Ver compulsivamente a sua série favorita está a prejudicar o ambiente

Os serviços de streaming de vídeo como Netflix, Apple TV+ e Disney+ estão em ascensão. Mas as suas emissões de carbono também.

As noites de cinema que o obrigavam a dirigir-se a um blockbuster chegaram ao fim. Agora, há vários serviços de streaming a oferecer inúmeras opções, à distância de um clique. No entanto, há um custo ambiental elevado a pagar.

Ver a uma série de meia hora resulta em emissões de 1,6 kg do equivalente ao dióxido de carbono, adiantou Maxime Efoui-Hess, do French think tank the Shift Project. Este valor é o equivalente a conduzir 6,28 quilómetros.

No ano passado, o streaming de vídeo online produziu emissões equivalentes às emissões produzidas pela Espanha, um valor que pode duplicar nos próximos seis anos, segundo o Shift Project.

A maior parte do tráfego online (34%) está relacionada a vídeos – na Netflix, Amazon Prime e Hulu, por exemplo – e o segundo maior setor é a pornografia online. “Os vídeos digitais vêm em tamanhos muito grandes e estão a ficar maiores a cada nova geração de vídeos em alta definição”, disse Gary Cook, do Greenpeace, citado pelo Phys.org.

“Uma maior quantidade de dados equivale a mais energia necessária para manter um sistema pronto para transmitir o vídeo no seu dispositivo a qualquer momento”, acrescentou Cook.

Grande parte da energia necessária para os serviços de streaming é consumida pelo data center, que entrega os dados ao seu computador ou dispositivo. Estes data centers contribuem com cerca de 0,3% de todas as emissões de carbono, de acordo com um artigo científico publicado na Nature.

“Para que o consumo de energia permaneça estável nos próximos cinco a 10 anos, é necessário melhorar significativamente o desempenho energético dos equipamentos de TI e do data center ou diminuir o nosso próprio apetite”, disse Dale Sartor, do Centro de Especialização em Data Centers, vinculado ao Departamento de Energia dos EUA.

Anders Andrae, da Huawei Technologies, disse à AFP que estimou que os equipamentos podem consumir até 4,1% da eletricidade global até 2030. Além disso, o tráfego de vídeo deve aumentar quatro vezes de 2017 a 2022 e responder por 80% de todo o tráfego da Internet até 2022, de acordo com a Rede CISCO.

A Netflix, por exemplo, continua a expandir-se globalmente – a empresa registou um aumento de 53% na receita internacional de assinaturas de streaming entre 2017 e 2018. Já a Disney e a Apple lançaram os seus próprios serviços de streaming este ano.

Para aumentar o problema, os equipamentos usados estão a ficar cada vez maiores – o tamanho médio da tela passou de 22 polegadas (55 centímetros) em 1997 para 50 polegadas em 2021, segundo a Consumer Technology Association.

Os especialistas sugerem que os espectadores desativem a reprodução automática e vejam as suas séries favoritas com Wi-Fi e em formatos de baixa definição. O pior cenário, informa o Phys-org, é ver com uma conexão 3G num dispositivo móvel.

“O exercício da responsabilidade coletiva, com indivíduos a exigir que os gigantes da Internet façam a transição rápida dos seus data centers para energia renovável, tem sido o maior impulsionador até agora”, remata Cook.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Parker Solar Probe lança nova luz sobre o Sol

Em agosto de 2018, a Parker Solar Probe da NASA foi lançada para o espaço, tornando-se pouco tempo depois a sonda mais próxima do Sol. Com instrumentos científicos de ponta para medir o ambiente em …

Encontrado no mar das Malvinas navio alemão da I Guerra Mundial 105 anos depois de naufragar

O naufrágio de um cruzador alemão da I Guerra Mundial foi identificado nas Ilhas Malvinas, onde foi afundado pela Marinha britânica há 105 anos. O SMS Scharnhorst foi o principal ativo da esquadra alemã na Ásia …

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …