Astrónomos descobrem o gigante que moldou os Primórdios da Via Láctea

René van der Woude, Mixr.nl

Impressão de artista de Encélado a ser devorado por uma galáxia parecida com a Via Láctea.

Há cerca de 10 mil milhões de anos, a Via Láctea fundiu-se com uma grande galáxia. As estrelas dessa parceira, de nome Gaia-Encélado, compõem a maior parte do halo da Via Láctea e também moldaram o seu espesso disco, dando-lhe a sua forma inchada.

Uma descrição dessa megafusão, descoberta por uma equipa internacional liderada pela astrónoma Amina Helmi, da Universidade de Groninga, foi publicada no passado dia 31 de outubro na revista científica Nature.

As galáxias grandes como a nossa Via Láctea são o resultado de fusões entre galáxias mais pequenas. Uma questão notável é se uma galáxia como a Via Láctea é o produto de muitas fusões pequenas ou de algumas grandes.

A professora de astronomia Amina Helmi, da Universidade de Groninga, passou a maior parte da sua carreira à procura de “fósseis” na nossa Via Láctea, que podem fornecer algumas pistas sobre a sua evolução. Ela usa a composição química, a posição e a trajetória das estrelas no halo para deduzir a sua história e, assim, identificar as fusões que criaram a jovem Via Láctea.

Segundo lançamento de dados do Gaia

O recente segundo lançamento de dados da missão do satélite Gaia, no passado mês de abril, forneceu à professora Helmi dados sobre cerca de 1,7 mil milhões de estrelas.

Helmi esteve envolvida no desenvolvimento da missão Gaia durante cerca de vinte anos e fez parte da equipa de validação do segundo lançamento. Ela usou agora os dados para procurar vestígios de fusões no halo: “Nós esperávamos estrelas de galáxias fundidas no halo. O que não esperávamos era descobrir que a maioria das estrelas no halo têm uma origem partilhada numa fusão muito grande.”

Disco espesso

E foi o que encontrou. A assinatura química de muitas estrelas do halo era claramente diferente das estrelas “nativas” da Via Láctea. “E pertencem a um grupo bastante homogéneo, o que indica que partilham uma origem comum”.

Ao traçar a trajetória e a assinatura química, as “invasoras” destacam-se claramente. Helmi: “As estrelas mais jovens de Gaia-Encélado são na realidade mais jovens do que as estrelas nativas da Via Láctea no que é hoje a região do disco espesso. Isto significa que a progenitora deste disco espesso já estava presente quando a fusão ocorreu e Gaia-Encélado, devido ao seu grande tamanho, abanou-o e inchou-o.”

Num artigo anterior, Helmi já havia descrito uma enorme “bolha” de estrelas que partilhavam uma origem comum. Agora, ela mostra que as estrelas dessa bolha no halo são os detritos da fusão da Via Láctea com uma galáxia que era um pouco mais massiva do que a Pequena Nuvem de Magalhães, há cerca de dez mil milhões de anos. A galáxia é chamada Gaia-Encélado, em honra ao Gigante Encélado que, na mitologia grega, nasceu de Gaia (a deusa da Terra) e Úrano (o deus do Céu).

Os dados sobre a cinemática, química, idade e distribuição espacial das estrelas nativas da Via Láctea e os remanescentes de Gaia-Encélado lembraram Helmi de simulações realizadas por um ex-aluno de doutoramento, há aproximadamente dez anos.

As suas simulações da fusão de uma galáxia grande em forma de disco com a jovem Via Láctea produziram uma distribuição de estrelas de ambos os objetos, que está em linha com os dados do Gaia. “Foi incrível ver os novos dados do Gaia e perceber que já tinha visto isto antes!,” conclui a astrónoma.

// CCVAlg

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Permitam-me apenas congratular a ZAP por incluir artigos de cosmologia por entre um espectro tão alargado de assuntos. Não só trazem a ciência para mais perto da população como promovem o conhecimento sobre as nossas origens. É um dos motivos porque abro sempre com entusiasmo os e-mails com notícias da ZAP – saber que provavelmente vou encontrar novidades científicas, desde a biologia à cosmologia. Fico também satisfeito por saber que provavelmente conseguem também despertar o interesse a cidadãos comuns. Muito bem.

RESPONDER

Mexia não vai deixar que chineses interfiram no plano estratégico da EDP

O presidente da EDP, António Mexia, garantiu que não vai deixar que nenhum acionista impeça o desenvolvimento do plano estratégico da empresa, deixando o aviso à China Three Gorges. Em entrevista concedida ao Jornal Económico, António …

Impostos indiretos subiram com Governo de Costa e são já 55% da carga fiscal

Os impostos indiretos têm vindo a aumentar em Portugal. Dados da Direção-Geral do Orçamento mostram que o peso da tributação indireta no total da receita fiscal do subsector Estado, em 2018, ascendeu a 55,4%, o …

Espanha pode ficar isenta de cumprir caudais do rio Tejo por causa da falta de chuva

Os caudais do Tejo podem ficar ainda mais baixos dentro de semanas. Com a falta de chuva, Espanha deverá invocar a exceção prevista na Convenção de Albufeira para não libertar os valores mínimos de água …

Haaland tem cinco namoradas e meio mundo atrás dele (mas pode seguir o caminho da Red Bull)

Apesar do interesse de grandes clubes do futebol mundial, Haaland pode seguir o trilho da Red Bull e transferir-se para do Salzburg para o Leipzig. O norueguês é uma das maiores jovens promessas da atualidade. Erling …

PSD pondera propor fim dos debates quinzenais e torná-los mensais

O PSD está a ponderar apresentar uma proposta para acabar com os debates quinzenais com o primeiro-ministro e torná-los mensais. A proposta passa também pela substituição de um desses "duelos" atuais por um debate temático …

Segunda vítima mortal nos protestos de Hong Kong. Xi Jinping condena manifestações

O quarto dia consecutivo de protestos ficou marcado pela morte de um homem de 70 anos. Esta é a segunda vítima mortal desde o início das manifestações em Hong Kong. De acordo com a imprensa internacional, …

Governo prepara dois novos escalões de IRS para a classe média

O primeiro-ministro afirmou esta quinta-feira que o objetivo do Governo no próximo Orçamento é dar “um primeiro passo” para conferir uma maior progressividade no IRS e diminuir o peso deste imposto sobre os vencimentos da …

Dois procuradores do caso Tancos vão sair do DCIAP

Os procuradores Vítor Magalhães e João Valente, da equipa que investigou o caso Tancos, vão sair do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) no âmbito do movimento de magistrados do Ministério Público (MP), …

Cerca de 40% dos hospitais têm ruturas diárias de medicamentos

Os preços "excessivamente baixos dos medicamentos genéricos" são a causa mais importante identificada pelos hospitais para as ruturas de fornecimento. Quase 40% dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) indicam ter diariamente ruturas no fornecimento …

Secretário de Estado: despenalizações como a que absolveu o Benfica vão terminar. "Será inapelável"

João Paulo Rebelo assegurou que a entrada em vigor da lei de combate à violência no desporto evitará situações como a que levou à recente anulação do castigo imposto ao Benfica. O secretário de Estado da …