Os animais começaram a fazer sons para poderem conversar no escuro

O reino animal está cheio de diferentes vocalizações. A produção sonora apareceu há entre 100 milhões e 200 milhões de anos e a sua origem está fortemente ligada à vida no escuro.

Os vertebrados são animais com espinha dorsal, abrangendo cinco grupos principais – pássaros, peixes, répteis, anfíbios e mamíferos. Uma equipa da Universidade do Arizona e da Universidade Henan Normal da China decidiu investigar a evolução da comunicação acústica em vertebrados que habitam a terra, olhando para trás até 350 milhões de anos.

Os cientistas criaram uma vasta árvore da vida que incorporava 1.800 espécies e anotaram se cada animal usava o som para comunicar ou se utilizava outros meios. Depois, usaram análise estatística para determinar se a comunicação acústica evoluiu separadamente em cada grupo e se a ausência de luz pode ter desempenhado um papel nessa evolução.

De acordo com o estudo publicado este mês na revista científica Nature Communications, a equipa concluiu que o ancestral comum dos vertebrados não usava comunicação vocal, o que significa que diferentes grupos de animais deverão ter evoluído para comunicar usando o som de forma independente nos últimos 100 a 200 milhões de anos.

Os animais precisam de comunicar para transmitir todo o tipo de informação, desde tentar impressionar um potencial parceiros até alertar os outros sobre algum perigo iminente.

Além disso, os cientistas descobriram uma ligação entre a evolução da comunicação acústica e os animais noturnos. Afinal, cores e movimentos corporais não servem para comunicar na ausência de luz.

Por outro lado, embora a escuridão fosse necessária para que as vocalizações aparecessem, esses sons permaneciam em animais que agora só estão ativos durante o dia. Os cientistas acreditam que o coro do amanhecer criado por pássaros musicais pode ser um remanescente do comportamento noturno dos seus ancestrais.

“Parece haver uma vantagem na evolução da comunicação acústica quando se está ativo à noite, mas não há nenhuma desvantagem quando se muda para ativo durante o dia”, disse John J. Wiens, da Universidade do Arizona, em comunicado. “Temos exemplos de comunicação acústica mantidos em grupos de sapos e mamíferos que se tornaram diurnos, mesmo que ambos os sapos e mamíferos tenham começado a ser ativos à noite há centenas de milhões de anos”.

A equipa também concluiu que a capacidade de vocalizar não impulsionou a especiação – o surgimento de novas espécies – dentro de diferentes grupos de animais, algo que se pensava anteriormente.

Aves e crocodilos usam comunicação acústica, mas existem muitos milhares de espécies de aves e apenas 25 de crocodilos. Cobras e lagartos são criaturas calmas, mas compreendem 10 mil espécies. Os mamíferos incrivelmente vocais incluem apenas seis mil espécies. Portanto, parece que não há uma ligação óbvia entre o número de novas espécies que apareceram ao longo do tempo e a capacidade de comunicar através de sons.

De acordo com os investigadores, as descobertas destacam a importância do ambiente de um animal na evolução de novas habilidades e comportamentos e que milhões de anos de exposição a diferentes fatores ecológicos moldaram as espécies com as quais partilhamos o nosso planeta hoje.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Estado pode deixar de ganhar dinheiro com empréstimo ao Novo Banco

Atualmente, o Fundo de Resolução paga juros de 2% e 1,38% pelos empréstimos contraídos junto do Estado para financiar as medidas de resolução do BES e do Banif, respetivamente. Porém, esse valor pode descer para …

Equipa de campanha de Trump processa The New York Times por difamação

A equipa de campanha de Donald Trump processou o The New York Times. Em causa está um artigo publicado em março do ano passado. A equipa de campanha de Donald Trump alega que o jornal publicou, …

Enfermeiros que deixem de ser chefes regressam ao início da carreira

Há enfermeiros que regressaram ao início de carreira depois de terem abandonado as suas funções de chefia, revela o jornal Público. Tal como escreve o matutino, que avança a notícia esta quinta-feira, para que estes …

"Ronaldo foi abandonado pela equipa". Imprensa italiana arrasa Juve e elogia CR7

O Lyon tirou partido do fator casa e surpreendeu a octocampeã italiana, Juventus, em França, e ganhou esta quarta-feira uma vantagem importante - embora ténue - na eliminatória com os bianconeri para a Liga dos …

Costa desaconselha viagens de finalistas. Associação de pais diz que "não vale o risco"

O primeiro-ministro, António Costa, admitiu esta quinta-feira que Portugal acabará por ter casos de coronavírus "mais cedo ou mais tarde". No entender líder do Executivo, que falava aos jornalistas em Bragança à margem da primeira …

Esquerda está contra, PSD não dá a mão. Montijo está em risco (mas "não há drama")

O ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, vai respeitar a decisão da maioria do Parlamento. "Acataremos, não há drama". Esta quarta-feira, Pedro Nuno Santos respondeu às críticas da esquerda acerca da vontade do Governo …

Reino Unido admite abandonar negociações com a União Europeia

O Governo britânico admite abandonar as negociações com a União Europeia (UE) para um acordo pós-Brexit se não houver progressos até junho, refere um documento publicado esta quinta-feira com a posição do Reino Unido. Num documento …

Bancos avisam: Proibir comissões vai levar a fecho de balcões e despedimentos

A Associação Portuguesa de Bancos (APB) é contra a proibição de comissões bancárias ou a sua limitação em valor e em número, no MB Way e nos contratos de crédito. As propostas vão ser discutidas …

Juiz Vaz das Neves usou Relação de Lisboa para ganhar 280 mil euros com julgamento privado

O juiz Luís Vaz das Neves, ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, usou o salão nobre do tribunal para um julgamento privado com o qual ganhou 280 mil euros. De acordo com o jornal Público, …

Sergio Ramos é rei e senhor dos cartões vermelhos. Domina em todas as provas

O central Sergio Ramos foi esta quarta-feira expulso pela 26.ª vez na derrota do Real Madrid no Bernabéu frente ao Manchester City (2-1), na primeira-mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões. O futebolista espanhol …