“Assinei a tua sentença de morte.” Larry Nassar condenado a pena de prisão de 40 a 175 anos

Larry Nassar, ex-médico da equipa de ginástica dos EUA, foi esta quarta-feira condenado a uma pena de prisão entre 40 e 175 anos por abuso de atletas que estavam ao seu cuidado.

O antigo médico da equipa norte-americana de ginástica, Larry Nassar, foi condenado esta quarta-feira a uma pena de prisão entre os 40 e os 175 anos por abusar das atletas que estavam ao seu cuidado.

A sentença decretada no tribunal de Michigan, nos EUA, foi decretada duas semanas depois de terem sido ouvidos 158 testemunhos, incluindo as campeãs olímpicas Aly Raisman e McKayla Maroney.

Assinei a tua sentença de morte“, foi o que a juíza Rosemarie Aquilina disse depois de proferir a sentença do ex-médico, que já se tinha dado como culpado de outros crimes de abuso. Em dezembro, foi condenado a 60 anos de prisão – com o mínimo de 25 de cadeia efetiva – por posse de pornografia infantil.

Agora, Larry Nassar enfrenta até 175 anos de prisão, que irão começar nos 40 anos, mas que irão sofrer agravamentos posteriores de forma a que nunca mais saia da cadeia.

De acordo com o Público, o antigo médico de 54 anos pediu desculpa às vítimas antes da leitura da sentença e manifestou arrependimento, garantindo que iria levar “as vossas palavras até ao fim dos meus dias”. No entanto, a juíza não considerou o pedido desculpas sincero.

Alguns testemunhos foram bastante descritivos e detalhados. Para além de Raisman e Maroney, que testemunharam em tribunal, outras ginastas revelaram ter sofrido abusos de Larry Nassar, entre elas a campeã olímpica Simone Biles.

O caso começou há dois anos, quando o Indianapolis Star começou a investigar como é que a USA Gymnastics lidava com alegações de abuso sexual relativas aos treinadores. Isto fez com que a antiga ginasta Rachael Denhollander alertasse o jornal para os abusos de Nassar.

Segundo o DN, depois desta investigação, o número de vítimas começou a aumentar. No início, esperava-se que fossem cerca de 90 mulheres a testemunhar, mas no fim acabaram por ser mais de 150 a fazê-lo.

Angela Povilaitis, vice-procuradora-geral, afirmou que, enquanto sociedade, “precisamos de jornalistas de investigação mais do que nunca”. Povilaitis disse ao júri do tribunal que sem Denhollander e o jornal, Larry Nassar “continuaria a praticar medicina, tratar atletas e abusar de crianças”.

O jornal do Indiana recebeu o prémio de reportagem de justiça criminal, atribuído pela associação Investigative Reporters & Editors.

“Todos os dias tenho medo de voltar a ter um pesadelo”

A ginasta Kaylee Lorincz contou em tribunal os abusos que sofreu desde os seus 13 anos. A atleta acusa o antigo médico de lhe ter roubado a inocência e confessou que “todos os dias tenho medo de voltar a ter um pesadelo”.

Segundo o Observador, Larry Nassar chorou durante o depoimento da atleta, que terminou dizendo que o médico subestimou “a nossa força e a nossa força de vontade. Como se viu, fomos fortes e conseguimos derrubá-lo. Deixámos de ser desconhecidas”.

O último depoimento coube a Rachael Denhollander, a primeira a apresentar queixa contra Nassar no seguimento da investigação publicada pelo Indianapolis Star, em agosto de 2016.

“Não fazia ideia que, enquanto ia sendo abusada, todas as queixas iam sendo abafadas pela Universidade de Michigan State e pela Federação de Ginástica. Houve casos em 1997, 1998, 1999, 2000… e nada. Até quando tornei público o abuso que sofri, as pessoas disseram que eu queria fama e dinheiro“, disse a ginasta.

O antigo médico chegou a contestar algumas palavras, levantando-se algumas vezes durante as declarações, mas a juíza voltou a sublinhar que a atleta tinha o direito de dizer tudo o que quisesse, elogiando a coragem de Denhollander.

“A Rachael não criou um caso, criou um exército de sobreviventes e é a general. Foi você que começou todo este terramoto e que fez com que as vozes se ouvissem”, afirmou Rosemarie Aquilina.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Nona Sinfonia de Beethoven revela novos detalhes sobre o cérebro humano

A Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven, 250 anos após a sua criação, ajudou a demonstrar a existência de células conceituais no cérebro. Quase 200 anos depois da morte de Beethoven, a maior obra do músico …

Governo vai suspender devolução dos manuais escolares

O ministro da Educação informou hoje que o Governo vai suspender a devolução de manuais escolares, em curso desde 26 de junho, cumprindo a decisão do parlamento, que aprovou uma proposta nesse sentido. O plenário da …

Cuba prestes a abrir portas ao turismo (exceto aos cubano-americanos)

Depois de fechar as suas fronteiras para os turistas no final de março por causa da pandemia da covid-19, Cuba prepara-se agora para reabrir várias das suas baías ao turismo - mas há algumas exceções. …

Cidade do México enterrou os rios para prevenir doenças, mas a covid-19 resiste e prospera

Na tentativa de evitar a disseminação de doenças como a malária e a cólera, a Cidade do México enterrou os seus rios. Agora, como consequência, criou inadvertidamente as condições necessárias para a covid-19 prosperar. A Cidade …

Descoberto sistema de túneis da I Guerra onde estarão enterrados dezenas de soldados

A Agência do Património da Bélgica anunciou esta semana a descoberta de um sistema de túneis alemão da I Guerra Mundial, onde estarão, muito provavelmente, dezenas de soldados enterrados. Em comunicado, citado pela Russia Today, …

Cinco funcionários da Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia

Cinco funcionários da produtora automóvel Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia, avança o The Washington Post. De acordo com o jornal norte-americano, foram cinco os colaboradores dispensados da …

"Qual o lugar mais seguro?". Costa compara infetados no Reino Unido e Algarve

O primeiro-ministro apresentou hoje uma tabela que mostra o Reino Unido muito acima do Algarve em número de infetados com covid-19 por cem mil habitantes e pergunta qual o lugar mais seguro para umas férias …

Azul anuncia venda de 6% da TAP ao Estado por 10 milhões de euros

A companhia aérea brasileira Azul, de David Neeleman, anunciou hoje a venda de 6% da TAP, no âmbito do acordo anunciado esta quinta-feira entre o Estado e os acionistas privados, que “garante a continuação” da …

NASA cria dispositivo que o avisa para não tocar no rosto (e pode ser reproduzido em casa)

A pensar na pandemia, a NASA desenvolveu o PULSE, um colar vibratório que nos alerta se formos tocar no rosto com as nossas mãos. A pandemia de covid-19 alastrou pelo mundo e, enquanto não chega um …

Há mais 11 mortes e 374 novos casos de infecção (300 são na Grande Lisboa)

Portugal regista hoje mais 11 mortos devido à doença covid-19 do que na quinta-feira e mais 374 infectados, dos quais 300 na Região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o boletim da Direcção-Geral da …