Os antigos maias usavam sal como moeda de troca, sugere novo estudo

Rogelio Valencia / Proyecto Arqueológico Calakmul

Mural pintado há mais de 2.500 anos é o primeiro registo do uso de sal num mercado maia

Um estudo recente da Louisiana State University revela que os antigos maias produziam sal e que, possivelmente, o usavam como moeda de troca.

O primeiro registo documentado de que o sal era usado nos mercados dos antigos maias está retratado num mural, pintado há mais de 2.500 anos em Calakmul, no México.

No mural, que retrata o quotidiano daquele povo, está ilustrado um vendedor que mostra aquilo que parece ser um bolo de sal embrulhado em folhas a outra pessoa. Esta, por sua vez, segura uma colher grande sobre uma cesta, presumivelmente de sal granulado.



“Bolos de sal poderiam ter sido facilmente transportados em canoas ao longo da costa e rios no sul de Belize”, disse Heather McKillop, arqueóloga do Departamento de Geografia e Antropologia da Louisiana State University, nos Estados Unidos.

Em 2004, McKillop e a sua equipa descobriram os primeiros vestígios de antigos edifícios de cozinhas de sal, feitos com postes e palha que haviam sido submersos e preservados numa lagoa de água salgada num manguezal, em Belize.

Desde então, os investigadores mapearam 70 locais que compreendem uma extensa rede de salas e edifícios da Paynes Creek Salt Works.

“É como uma planta para o que aconteceu no passado. Eles (o povo Maia) estavam a ferver salmoura em panelas sobre o fogo para fazer sal”, explicou McKillop.

No Paynes Creek Salt Works, os arqueólogos descobriram 4.042 postes de madeira submersos: uma canoa, um remo, uma ferramenta de jade, ferramentas de pedra usadas para salgar peixes e carne, e centenas de peças de cerâmica.

“Acho que os antigos maias que trabalharam aqui eram produtores-vendedores e levavam o sal rio acima numa canoa”, disse a autora principal do estudo, McKillop.

“Estavam a produzir grandes quantidades de sal, muito mais do que precisavam para as suas famílias imediatas. Este era o modo de vida deles“, acrescentou.

Para o estudo, foram examinadas centenas de peças de cerâmica, incluindo 449 recipientes.

Os arqueólogos descobriram, então, que os potes de cerâmica usados ​​para ferver a salmoura tinham um volume padronizado, o que significa que os produtores de sal estavam a fazer unidades padronizadas de sal.

“Produzido como unidades homogéneas, o sal pode ter sido usado como dinheiro nas trocas”, revelou McKillop.

O artigo foi publicado na revista científica Journal of Anthropological Archaeology.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Aos 60 anos, vice-presidente do Suriname participou em jogo internacional (e distribuiu dinheiro no balneário)

Aos 60 anos, o vice-presidente do Suriname, Ronnie Brunswijk, jogou 54 minutos de uma partida internacional de clubes. No final, distribuiu dinheiro pelos jogadores no balneário. Ronnie Brunswijk, vice-presidente do Suriname, tem 60 anos e é …

Rui Costa é candidato à presidência do Benfica num "dos momentos mais desafiantes da história" do clube

Rui Costa vai candidatar-se à presidência do Benfica nas eleições para o quadriénio 2021-2025, marcadas para 9 de outubro, anunciou esta terça-feira o ex-futebolista internacional português, que assumiu a liderança do clube lisboeta após a …

Pirâmide Maia foi construída em resposta a uma erupção vulcânica

Uma equipa de arqueólogos que estava a fazer escavações perto da enorme pirâmide Maia no Vale Zapotitán, em El Salvador, descobriu algo impressionante. Os investigadores descobriram que a pirâmide Maia de San Andrés começou a ser …

Inédito: competição vai juntar todas as equipas de dois campeonatos

Já a pensar no Mundial 2026, a Leagues Cup vai ser realizada todos os anos, com os clubes da Major League Soccer e da Liga MX. Será um "capítulo monumental para o futebol norte-americano", seguindo palavras …

Estado paga 460 mil euros por mês em subvenções vitalícias. Ex-político recebe o valor mais alto

Há 310 ex-políticos e ex-juízes que têm direito a receber uma subvenção vitalícia do Estado. O número baixou um pouco relativamente a 2020, mas, ainda assim, representa um gasto mensal de 460 mil euros de …

Carlos Alexandre nega levantamento do arresto de bens de Salgado

O juiz Carlos Alexandre recusou o pedido de Ricardo Salgado de levantamento do arresto dos bens móveis, pensão e contas bancárias, no âmbito do processo do Universo Espírito Santos e do Monte Branco. A defesa de …

Bola de fogo de mil Hiroshimas destruiu cidade inteira (e pode ter inspirado história bíblica)

Um asteróide atingiu Tall el-Hammam há cerca de 3.600 anos, destruindo toda a cidade e matando toda a sua população. A explosão pode ter inspirado a história bíblica de Sodoma. Enquanto os habitantes de uma antiga …

António Costa sobre a Galp: "Era difícil imaginar tanto disparate, tanta asneira, tanta irresponsabilidade, tanta falta de solidariedade"

Intenção de "dar uma lição" à empresa foi manifestada por António Costa numa ação de campanha, o que gerou críticas por parte dos partidos da oposição que relembraram o seu estatuto de primeiro-ministro e o …

Indústrias criativas são "fator de aceleração e crescimento" económico no país

O ministro de Estado e da Economia, Pedro Siza Vieira, disse esta terça-feira que o Governo tem identificado as indústrias criativas como “um fator de aceleração e crescimento” da atividade económica no país, reconhecendo que …

Rui Moreira garante maioria absoluta (com resultado superior a 2017). PS cai a pique

O presidente da câmara do Porto deverá consolidar a sua legitimidade à frente da autarquia. Por sua vez, o PS corre o risco de perder dez pontos percentuais de votos face a 2017. O estudo …