Argélia pede à OPEP para travar queda dos preços do petróleo

Tribes of the World

Barack Obama cumprimenta ministros sauditas em Riade, 2009.

Barack Obama cumprimenta ministros sauditas em Riade, 2009.

O ministro da Energia da Argélia, Youcef Yousfi, apelou hoje à Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) para diminuir a produção de forma a travar a queda dos preços e proteger os rendimentos dos seus membros.

“A OPEP deve intervir para corrigir os desequilíbrios, através do corte na produção para aumentar os preços e para defender os rendimentos dos seus países membros”, disse Youcef Yousfi, o ministro da Energia argelino, país em que o petróleo e o gás representam 95% das exportações.

Na semana passada, os ministros do Petróleo da Arábia Saudita e do Kuwait indicaram que os seus países não vão reduzir a produção de petróleo, mesmo que o preço do barril de petróleo desça até os 20 dólares.

Em declarações à agência APS, Youcef Yousfi explicou que a Argélia não pode partilhar a posição dos principais produtores de petróleo, que receiam que a redução da produção pela OPEP possa beneficiar os produtores não membros da organização.

Os preços do petróleo caíram para metade desde meados de junho, de 115 para 55 dólares por barril, devido ao efeito combinado do aumento da oferta, valorização do dólar e a quebra da produção, resultante da desaceleração da economia global.

Na Argélia, o petróleo é a principal fonte de receitas do Estado, representando cerca de 60% do orçamento.

O colapso do preço do petróleo já levou o Governo argelino a adotar um primeiro pacote de medidas de austeridade, congelando o recrutamento de funcionários.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Termina esta terça-feira o prazo para reclamar das despesas para IRS

O prazo para consultar e reclamar das despesas gerais e familiares apuradas pelo fisco para efeitos de deduções à coleta termina esta terça-feira. Os contribuintes têm até esta terça-feira, 31 de março, para consultar e reclamar …

Ryanair avança com lay-off em Portugal a partir de 1 de abril

A Ryanair vai avançar com o lay-off simplificado, considerando o recurso à medida "indispensável para a manutenção da viabilidade e preservação dos postos de trabalho". Segundo a comunicação da sucursal em Portugal aos sindicatos relativamente à …

Recibos verdes arriscam ficar sem apoio em abril

A Segurança Social só vai disponibilizar o formulário para requerer apoio por paragem total de atividade a partir de 1 de abril. O apoio para minimizar os danos económicos dos trabalhadores independentes que enfrentem paragem …

Ex-benfiquista Jiménez só sai do Wolves por 90 milhões

O Wolverhampton só está disposto a negociar Raul Jiménez por uma verba a rondar os 90 milhões de euros. O antigo jogador do Benfica é perseguido por Arsenal e Manchester United. Raul Jiménez tem dado que …

Mais 1.035 casos de covid-19 em Portugal. Cerco sanitário no Porto rejeitado

A Direção-Geral da Saúde (DGS) dá conta de 7.443 pessoas infetadas com covid-19 até às 11h desta terça-feira, um aumento de 1.035. O número de vítimas mortais subiu para 160. De acordo com o novo boletim …

Reclusos podem ser libertados para evitar "catástrofe" nas prisões

O contágio de covid-19 entre guardas e reclusos nas prisões portuguesas será tão ou mais “catastrófico” do que nos lares de terceira idade. A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, prometeu que vai decidir o …

FNE defende exames em setembro e cancelamento das provas de aferição

A Federação Nacional de Educação (FNE) defende que as provas de aferição e os exames de 9.º ano devem ser cancelados "e que os exames de 11.º e 12.º anos devem ser adiados para setembro". Esta …

Benzema lança críticas a Giroud: "Não confundam um Fórmula 1 com um kart"

"Não vamos confundir um Fórmula 1 com um kart e estou a ser gentil", disse Benzema quando questionado se Olivier Giroud era melhor do que ele. Em quarentena obrigatória, o avançado francês do Real Madrid, Karim …

Afinal, pico da pandemia de covid-19 pode ser já em abril

Ao contrário da última previsão de Marta Temido, que apontava o pico da pandemia para o final de maio, alguns epidemiologistas consideram que pode acontecer já em abril. As mais recentes previsões do Governo, comunicadas pela …

Vêm aí os primeiros ventiladores made in Portugal (e viseiras para médicos feitas em fábrica de autoclismos)

A indústria portuguesa está a fazer um esforço para se adaptar às restrições provocadas pela pandemia de Covid-19, contribuindo, ao mesmo tempo, para ajudar a produzir equipamentos que fazem falta nos hospitais. É o que …