A “Arca Perdida” com os Dez Mandamentos pode estar escondida na Etiópia

Art Gallery of New South Wales / Wikimedia

Josué atravessa o Rio Jordão com a Arca da Aliança, óleo de Benjamin West (1800)

Novas evidências apontam que a Arca da Aliança, o cofre coberto de ouro que se acredita que preserva Os Dez Mandamentos da Lei de Deus, estará escondida na Etiópia, “vigiada em permanência por um guardião”.

As novas provas foram anunciadas pelo BASE, Instituto de Pesquisa e Exploração em Arqueologia Bíblica , uma entidade privada fundada por um antigo polícia de investigação norte-americano, que se dedica à procura de vestígios arqueológicos que sustentem os relatos bíblicos.

A Bíblia refere que a Arca da Aliança, um cofre de madeira coberto de ouro, contém duas tábuas de pedra com os Dez Mandamentos que Deus entregou a Moisés no Monte Sinai, em Israel. E há muito que se especula onde é que estarão os vestígios deste objecto sagrado.

A Etiópia é um dos possíveis destinos apontados, tal como o Monte Nebo em Israel, o Egipto ou diferentes locais na Europa.

Mas agora “a equipa do BASE descobriu evidências convincentes de que a Arca pode muito bem ter sido levada até ao rio Nilo para um eventual local de descanso nas terras altas remotas da antiga Kush – a Etiópia dos dias modernos”, aponta a entidade numa nota no seu site.

Esta teoria aponta que a Arca terá sido levada do Templo do Monte em Jerusalém, durante o reinado de Manassés I, para uma colónia judaica na Ilha Elefantina no Egipto. Daí terá sido levada para o Lago Tana na Etiópia, na ilha de Tana Kirkos que é considerada sagrada e que só é habitada por monges cristãos.

A Arca terá depois sido transferida da ilha para Aksum, cidade no norte da Etiópia que é considerada Património Mundial pela UNESCO desde 1980, onde se encontrará guardada na Igreja de Nossa Senhora de Sião.

O BASE assegura que falou com “o Guardião da Arca” na Igreja de Aksum, salientando que este homem vive numa zona cercada, protegendo-a em permanência. Será o único que pode olhar para a Arca por se tratar de um objecto sagrado, e só abandonará o local quando morrer e for substituído por um novo guardião.

Apesar das alegações dos especialistas do BASE, não há imagens que o comprovem, nem sequer do “guardião da Arca”.

Mas o Instituto assegura que elementos da sua equipa falaram com “um padre de 105 anos” que esteve colocado na Igreja de Nossa Senhora de Sião e que afirma ter visto a Arca durante um período de transição, depois da morte do anterior “guardião”, descrevendo-a como “uma caixa dourada com dois anjos alados no topo”.

Apesar de destacar estas evidências, o BASE trata de notar que “não alega que encontrou a Arca da Aliança”, mas uma possível “candidata”.

“Concluímos que a Igreja de Nossa Senhora de Sião em Aksum, é o local de descanso de uma incrível réplica da Arca da Aliança bíblica, ou da verdadeira Arca da Aliança“, aponta o instituto.

Susana Valente SV, ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Incrível, um tão ilustre investigador é um Zero em geografia e não sabe que o Sinai não é em Israel (apesar de ter sido durante uma temporada), mas sim no Egipto. Não é correcto dizer que Arca da Aliança tem as duas Tábuas de Moisés com o Dez Mandamentos, mas sim os cacos das Tábuas, pois Moisés partiu as ditas mal-disposto quando viu o forrobodó dos hebreus que perderam a paciência enquanto o Profeta esperavam da sua escalada ao Sinai, além disso tem também outras relíquias religiosas da época. A lenda que a Arca está na Etiópia é coisa antiga, criada pelos judeus etíopes, os Falashas, para manterem a sobrevivência da comunidade. Por fim toda a gente sabe que a Arca já foi encontrada. Indiana Jones encontrou a Arca, ou ninguém viu o filme 🙂

  2. Bom dia !!
    Eu acredito que absolutamente ninguem tem posse da arca da aliança juntamente com as tabuas das leis..
    Mas que esta guardada sobre os cuidados do proprio Deus..

RESPONDER

Arquivos da polícia do Estado Islâmico revelam como era a vida sob o califado

Arquivos da polícia do Estado Islâmico, conhecida como shurta, revelam como era a vida sob o califado. Os polícias eram tão bem pagos que não podiam ser subornados. Não é sempre que os regimes mirram …

Barco português detido por ancorar ilegalmente em águas da Malásia

Um navio mercante registado em Portugal está retido na Malásia por ter alegadamente ancorado em águas territoriais do país sem autorização, avançou esta sexta-feira a Guarda Costeira malaia. Num comunicado, Nurul Hizam Zakaria, diretor da agência …

”Eficácia e qualidade”. OMS aprova vacina chinesa da Sinopharm

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou, esta sexta-feira, o uso de emergência da vacina chinesa contra a covid-19 da Sinopharm. Trata-se da primeira vacina desenvolvida pela China a ser aprovada pela organização, lembra a agência …

Sem estado de emergência não pode haver confinamento de pessoas saudáveis

O constitucionalista Jorge Reis Novais defendeu hoje que sem estado de emergência que suspenda a garantia do artigo 27.º da Constituição não pode haver confinamento de pessoas saudáveis, até uma eventual revisão constitucional. Por outro lado, …

"Neuro-direitos". O Chile quer proteger os seus cidadãos do controlo da mente

O Chile quer tornar-se o primeiro país a proteger as pessoas do controlo da mente, à medida que a capacidade de mexer com cérebros se aproxima cada vez mais da realidade. O senador Guido Girardi está …

Emprego, formação e pobreza. Cimeira Social marca "o mais ambicioso compromisso" da UE

A Cimeira Social arrancou, nesta sexta-feira, no Porto, com a presença de 24 dos 27 chefes de Estado e de Governo da UE, num evento que pretende definir a agenda social da Europa para a …

"Uma cena da Idade Média". Refugiado encontrado morto e cercado de ratos em acampamento grego

O jovem, proveniente da Somália, foi encontrado morto dentro de uma tenda no início desta semana. No momento em que as autoridades chegaram ao local, cerca de 12 horas após a morte do rapaz, o …

Coreia do Norte alega que a covid-19 poderia flutuar em balões vindos do Sul

A Coreia do Norte pediu aos seus cidadãos que não leiam panfletos de propaganda enviados através de balões do Sul, alegando que a covid-19 poderia entrar no país através das gotículas. De acordo com a agência …

Autoagendamento a partir dos 60 anos deve arrancar no final da próxima semana

O autoagendamento para a vacinação contra a covid-19 deverá passar a contemplar as pessoas a partir dos 60 anos, em vez dos atuais 65, já no final da próxima semana, adiantou hoje à Lusa fonte …

Comandos. MP pede condenação de cinco arguidos a penas entre dois e 10 anos de prisão

O Ministério Público (MP) pediu hoje a condenação de cinco dos 19 arguidos no processo relativo à morte de dois recrutas dos Comandos, em 2016, a penas de prisão entre dois e 10 anos. Nas alegações …