada quarta-feira no arquipélago escocês de Orkney. A turbina O2, que pesa 680 toneladas métricas, começou a funcionar na passada quarta-feira, 28 de …

Vacinação Casa Aberta já está disponível para maiores de 30 anos

A modalidade de vacinação Casa Aberta está desde esta terça-feira disponível para as pessoas com idade igual ou superior a 30 anos. De acordo com um comunicado enviado esta terça-feira pela task force, “a modalidade Casa …

Governo motivado para executar PRR "de forma célere"

O ministro das Finanças, João Leão, afirmou esta terça-feira que o Governo está muito motivado “para executar de forma célere” o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), depois de Bruxelas ter desembolsado 2,2 mil milhões …