As mais “tímidas” baleias do Mundo deixaram-se filmar pela primeira vez nos Açores

Uma das mais misteriosas espécies de baleias foi filmada, pela primeira vez, ao largo dos Açores. Um momento privilegiado que vai ajudar a revelar os segredos das “baleias-de-bico de True”, que são vistas como “tímidas” pelos investigadores.

O vídeo, captado por profissionais de uma empresa de observação de cetáceos da ilha de Santa Maria, está no centro de um artigo científico sobre as “baleias-de-bico de True”(Mesoplodon mirus), publicado pela editora de trabalhos científicos Peerj.

A bióloga Mónica Almeida e Silva, coordenadora do grupo de investigação em cetáceos do Instituto do Mar (IMAR) do Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores, é co-autora do artigo que dá conta da identificação, sustentada pelo vídeo, de uma nova coloração da “Baleia-de-Bico de True”.

Esta espécie é “muito pouco conhecida, difícil de observar e registar”, conforme destaca a investigadora, o que evidencia a importância do vídeo agora divulgado.

Uma espécie “tímida”

“Em mais de 20 anos de investigação, há muito poucos registos confirmados da observação desta espécie” que se pode dizer ser “tímida”, aponta a bióloga portuguesa.

O registo do novo padrão de coloração desta espécie de baleias vai ajudar à identificação dos animais no mar, trabalho essencial para o estudo dos seus hábitos e ciclos reprodutivos, que por sua vez são fundamentais para definir acções de protecção da espécie.

“São animais que vivem em zonas pelágicas, em áreas muito profundas“, explica Mónica Almeida e Silva à Lusa, notando que, “geralmente, estes animais alimentam-se em zonas que têm no mínimo mil metros de profundidade e até mergulham mais fundo do que isso”.

“Um acontecimento raro”

Um comunicado da Peerj sobre o artigo científico sublinha a importância do vídeo captado nos Açores, referindo que “observar baleias-de-bico de True no oceano é um acontecimento tão raro que muitos investigadores que dedicam a vida ao estudo de cetáceos nunca viram um exemplar”.

“São vistas tão raramente que a sua identificação no habitat natural é quase sempre incerta, resultando numa grande escassez de dados sobre a distribuição geográfica da espécie, abundância e ciclos reprodutivos. Estas primeiras imagens, que incluem uma cria integrada num grupo de baleias, vão ajudar a revelar os segredos desta espécie”, adianta o comunicado.

Mónica Almeida e Silva adianta à Lusa que, no caso dos Açores, ocorreu também o arrojamento de uma Baleia-de-Bico desta espécie em 2004, na ilha do Faial, tendo sido feita a necropsia e recolha biológica, que serviu para o trabalho científico agora publicado.

O artigo identifica os Açores e as Canárias como locais ideais para o estudo deste tipo de animais e refere que as 22 espécies de Baleias-de-Bico identificadas, três das quais descobertas apenas nas últimas duas décadas, continuam a ser “as menos conhecidas e entendidas no mundo”.

“Pelas características dos arquipélagos da Macaronésia [Açores, Madeira e Canárias], com águas muito profundas situadas muito perto da costa, animais oceânicos são observados relativamente perto das ilhas”, o que constitui “uma mais-valia para o trabalho de investigação”, refere Mónica Almeida e Silva.

O papel primordial dos Açores

No mar dos Açores já foram avistadas 28 espécies de cetáceos, algumas das quais apenas uma vez, mas, de acordo com a investigadora do IMAR, “com regularidade podem encontrar-se 17/18 espécies”, nomeadamente as baleias de barbas, azul, sardinheira, anã ou comum, entre outras.

Nos últimos dez anos, o grupo de investigação sobre cetáceos do IMAR, localizado na ilha do Faial, tem conseguido recolher “muita informação” sobre estes animais e sobre a importância dos Açores enquanto ecossistema, utilizando tecnologia de telemetria por satélite, rádio e acústica.

“Os Açores estão situados numa zona primordial para algumas espécies, porque existem as tais zonas profundas, perto das ilhas, e porque a região está na rota de migração de diversas espécies”, conclui a investigadora.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É com orgulho que sou Açoreano, mas não tenho sotaque estranho, porque isso é mais na ilha de São Miguel e eu sou Picoense!
    Agora só falta os FPD dos chineses e japoneses virem para a nossa ZEE ou zona limítrofe para caçar baleias para “fins científicos” e dar asas à sua estupidez e indiferença.

RESPONDER

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …

Domingos Soares de Oliveira de saída do Benfica

Além de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, o administrador Domingos Soares de Oliveira também não vai integrar a lista de Rui Costa para as próximas eleições. Rui Costa confirmou na terça-feira que é candidato …

Depois do Bayern, Barcelona também está atento a Luis Díaz

Luis Díaz continua a somar boas exibições e clubes interessados na sua contratação. Agora fala-se do desejo do Barcelona em contratar o colombiano em janeiro. Luis Díaz atravessa um momento de forma excecional ao serviço do …

Fuse Valley, Matosinhos

Está a nascer em Matosinhos a Silicon Valley portuguesa (e até Siza Vieira está "espantado")

O "Fuse Valley" promete ser a Silicon Valley portuguesa, em Matosinhos, num empreendimento inovador da Farfetch e da Castro Group que até deixa o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, "espantado". A abertura está prevista …

Portugal aguarda "luz verde" da EMA para avançar com terceira dose aos idosos

Portugal aguarda a autorização da Agência Europeia de Medicamentos para avançar com a administração da terceira dose da vacina contra a covid-19 a maiores de 65 anos. Com base nos resultados de dois grandes estudos científicos …

E depois de Merkel? Alemanha já sente falta da Chanceler que saiu da sombra para salvar o seu "delfim"

Angela Merkel tinha prometido ficar afastada das eleições legislativas deste domingo, na Alemanha, mas saiu da sombra para apoiar o seu "delfim", o candidato da CDU, Armin Laschet, que deverá disputar a vitória com o …