Arqueólogos japoneses descobrem 24 novos geóglifos em Nazca, no Peru

Bluelemur / Flickr

O Condor das Linhas de Nazca, no Peru

O Condor das Linhas de Nazca, no Peru

Uma equipa de arqueólogos japoneses descobriu 24 novos geóglifos no deserto peruano de Nazca, que podem figurar entre os mais antigos da zona.

Os investigadores da Universidade de Yamagata confirmaram à agência Efe que estas formas geométricas traçadas no solo foram encontradas a um quilómetro e meio a norte da cidade de Nazca e incluem uma figura parecida a uma chama e outras representações menos reconhecíveis que remontariam aos séculos III e V antes de Cristo.

O maior geóglifos encontrado, com cerca de 20 metros de comprimento, tem uma aparência zoomórfica, segundo os investigadores que fizeram a descoberta durante a mais recente investigação em Nazca, levada a cabo entre os meses de dezembro e janeiro.

Esta descoberta foi comunicada ao Governo do Peru, tendo sido também apresentada numa conferência de imprensa em Yamagata, no norte do Japão.

A equipa da universidade começou a investigar no terreno em Nazca em 2004, tendo desde então encontrado 41 figuras, as quais foram reconhecidas como Património da Humanidade pela UNESCO.

Estes geóglifos estão atualmente ameaçados pela “expansão das áreas urbanas”, alertou o arqueólogo Masato Sakai, responsável pela investigação, destacando a necessidades de os preservar e de “partilhar a sua importância com a população local”, em declarações reproduzidas pela agência nipónica Kyodo.

Apesar da sua antiguidade, estas célebres e enigmáticas figuras foram descobertas só depois de 1930 porque a planície da superfície do deserto só permitia que os desenhos se vissem na íntegra a partir do ar ou de colinas circundantes.

A confirmar-se a data estimada pelos arqueólogos japoneses, tratar-se-ia das mais antigas representações de algumas das obras mais conhecidas das Linhas de Nazca, como beija-flores ou macacos.

Património Mundial da UNESCO desde 1994, as Linhas e Geóglifos de Nazca e das Pampas de Jumana, com mais de 2.000 anos de antiguidade, são representações de figuras de diferentes complexidades, que vão desde simples linhas até imagens de animais e plantas, no deserto de Nazca, no Peru.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Os terrenos contaminados de Fukushima vão tornar-se num centro de "energia verde"

Fukushima, local que sofreu um dos maiores desastres nuclear do mundo, vai reinventar-se e tornar-se num centro de energia renovável. Depois de ser atingido por um terramoto e um tsunami de 15 metros em 2011, três …

Cientistas identificaram neurónios específicos que mapeiam memórias

Neurocientistas descobriram um aspeto curioso de como a nossa memória funciona: Quando o cérebro precisa de recuperar informação relacionada com um lugar específico, neurónios individuais podem atingir memórias específicas. De acordo com o estudo publicado na …

Grande tempestade de areia pode ter ditado o fim de um império da Mesopotâmia

O Império Acádio da Mesopotâmia entrou em colapso devido a uma enorme tempestade de areia, sugeriu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Hokkaido, no Japão. Em comunicado, os especialistas explicam …

Encontrado templo milenar usado em rituais pagãos de veneração da água

O local tem 3.000 anos, onde investigadores encontraram 21 sepulturas, bem como várias peças de cerâmica e anéis de cobre. O templo era usado em rituais pagãos de veneração da água. Uma equipa de arqueólogos encontrou …

Elon Musk diz que inovações da Neuralink vão conseguir curar o autismo

Musk disse que a sua empresa Neuralink iria "solucionar uma série de doenças neurológicas", entre as quais o autismo. Contudo, o autismo não é uma doença relacionada com o cérebro, mas sim uma perturbação do …

"Indivíduos desconhecidos" terão obrigado Marinha a apagar vídeo do incidente do USS Nimitz com um OVNI

Vários membros da Marinha que testemunharam o famoso Incidente do USS Nimitiz, em 2004, disseram que "indivíduos desconhecidos" apareceram depois do acontecimento e obrigaram-nos a apagar as gravações de vídeo. Em novembro de 2004, um porta-aviões …

Coreia do Norte detonou bomba atómica equivalente a 17 "Hiroshimas"

Dados de um satélite japonês revelam que a explosão de um teste nuclear na Coreia do Norte, em 2017, terá sido 17 vezes mais poderosa do que a bomba de Hiroshima. A Coreia do Norte estimou que …

Invenção financiada por Bill Gates pode invisivelmente resolver a malnutrição

Uma invenção financiada por Bill e Melinda Gates pode ser a solução para resolver o problema da malnutrição a nível mundial. O próximo passo é conseguir o apoio dos Governos locais. A malnutrição é um problema …

Com a ajuda de um radar, cientistas revelaram pegadas de mamutes e humanos pré-históricos

Espalhados pelo Monumento Nacional de White Sands, nos Estados Unidos, encontram-se os "rastos fantasma" de mamutes mortos há milhares de anos. Agora, investigadores conseguiram revelar pegadas de humanos. De acordo com o Science Alert, esta descoberta, …

A desertificação está progredir na Índia. Mas a solução pode estar no conhecimento tradicional

Quase 45% da área de Maharashtra está a transformar-se em deserto, assim como uma grande parte da Índia. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o ritmo da desertificação no país é agora …