Arrancar cabelos pode combater… a queda do cabelo

d.r.

Arrancar os cabelos de uma forma específica pode fazer com que mais fios cresçam em seu lugar, de acordo com um estudo desenvolvido nos Estados Unidos.

Os investigadores fizeram experiências retirando cabelos de áreas com configurações de densidade distintas, com o que induziam o organismo a reconhecer lesões com gravidades diferentes e, consequentemente, a responder de forma diferenciada em relação ao tamanho do cabelo que deveria crescer de novo.

A equipa de cientistas, constituída por investigadores da University of Southern California, estava a analisar a forma como os folículos pilosos, que geram os fios de cabelo, comunicam entre si para decidir quantos fios serão regenerados.

Arrancando 200 fios de cabelo em cobaias, os cientistas conseguiram provocar o crescimento de 1300 fios no local. O estudo foi publicado na revista Cell.

A inflamação ajusta-se ao dano

Numa série de experiências, os investigadores removeram 200 folículos pilosos de uma área circular da pele das cobaias.

Quando a remoção foi feita com baixa densidade – removendo folículos numa área de 6 milímetros de diâmetro – não houve nenhuma regeneração.

Mas a remoção em média densidade, com 200 folículos retirados de um círculo de 5 mm, fez com que nascessem 1300 novos fios.

University of Southern California

Quorum sensing: dependendo da maior ou menor densidade do cabelo removido, o organismo reage provocando o crescimento de mais ou menos cabelo

Quorum sensing: dependendo da maior ou menor densidade do cabelo removido, o organismo reage provocando o crescimento de mais ou menos cabelo

Quando a experiência foi feita em densidade mais elevada, com o mesmo número de folículos removidos de um círculo de diâmetro de 4 mm, surgiram 780 novos fios.

Puxar todos os folículos de cabelo fez com que todos voltassem a crescer, mas não surgiu nenhum fio novo.

Os investigadores mostraram que o nível de inflamação na pele foi ajustado de acordo com a amplitude dos danos.

Por meio de uma série de sinais químicos e respostas imunes, o organismo controlou a quantidade de fios que seria regenerada.

A equipa diz que é como se cada cabelo pudesse votar sobre o que acontece após alguns fios serem retirados. Os cientistas baptizaram o conceito de “quorum sensing”.

“O trabalho leva a potenciais novos alvos para o tratamento da alopecia, uma forma de perda de cabelo”, diz o lídes da equipa, Cheng-Ming Chuong, investigador da USC.

Cura para a calvície?

“É realmente um bom trabalho da ciência. A ideia de quorum sensing é inteligente”, disse à BBC Chris Mason, professor de medicina regenerativa do University College de Londres.

Diversos especialistas consideraram os resultados interessantes, mas não estão certos de que o estudo possa conduzir a uma cura para a calvície – um mal que atinge metade dos homens com 50 anos.

“Essa é a pergunta de um milhão de dólares. Não tenho a certeza. Para já, neste caso é preciso antes de mais ter um pouco de cabelo para arrancar…”, diz Mason.

“Já muitas experiências anteriores conseguiram produzir cabelo, mas muito fino, cabelo de bebé, ou demasiado fraco”, acrescenta o professor.

“Mas neste caso, são cabelos adultos, é uma mudança radical“, acrescenta.

ZAP / BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Telescópio FAST detetou três misteriosos sinais rádio do ainda jovem Universo

O gigante telescópio chinês FAST (Five Hundred Metre Aperture Spherical Telescope) detetou três misteriosas rajadas rápidas de rádio (FRB) que ocorreram quando o Universo era ainda jovem. As rajadas rápidas de rádio são um dos …

Áustria reitera rejeição de acordo comercial UE-Mercosul

O Governo austríaco, numa carta enviada ao primeiro-ministro, António Costa, reiterou a sua rejeição do acordo comercial UE-Mercosul e apelou a que Portugal, enquanto presidência da União Europeia (UE), “assegure” que a sua votação seja …

Em Málaga, pode comer-se o pão mais caro do mundo. É feito com ouro e prata

É na padaria espanhola Pan Piña que se confeciona aquele que é, de momento, o pão mais caro de todo o mundo. Este é vendido por uma quantia que pode chegar até aos 3.700 euros …

Novas evidências apontam eventual localização dos destroços do MH370. Jornalista sugere que foi abatido

O chefe da busca fracassada pelo voo MH370 da Malaysia Airlines está a pedir um novo inquérito com base em novas evidências que podem finalmente resolver o mistério do desaparecimento da aeronave há sete anos. De …

Cidade nos EUA testou o rendimento básico universal. "Os números foram incríveis"

Além de a percentagem de pessoas que tinham um emprego a tempo inteiro ter subido, os participantes da iniciativa também relataram sentir-se menos ansiosos. De acordo com o estudo publicado esta quarta-feira, citado pela agência …

Belenenses 0-3 Benfica | Vendaval suíço após o descanso

O Benfica venceu o dérbi com a Belenenses SAD, em jogo a contar para 22ª jornada da Liga NOS, por 3-0. Uma partida que teve uma primeira parte mal jogada e com muitas dificuldades para as …

Investigador apresenta nova geração de drones minúsculos e ágeis. São inspirados em mosquitos

Os mosquitos são insetos incrivelmente acrobáticos e resistentes durante o voo, o que os ajuda a navegar entre rajadas de vento, obstáculos e incertezas. Agora, uma equipa de investigadores construiu um sistema que se aproxima …

OMS considera que a pandemia podia ter sido evitada se alguns países não tivessem sido lentos a reagir

O diretor-geral da OMS afirmou esta segunda-feira que alguns países reagiram lentamente à declaração de emergência sanitária global em janeiro de 2020, desperdiçando-se uma "janela de oportunidade" para evitar a pandemia de covid-19. "A 30 de …

Louvre recupera armadura do século XVI roubada há quase 40 anos

O peitoral e o capacete elaboradamente decorados, que estavam desaparecidos desde 1983, datam do século XVI e voltaram finalmente ao museu do Louvre, em França. Quase quatro décadas depois, um peitoral e um capacete do século …

Queixas por cibercrime disparam. Fraude com MB Way foi o crime mais denunciado

O Ministério Público (MP) da Comarca de Lisboa registou 6676 denúncias por crimes informáticos em 2020, um aumento de 15% (mais 998) face a 2019. MB Way é um dos sistemas onde estão associadas mais …