Apenas 10% da população escreve com a mão esquerda. Cientistas lutam para explicar porquê

Em praticamente qualquer lugar do globo, apenas 10% das pessoas são canhotas, isto é, têm maior habilidade com o lado esquerdo do corpo, especialmente com a mão, comparativamente com o lado direito.

Os cientistas tentam há pelo menos um século perceber porque é que esta proporção – 1 em 10 – é tão desequilibrada e vigora numa escala semelhante em quase todo o planeta.

Serão fatores genéticos? Ou sociais? Tal como refere o portal Science Alert, não parece haver uma só justificação para este fenómeno – serão vários os motivos que separam de forma tão drástica o número de destros e canhotos.

Quando pegamos num lápis ou chutamos uma bola tendemos a fazê-lo sempre com um lado do corpo, seja a mão ou pé direito ou esquerdo. Segundo explicou à emissora britânica BBC o especialista Hannah Fry, estas assimetrias podem ser encontradas em praticamente todo o corpo humano, desde os nossos pés ao cérebro.

Mas há uma pergunta que continua sem resposta: porque é que o rácio entre destros e canhotos não é 50/50? A resposta não é linear.

Alguns especialistas sugerem que se trata de uma questão social: a cooperação social, desenvolvida ao longo de milhares de anos terá dado aos destros o domínio. Isto é, quando as comunidades interagem juntas, no que toca à partilha de ferramentas e espaços, usar a mesma mão do que todos os outros é benéfico.

Outra concorrente avançada pelos cientistas defende que esta situação está relacionada com a forma como o cérebro se organiza em dois hemisférios, com a metade esquerda deste órgão a controlar o lado direito do corpo e, em igual sentido, a metade direita a controlar o lado esquerdo do corpo.

Tal como refere o mesmo portal de Ciência, se o cérebro da maioria das pessoas usa o hemisfério esquerdo para controlar a linguagem intensiva e as habilidades motoras finas, este viés acaba por fazer com que a mão direita domine.

Outras das hipóteses mais comuns para explicar a raridade dos canhotos está relacionada com uma mutação genética: no nosso passado distante, uma alteração genética fez com que os centros de linguagem do cérebro humano se deslocassem para o hemisfério esquerdo, causando o domínio dos destros, tal como explicou Alasdair Wilkins ao portal Gizmodo, em meados de 2011.

A genética pode, efetivamente, ter um papel para explicar o fenómeno, mas não é capaz de explicar tudo. Isto porque os canhotos são mais propensos a ter filhos canhotos quando comparados com pais destros, mas, ainda assim, tendem, no geral, a ter filhos destros.

E os ambidextros?

Os cientistas lutam, há anos, para tentar identificar exatamente quais os genes que são responsáveis pelo domínio dos destros, mas não há consenso. Há ainda outros estudos científicos que relacionam esta discrepância com outros fatores como os níveis de estrogénio e posição do feto ao nascimento.

Os cientistas parecem ter em cima da mesa muitas possíveis justificações mas não sabem como relacioná-las e, por isso, não podemos afirmar ao certo porque é que nascemos destros ou canhotos. Os cientistas certamente continuarão os trabalhos para explicar o fenómeno e, depois, terão de responder a outra pergunta.

E os ambidextros?

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal é o país da União Europeia com mais confiança nas vacinas

Portugal é o país da União Europeia (UE) onde a população tem mais confiança nas vacinas contra a covid-19, com 95% dos inquiridos a considerarem as vacinas seguras, segundo um Eurobarómetro publicado esta quinta-feira pela …

Estas são as dez profissões mais bem pagas em Portugal

O ManpowerGroup fez o levantamento das das dez profissões mais bem pagas do país. Esses profissionais recebem até 150 mil euros por ano. Com base no levantamento das dez profissões mais bem pagas do país, fornecido …

Nave espacial chinesa com três astronautas acopla na nova estação espacial

A nave espacial chinesa que partiu ao início do dia de hoje com uma tripulação de três pessoas já acoplou na nova estação espacial da China, para uma missão de três meses, noticia a imprensa …

Vagas só vão aumentar nos cursos com notas mais altas

Para já, apenas os cursos procurados pelos alunos com médias mais elevadas vão poder aumentar o número de vagas disponíveis no concurso nacional de acesso deste ano. De acordo com o jornal Público, o Governo afastou, …

Novo Banco. "O que a Caixa deseja é que este processo acabe"

O presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos (CGD) disse, esta quarta-feira, no Parlamento, que o desejo do banco público é que o processo relativo ao financiamento ao Novo Banco acabe. "O que, pessoalmente, a Caixa …

Boris Johnson diz que ministro da Saúde “não tem salvação possível” em mensagens reveladas por ex-assessor

Boris Johnson terá enviado mensagens escritas a um dos seus principais assessores, Dominic Cummings, onde descrevia o ministro da saúde como “sem porra de salvação possível”. Esta quarta-feira, as fotografias das mensagens trocadas entre Johnson e …

Portugal tem o dobro dos casos de covid-19 que existiam há um ano

O número de casos de covid-19 ativos em Portugal neste momento é mais do dobro do que há um ano atrás. A média diária de novos casos é quase o triplo. Apesar de 42% da população …

Sporting prestes a garantir contratação de Daniel Wass, antigo lateral do Benfica

O Sporting está muito perto de garantir a contratação de Daniel Wass ao Valência. O dinamarquês já passou pelo Benfica e pode custar agora 2 milhões de euros. Depois de as negociações com o Sporting de …

Portugal com testes negativos à covid-19 antes do jogo com a Alemanha

Os jogadores, equipa técnica e restantes membros da seleção tiveram resultados negativos nos testes à covid-19, realizados três dias antes do jogo com a Alemanha, revelou, esta quinta-feira, fonte oficial da Federação Portuguesa de Futebol …

Quatro anos depois do incêndio de Pedrógão, ainda há casas por reconstruir

Esta quinta-feira, assinalam-se quatro anos do grande incêndio de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, que provocou a morte a 66 pessoas. Quatro anos depois do incêndio de Pedrógão Grande, que deflagrou ao início da tarde …