Cientistas já sabem por que os nossos antepassados usavam esferas de pedra

Assaf et al., PLOS One, 2020

Cientistas usaram réplicas das esferas de pedra da caverna de Qesem, em Israel

Um novo estudo descobriu uma causa plausível para estas esferas de pedra: Os nossos antepassados poderiam usá-las para esmagar ossos abertos, e para alcançarem a medula nutritiva no seu interior.

Sítios arqueológicos localizados no hemisfério norte mostram que, onde havia Hominini, havia também, geralmente, umas esferas de pedra que sugeriam ter sido modeladas de propósito para ficarem com essa forma.

Agora, escreve o site Science Alert, uma equipa internacional de cientistas examinou 29 dessas pedras encontradas na caverna de Qesem, em Israel, ocupada pelos primeiros humanos entre 400 mil e 200 mil anos.

Todas, com exceção de uma, eram feitas de dolomita ou calcário distintos de outras rochas encontradas naquela região, e tinham uma pátina diferente das outras ferramentas encontradas na caverna.

Isto sugere que as bolas de pedra foram armazenadas num ambiente diferente durante algum tempo antes de acabarem na caverna de Qesem, um fenómeno consistente com descobertas anteriores feitas no mesmo local.

Ou seja, escreve o mesmo site, os habitantes tinham o hábito de reciclar ou, por outras palavras, encontrar ferramentas noutros lugares e levá-las para casa para uso próprio.

Dessas 29 esferas, dez mantinham traços de uso e de resíduos, tendo sido analisadas minuciosamente pelos cientistas, que descobriram que estes apoiam o uso destas pedras na extração de medula óssea.

De seguida, a equipa fez réplicas destas esferas para partir ossos de vaca e ovelha e, assim, poder determinar a sua eficácia. Resultado: conseguiram quebrar os ossos abertos para chegar à medula.

O estudo foi publicado, no passado dia 9 de abril, na revista científica PLOS One.

No ano passado, uma outra investigação já tinha mostrado que a medula óssea era uma parte muito importante da dieta dos Hominini que habitavam esta caverna (tão importante que a armazenariam durante até nove semanas).

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Quanto a mim era para quando lutavam à pedrada uns contra os outros, não abrirem tão facilmente a cabeça ao adversário, pois as urgências dos hospitais já nessa altura estavam sempre lotadas pois os governos da época faziam muitas cativações a prever o futuro.

RESPONDER

Novo comboio-bala entra ao serviço na linha Tóquio-Osaka

O mais novo modelo de comboio-bala do Japão - o N700S - entrou ao serviço no dia 1 de julho, numa jornada inaugural de Tóquio a Osaka. A série N700S (sendo que o "S" significa "Supreme") …

Kanye West anuncia candidatura à Presidência dos EUA

O músico norte-americano Kanye West anunciou este sábado, Dia da Independência dos Estados Unidos, a sua candidatura à Casa Branca, depois de ter apoiado anteriormente o atual Presidente e candidato à reeleição, Donald Trump. "Agora devemos …

Vídeo revela, pela primeira vez, como é que o cérebro se livra dos neurónios mortos

Uma equipa de cientistas conseguiu usar, pela primeira vez, uma técnica que "mata" uma célula cerebral isolada e permite observar o processo de limpeza do sistema nervoso em tempo real. A equipa de investigadores conseguiu registar …

Reutilizável, dobrável e esterilizável. Novo "escudo" protege profissionais de saúde

Uma equipa de cientistas desenvolveu, recentemente, um dispositivo dobrável em forma de tenda que atua como um escudo físico para os profissionais de saúde na linha da frente contra a covid-19. A tenda redutora de gotículas …

O Lamborghini mais potente acelera dentro de água. É um iate com 4.000 cavalos

O resultado da primeira colaboração entre a a Lamborghini e os especialistas da Tecnomar é um iate de luxo, com 4.000 cavalos que recria a sensação de condução de um superdesportivo dentro de água. O mais …

Aproxima-se o lançamento do rover Perseverance

O rover Perseverance da NASA está a menos de um mês da data de lançamento prevista para 20 de julho. A missão de astrobiologia do veículo vai procurar sinais de vida microscópica passada em Marte, explorar …

Benfica 3-1 Boavista | Águias põem fim a quarentena caseira

O Benfica venceu na noite deste sábado o Boavista, naquele que foi o primeiro triunfo caseiro após a retoma da Liga. Poderá ter sido a redenção das águias? Após ter somado apenas dois triunfos, quatro desaires …

Cortina do abraço permite às famílias reencontrar os familiares num lar de São Paulo

Abraçar, tocar e até dançar. Uma cortina do abraço permite que filhos visitem seus pais residentes numa casa de repouso em São Paulo. O empresário Bruno Zani, autor da criação, pretende agora colocar a cortina …

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas com os amigos

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas não só com as suas progenitoras mas também com os seus pares, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Leeds, no Reino Unido. De acordo …

Entre uma "história de recusas" e uma “opção clara” pelos interesses do grande capital

A líder do BE disse hoje que a legislatura do Partido Socialista tem sido a “história das recusas” tanto sobre um acordo no final das eleições 2019, seja na recusa dum Orçamento Suplementar para lá …