“Assinei a tua sentença de morte.” Larry Nassar condenado a pena de prisão de 40 a 175 anos

Larry Nassar, ex-médico da equipa de ginástica dos EUA, foi esta quarta-feira condenado a uma pena de prisão entre 40 e 175 anos por abuso de atletas que estavam ao seu cuidado.

O antigo médico da equipa norte-americana de ginástica, Larry Nassar, foi condenado esta quarta-feira a uma pena de prisão entre os 40 e os 175 anos por abusar das atletas que estavam ao seu cuidado.

A sentença decretada no tribunal de Michigan, nos EUA, foi decretada duas semanas depois de terem sido ouvidos 158 testemunhos, incluindo as campeãs olímpicas Aly Raisman e McKayla Maroney.

Assinei a tua sentença de morte“, foi o que a juíza Rosemarie Aquilina disse depois de proferir a sentença do ex-médico, que já se tinha dado como culpado de outros crimes de abuso. Em dezembro, foi condenado a 60 anos de prisão – com o mínimo de 25 de cadeia efetiva – por posse de pornografia infantil.

Agora, Larry Nassar enfrenta até 175 anos de prisão, que irão começar nos 40 anos, mas que irão sofrer agravamentos posteriores de forma a que nunca mais saia da cadeia.

De acordo com o Público, o antigo médico de 54 anos pediu desculpa às vítimas antes da leitura da sentença e manifestou arrependimento, garantindo que iria levar “as vossas palavras até ao fim dos meus dias”. No entanto, a juíza não considerou o pedido desculpas sincero.

Alguns testemunhos foram bastante descritivos e detalhados. Para além de Raisman e Maroney, que testemunharam em tribunal, outras ginastas revelaram ter sofrido abusos de Larry Nassar, entre elas a campeã olímpica Simone Biles.

O caso começou há dois anos, quando o Indianapolis Star começou a investigar como é que a USA Gymnastics lidava com alegações de abuso sexual relativas aos treinadores. Isto fez com que a antiga ginasta Rachael Denhollander alertasse o jornal para os abusos de Nassar.

Segundo o DN, depois desta investigação, o número de vítimas começou a aumentar. No início, esperava-se que fossem cerca de 90 mulheres a testemunhar, mas no fim acabaram por ser mais de 150 a fazê-lo.

Angela Povilaitis, vice-procuradora-geral, afirmou que, enquanto sociedade, “precisamos de jornalistas de investigação mais do que nunca”. Povilaitis disse ao júri do tribunal que sem Denhollander e o jornal, Larry Nassar “continuaria a praticar medicina, tratar atletas e abusar de crianças”.

O jornal do Indiana recebeu o prémio de reportagem de justiça criminal, atribuído pela associação Investigative Reporters & Editors.

“Todos os dias tenho medo de voltar a ter um pesadelo”

A ginasta Kaylee Lorincz contou em tribunal os abusos que sofreu desde os seus 13 anos. A atleta acusa o antigo médico de lhe ter roubado a inocência e confessou que “todos os dias tenho medo de voltar a ter um pesadelo”.

Segundo o Observador, Larry Nassar chorou durante o depoimento da atleta, que terminou dizendo que o médico subestimou “a nossa força e a nossa força de vontade. Como se viu, fomos fortes e conseguimos derrubá-lo. Deixámos de ser desconhecidas”.

O último depoimento coube a Rachael Denhollander, a primeira a apresentar queixa contra Nassar no seguimento da investigação publicada pelo Indianapolis Star, em agosto de 2016.

“Não fazia ideia que, enquanto ia sendo abusada, todas as queixas iam sendo abafadas pela Universidade de Michigan State e pela Federação de Ginástica. Houve casos em 1997, 1998, 1999, 2000… e nada. Até quando tornei público o abuso que sofri, as pessoas disseram que eu queria fama e dinheiro“, disse a ginasta.

O antigo médico chegou a contestar algumas palavras, levantando-se algumas vezes durante as declarações, mas a juíza voltou a sublinhar que a atleta tinha o direito de dizer tudo o que quisesse, elogiando a coragem de Denhollander.

“A Rachael não criou um caso, criou um exército de sobreviventes e é a general. Foi você que começou todo este terramoto e que fez com que as vozes se ouvissem”, afirmou Rosemarie Aquilina.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas conseguiram manter tecido cerebral de cobaias vivo durante semanas

Cientistas japoneses conseguiram manter partes de tecido cerebral de cobaias vivas e viáveis durante 25 dias, isoladas numa cultura, graças a um novo método. De acordo com o Science Alert, a chave para o sucesso foi …

Arqueólogos descobrem 25 sítios que comprovam presença militar romana no Norte e na Galiza

Investigadores portugueses e galegos descobriram 25 novos sítios no Norte de Portugal e na Galiza que “comprovam arqueologicamente” a presença militar romana nos dois territórios, correspondendo a maioria dos locais a “acampamentos militares”, revelou hoje …

EUA poderão manter alguns efetivos na Síria para proteger poços de petróleo

Os EUA planeiam deixar alguns efetivos no nordeste da Síria para proteger instalações petrolíferas e garantir o combate contra um possível ressurgimento do grupo extremista Estado Islâmico (EI), disse hoje o secretário de Defesa dos …

Polícias realizam manifestação conjunta em Lisboa a 21 de novembro

Elementos da PSP e da GNR realizam a 21 de novembro, em Lisboa, uma manifestação conjunta para exigirem ao novo Governo "a resolução rápida" dos problemas que ficaram por resolver na anterior legislatura. Com o lema …

Sérvia punida por racismo no jogo com Portugal

A UEFA condenou nesta segunda-feira a Sérvia a disputar o próximo jogo da fase de qualificação para o Euro 2020 à porta fechada, por manifestações racistas na partida com Portugal, disputada em Belgrado, que terminou …

Juve Leo lança críticas à direção: Um clube sem rumo e que precisa de bodes expiatórios

Depois de o Sporting rescindir os protocolos com a Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI devido à "escalada de violência" recente, a Juve Leo reagiu em comunicado com duras críticas à direção de …

Um terço dos fogos deste ano tiveram como causa queima e queimadas

Um terço dos incêndios florestais registados este ano e investigados tiveram como causa queimadas e queimas, revela o último relatório do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). O relatório provisório de incêndios rurais, …

De Nova Iorque a Sydney em 19 horas. Avião da Qantas bate recorde

O primeiro voo comercial direto entre as cidades de Nova Iorque e Sydney, com mais de 19 horas, terminou, este domingo, na cidade australiana. O teste realizado pela companhia aérea Qantas faz parte do Project Sunrise, …

Marcelo ficou "muito impressionado" pela destruição do furacão Lorenzo nos Açores

O Presidente da República visitou, este domingo, o porto das Lajes das Flores, que ficou destruído após a passagem do furacão Lorenzo pelos Açores, mostrando-se "muito impressionado" pela destruição "massiva". "Muito impressionado com aquilo que foi …

Sporting é o terceiro clube com mais jogadores da formação espalhados pela Europa

O Sporting é o terceiro clube com mais jogadores da sua formação a atuarem nas ligas europeias e o emblema português mais representado nas 'big 5', segundo o observatório de futebol do Centro Internacional de …