Argentina ganhou: os números de Emiliano e a crítica de Messi

Asociación del Fútbol Argentino

Argentina celebra golo contra o Peru

Resultado positivo diante do Peru não impediu uma “boca” do número 10 ao árbitro. Mais um jogo em que Emiliano Martínez não sofreu golos.

A Argentina está cada vez mais perto de assegurar a presença na fase final do próximo Mundial de futebol. Os argentinos venceram o Peru na noite passada por 1-0, no Estádio Monumental de Núñez.

A selecção da casa dominou a primeira parte em Buenos Aires e conseguiu marcar por Lautaro Martínez, a três minutos do intervalo.

A segunda parte foi bem diferente e o Peru poderia ter saído do duelo com um ponto. Teve mesmo uma grande penalidade a seu favor (a primeira em toda a fase de qualificação para o Mundial 2022) mas Yoshimar Yotún acertou no ferro.

Numa zona de qualificação onde se apuram directamente quatro selecções nacionais, a Argentina está no segundo lugar, com mais nove pontos do que o quinto classificado, o rival Uruguai. Faltam sete jogos para os argentinos.

O Peru está no penúltimo posto, a cinco pontos (mas com cinco selecções pelo meio) dos lugares de qualificação.

A Argentina de Lionel Scaloni chegou aos 25 jogos consecutivos sem perder. É a selecção com melhor registo no futebol actual.

Números e crítica

Nicolás Otamendi, defesa do Benfica, foi titular, tal como Marcos Acuña (ex-Sporting) e Ángel Di María, ex-Benfica.

Quem também foi titular foi Emiliano Martínez. O guarda-redes argentino começa a acumular números interessantes: em 12 jogos pela selecção principal ainda não perdeu, não sofreu qualquer golo em sete desses compromissos, já teve pela frente oito grandes penalidades (e só sofreu três golos) e entretanto já venceu uma Copa América.

Os dados destacados pelo WhoScored deixam a pergunta: o atleta do Aston Villa merece o prémio de melhor guarda-redes do ano?


Lionel Messi também foi titular e, apesar da vitória, criticou o árbitro do jogo, o brasileiro Wilton Pereira Sampaio.

“Jogo duro, difícil de jogar. Muito vento, os peruanos todos atrás, deixando pouco espaço. Este árbitro, sempre que se cruza connosco, faz o mesmo, parece que faz de propósito“, escreveu o avançado no Instagram, sem revelar a origem da sua crítica.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.