Os animais começaram a fazer sons para poderem conversar no escuro

O reino animal está cheio de diferentes vocalizações. A produção sonora apareceu há entre 100 milhões e 200 milhões de anos e a sua origem está fortemente ligada à vida no escuro.

Os vertebrados são animais com espinha dorsal, abrangendo cinco grupos principais – pássaros, peixes, répteis, anfíbios e mamíferos. Uma equipa da Universidade do Arizona e da Universidade Henan Normal da China decidiu investigar a evolução da comunicação acústica em vertebrados que habitam a terra, olhando para trás até 350 milhões de anos.

Os cientistas criaram uma vasta árvore da vida que incorporava 1.800 espécies e anotaram se cada animal usava o som para comunicar ou se utilizava outros meios. Depois, usaram análise estatística para determinar se a comunicação acústica evoluiu separadamente em cada grupo e se a ausência de luz pode ter desempenhado um papel nessa evolução.

De acordo com o estudo publicado este mês na revista científica Nature Communications, a equipa concluiu que o ancestral comum dos vertebrados não usava comunicação vocal, o que significa que diferentes grupos de animais deverão ter evoluído para comunicar usando o som de forma independente nos últimos 100 a 200 milhões de anos.

Os animais precisam de comunicar para transmitir todo o tipo de informação, desde tentar impressionar um potencial parceiros até alertar os outros sobre algum perigo iminente.

Além disso, os cientistas descobriram uma ligação entre a evolução da comunicação acústica e os animais noturnos. Afinal, cores e movimentos corporais não servem para comunicar na ausência de luz.

Por outro lado, embora a escuridão fosse necessária para que as vocalizações aparecessem, esses sons permaneciam em animais que agora só estão ativos durante o dia. Os cientistas acreditam que o coro do amanhecer criado por pássaros musicais pode ser um remanescente do comportamento noturno dos seus ancestrais.

“Parece haver uma vantagem na evolução da comunicação acústica quando se está ativo à noite, mas não há nenhuma desvantagem quando se muda para ativo durante o dia”, disse John J. Wiens, da Universidade do Arizona, em comunicado. “Temos exemplos de comunicação acústica mantidos em grupos de sapos e mamíferos que se tornaram diurnos, mesmo que ambos os sapos e mamíferos tenham começado a ser ativos à noite há centenas de milhões de anos”.

A equipa também concluiu que a capacidade de vocalizar não impulsionou a especiação – o surgimento de novas espécies – dentro de diferentes grupos de animais, algo que se pensava anteriormente.

Aves e crocodilos usam comunicação acústica, mas existem muitos milhares de espécies de aves e apenas 25 de crocodilos. Cobras e lagartos são criaturas calmas, mas compreendem 10 mil espécies. Os mamíferos incrivelmente vocais incluem apenas seis mil espécies. Portanto, parece que não há uma ligação óbvia entre o número de novas espécies que apareceram ao longo do tempo e a capacidade de comunicar através de sons.

De acordo com os investigadores, as descobertas destacam a importância do ambiente de um animal na evolução de novas habilidades e comportamentos e que milhões de anos de exposição a diferentes fatores ecológicos moldaram as espécies com as quais partilhamos o nosso planeta hoje.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Portugal pode atingir linha vermelha dos 120 novos casos por 100 mil habitantes em dois meses

Portugal pode atingir uma taxa de incidência de de 120 casos por 100 mil habitantes daqui a dois ou mais meses se se mantiver o atual ritmo de crescimento deste indicador. Esta é a conclusão de …

Akon ainda não construiu a "Wakanda da vida real", mas o Uganda já lhe está a dar terrenos para a segunda

O artista de R&B Akon ainda não concretizou a sua visão ambiciosa de uma cidade “futurística” alimentada por uma criptomoeda chamada “Akoin” e construída num terreno que lhe foi dado pelo governo senegalês. Contudo, o …

O Budismo é a religião da paz. E não foi por acaso que conseguiu esta reputação

No ocidente, muitas pessoas associam o budismo à paz. No entanto, os budistas têm vindo a envolver-se em conflitos violentos desde o surgimento da religião. Num artigo assinado no The Conversation, Nick Swann, professor de Estudos …

Nikolai Glushkov. Exilado crítico de Putin morto em 2018 em Londres foi estrangulado

O exilado russo e crítico de Putin, Nikolai Glushkov, que foi encontrado morto e, 2018 na sua própria casa em Londres, no Reino Unido, foi estrangulado. O empresário Nikolai Glushkov, que criticava o presidente russo Vladimir …

Ivo Rosa levanta arresto a casa da rua Braamcamp e apartamento de Paris (e já há uma petição para o afastar)

O apartamento da rua Braamcamp, em Lisboa, onde residia o ex-primeiro-ministro José Sócrates, o Monte das Margaridas e a casa em Paris de Carlos Santos Silva deixaram de estar arrestadas na Operação Marquês por decisão …

O novo castelo da Disney em Hong Kong é uma celebração da diversidade

O novo castelo da Disney, no parque temático de Hong Kong, quer celebrar a diversidade, homenageando não apenas uma das suas princesas, mas várias. Walt Disney morreu há 55 anos e, desde então, muita coisa mudou. …

Vacinas (ainda) não são o princípio do fim. Sociólogo prevê que demorará anos a limpar “destroços” da covid-19

O médico e sociólogo norte-americano Nicholas Christakis defende, em entrevista à agência Lusa, que as vacinas não são ainda o princípio do fim da pandemia, considerando que demorará anos a limpar “os destroços” da covid-19. “Somos …

Jornalista grego especializado em crime assassinado a tiro. Primeiro-ministro pede rapidez na investigação

Um jornalista grego especializado em assuntos criminais foi esta sexta-feira morto por desconhecidos em frente da sua casa em Alimos, nos subúrbios de Atenas, anunciou fonte policial. Giorgos Karaïvaz, jornalista da televisão privada grega Star, foi …

Após 5 meses, alguns Boeing 737 MAX terão de voltar a ficar em terra. Há um "possível problema elétrico"

Cinco meses após voltar a voar após dois acidentes fatais, a Boeing voltou a pedir aos seus clientes que imobilizassem algumas das suas aeronaves para corrigir um "possível problema elétrico". De acordo com a AFP, esta …

25 de Abril marca revolução na linha do Minho. CP vai pôr a circular comboios eléctricos

Os comboios eléctricos vão começar a circular na linha do Minho, nos serviços inter-regional e regional, no próximo dia 25 de Abril. Além disso, o comboio Intercidades também vai chegar a Valença. Estas novidades constituem uma …