Ao estilo LEGO. Torre de blocos de cimento armazena energia renovável

A ideia de armazenar energia nas montanhas através do uso de areia chamou a atenção graças ao seu aspeto ambiental, mas talvez seja possível dispensar as montanhas da equação com este novo método de armazenamento de energia renovável.

A energia renovável é uma ótima opção num mundo em que se tornam cada vez mais emergentes as soluções amigas do ambiente, mas o que podemos fazer quando o sol não brilha e o vento não se faz sentir? A Energy Vault parece ter encontrado a solução.

O calcanhar de Aquiles das energias renováveis é, precisamente, a dificuldade em armazenar energia. Robert Piconi, CEO da Energy Vault, explicou que a busca por uma solução começou há dois anos, quando a empresa escolheu não investir em tecnologias já conhecidas, como baterias, para armazenar eletricidade.

“Este tipo de soluções requerem o uso de substâncias químicas ou metálicas, como o lítio, substâncias essas que têm um forte impacto sobre o meio ambiente“, disse, adiantando ainda que a eficiência das baterias diminui com o tempo.

A solução encontrada pela empresa consiste numa gigantesca torre de blocos de cimento, cada um com um peso aproximado de 35 toneladas. Ao estilo LEGO, um guindaste com seis braços integrado no centro move os blocos de cima para baixo, usando energia renovável.

Durante o movimento descendente, causado pela força gravitacional, a energia armazenada é convertida em energia elétrica, sem que haja perda de energia. Segundo o Swiss Info, um software controla automaticamente o processo de carga e descarga na torre, e leva em conta fatores como o vento, que podem ter efeito sobre os blocos.

Este sistema assemelha-se ao princípio das centrais hidroelétricas reversíveis, que aproveitam a diferença de altura de duas bacias hidrográficas. Em relação a estas centrais, a torre de blocos tem uma vantagem: pode ser construída em qualquer lugar. Além disso, os preços são muito baixos e o grau de eficiência energética é de 80%, esclarece o responsável.

Segundo a empresa, uma torre de 120 metros de altura permite armazenar até 35 megawatt-hora (MWh), o suficiente para abastecer de duas a três mil residências durante oito horas.

Em novembro, a Energy Vault apresentou um pedido de construção de um protótipo: uma torre com 60 metros de altura nos arredores de Bellinzona, na Suíça. A construção irá permitir otimizar o software e os processos de movimentação dos blocos de cimento.

Se o teste for bem sucedido, o produto poderá ser lançado no mercado já em 2020.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Governo quer reabrir ensino secundário a 4 de maio. Telescola deve arrancar depois da Páscoa

O Governo está a preparar a reabertura das escolas apenas para o ensino secundário para 4 de maio. Ainda falta ouvir a Direção-geral da Saúde, os especialistas, o Conselho Nacional de Educação e o Conselho …

“Não há razão para alarme”. Governo quer perdoar penas até dois anos e antecipar liberdade condicional

A proposta de lei do Governo que estabelece um regime excecional para as prisões, no âmbito da pandemia covid-19, já deu entrada na Assembleia da República, podendo ser consultada na página oficial do Parlamento. No diploma, …

O nosso cérebro evoluiu para acumular mantimentos (e julgar os outros por fazer o mesmo)

O nosso cérebro evoluiu de uma forma que, em situações de stress, acumulamos mantimentos e julgamos os outros por fazer exatamente o mesmo. Os media estão repletos de histórias – e a condenação – de pessoas que …

Autarca de Vieira do Minho denuncia: testes estão a ser desviados para Lisboa

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Gerês/Cabreira, Vieira do Minho, detetou 77 infetados pelo novo coronavírus, com os autarcas da área a reclamarem contra a demora na distribuição de testes, disse esta sexta-feira à …

Trump recomenda uso de máscaras (mas recusa-se a usá-las)

Esta sexta-feira, os Estados Unidos tiveram, pelo quarto dia consecutivo, o maior número de mortes em 24 horas, num total de 1.094, e contam com quase 30 mil novos casos. No seu briefing diário, de acordo …

A Antártida já foi uma floresta tropical

A Antártida pode ter sido o lar de ecossistemas quentes e pantanosos cercados por fetos e árvores coníferas há 90 milhões de anos, altura marcada pelo auge dos dinossauros. Uma análise do solo antigo extraído da …

Algumas estrelas têm "veneno" dentro de si (e é por isso que explodem)

Algumas estrelas têm um "veneno" dentro de si: o elemento néon no núcleo das estrelas pode desencadear uma reação química que leva a uma morte definitiva e explosiva. Estrelas menos massivas, como o nosso Sol, expandem-se …

Criada tecnologia que traduz pensamentos diretamente em texto

Uma equipa de investigadores diz ter criado um sistema capaz de traduzir sinais cerebrais diretamente em texto escrito. Este é um passo promissor para que no futuro seja possível escrever num computador apenas com o …

Desaparecimentos, mistérios e lendas. O Triângulo do Alasca pode ser mais perigoso do que o das Bermudas

Milhares de pessoas desaparecem todos os anos no estado norte-americano do Alasca, fazendo lembrar as histórias do Triângulo das Bermudas, onde aviões e navios desapareceram sem deixar rastro. De acordo com a revista The Atlantic, três …

Descobertas sete novas aranhas-pavão. E uma parece um quadro de Van Gogh

Foram encontradas sete novas espécies de aranha do género Maratus. E há uma que se destaca por se parecer com "A Noite Estrelada", famoso quadro de Vincent Van Gogh. Nos últimos anos, as aranhas-pavão (do género Maratus) …