Astrónomos encontraram método para facilitar a procura por vida extraterrestre

JPL-Caltech / Ames / NASA

A super-terra Wolf 1061 juntou-se ao pequeno grupo de exo-planetas potencialmente habitáveis

A super-terra Wolf 1061 juntou-se ao pequeno grupo de exo-planetas potencialmente habitáveis

Astrónomos acreditam ter encontrado uma maneira de estudar estrelas distantes que pode ajudar a localizar planetas que poderiam albergar formas de vida.

O método, descrito num artigo na revista especializada Science Advances, permite analisar até mesmo as estrelas mais remotas.

De acordo com os autores, através do estudo das variações no brilho das estrelas é possível fazer medições mais precisas da gravidade na superfície destes corpos celestes, o que ajuda a determinar a massa e do tamanho das estrelas – e de qualquer planeta que esteja à sua volta.

“A nossa técnica pode revelar o tamanho e o brilho de uma estrela, e também se um planeta próximo possui a dimensão e a temperatura para ter oceanos líquidos – e provavelmente vida”, afirmou Jaymie Matthews, da Universidade de British Columbia, no Canadá.

A gravidade de superfície é a intensidade da força que puxa tudo na superfície de uma estrela ou de um corpo celeste para o centro. Essa medida é normalmente calculada medindo a luz ou o brilho de uma estrela – mas essa técnica funciona bem apenas para as estrelas mais próximas e brilhantes.

Usando dados do telescópio Kepler, da NASA, uma equipa liderada por Thomas Kallinger, da Universidade de Viena, mostrou que as variações no brilho de estrelas distantes podem revelar informações sobre a sua gravidade.

Os investigadores concluíram que a duração de eventos como turbulências e vibrações na superfície de uma estrela, baseada nas suas variações de brilho, fornecem dados sobre a sua gravidade.

As missões espaciais no futuro deverão procurar por exoplanetas (planetas que orbitam outras estrelas além do Sol) nos arredores de estrelas distantes que possam abrigar água líquida e, talvez, vida. Segundo Kallinger, o novo método poderá ser usado para analisar informações colhidas por essas missões, para ajudar a entender a natureza de estrelas como o Sol e localizar planetas semelhantes à Terra.

Como a gravidade depende da massa e da dimensão da estrela, a técnica também deverá ajudar os astrónomos a estimar esses valores para estrelas remotas – e qualquer planeta nas imediações.

“Se não conhecemos a estrela, não conhecemos o planeta”, afirma Matthews.

“O tamanho de um exoplaneta é medido a partir do tamanho da sua estrela-mãe. Se encontrarmos um planeta à volta de uma estrela que imaginamos ser do tamanho do Sol, mas é afinal uma gigante, podemos ter-nos iludido ao pensar ter localizado um planeta com condições de vida.”

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Veneno de tarântula pode ser benéfico no tratamento de dores viscerais

Uma equipa de investigadores australianos identificou dois peptídeos do veneno da tarântula, que podem ajudar a aliviar dores em órgãos do sistema digestivo. Há algum tempo que os cientistas investigam a funcionalidade do veneno em doenças, …

Cientistas propõem reciclar beatas de cigarro para fazer tijolos

Os cientistas afirmam que se apenas 2,5% dos tijolos produzidos em todo o mundo, anualmente, incluíssem 1% de beatas, seria possível reciclar todas as pontas de cigarro a nível global. Um grupo de investigadores da Escola …

Taxa de natalidade desce quase um terço em cidade chinesa

As autoridades chinesas reconheceram oficialmente que a taxa de nascimentos em Xinjiang, cidade situada no noroeste da China, desceu quase um terço em 2018, comparada com o ano anterior. De acordo com a CNN, o governo …

Dynetics revela o módulo lunar do programa Artemis (incluindo o interior)

A empresa norte-americana Dynetics revelou, no dia 15 de setembro, um modelo em escala real do módulo lunar especialmente projetado para levar os astronautas da NASA à Lua já em 2024, como parte do programa …

Polícia de Nova Iorque de origem tibetana acusado de espiar ao serviço da China

Um polícia nova-iorquino originário do Tibete foi acusado de espionagem pelas autoridades norte-americanas por, supostamente, ter recolhido para o Governo chinês informações sobre a comunidade tibetana em Nova Iorque. De acordo com a acusação das autoridades …

Football Leaks. PJ desconhecia acesso das autoridades francesas às provas

O inspetor da PJ, José Amador, revelou, esta terça-feira, que esta polícia não teve conhecimento do acesso das autoridades francesas às provas apreendidas a Rui Pinto durante a sua detenção na Hungria. Na quinta sessão do …

Aldeões ajudam tropas indianas que enfrentam militares chineses nos Himalaias

Cerca de 100 residentes da vila de Chushul atravessam o território indiano de Ladakh para chegar a um pico dos Himalaias conhecido como Black Top, a uma altitude de mais de 4500 metros, levando suprimentos …

Detido na Rússia líder religioso que diz ser a reencarnação de Jesus

O líder religioso, que diz ser a reencarnação de Jesus, foi detido, na Rússia, esta terça-feira, durante uma operação especial. De acordo com as imagens divulgadas pelo jornal The Guardian, vários agentes da polícia, armados e …

Covid-19: Universidade de Coimbra tem novo programa de rastreio aleatório para alunos e docentes

A Universidade de Coimbra (UC) preparou um Plano de Prevenção e Protocolo de Atuação para garantir o regresso às aulas em segurança para alunos, professores, docentes e comunidade. "Tendo em conta a situação pandémica que estamos …

Jogador substituído aos 14 segundos

Substituição insólita foi realizada na primeira divisão da Estónia. Jovem nem tocou na bola. Jogo da 21.ª jornada do campeonato nacional da Estónia, primeira divisão. O FCI Levadia recebe o JK Nõmme Kalju e vence por …