Alguns humanos modernos carregam ADN de um ancestral arcaico e desconhecido

Uma nova análise genética sugere que diferentes ramos da árvore genealógica humana se cruzaram várias vezes durante a história e que alguns humanos modernos carregam ADN de um ancestral arcaico e desconhecido.

A investigação foi levada a cabo por cientistas da Universidade de Cornell e do Laboratório Cold Spring Harbor, ambas instituições localizados nos Estados Unidos, tendo os resultados sido esta semana publicado na revista científica PLOS Genetics.

Os cientistas explicam que foi há cerca de 50.000 anos que um grupo de humanos migrou de África e se cruzou com os neandertais da Eurásia – mas esta não foi a única vez que os nosso ancestrais e os seus “parentes” trocaram material genético.

O sequenciamento de genomas neandertais e de um grupo ancestral menos conhecido, os denisovanos, tem gerado muita informação sobre os cruzamentos entre estes ancestrais, bem como sobre o movimento de antigas populações humanas.

Na nova investigação, escreve esta semana a agência espanhola Europa Press, os cientistas recorreram a um algoritmo para analisar o genoma de dois neandertais, um denisovano e de dois humanos africanos.

Os resultados sugerem que 3% do genona neandertal é oriundo de humanos antigos, estimando que os cruzamentos ocorreram entre 200.000 a 300.000 anos.

Os cientistas encontraram ainda evidências de que 1% do genoma dos denisovanos veio de um “parente” desconhecido e mais distante, talvez o Homo erectus, e cerca de 15% destas regiões “super-arcaicas” podem ter sido transmitidas aos humanos modernos.

O novo estudo está em linhas com outras investigações recentes que dão conta de um fluxo genético entre humanos antigos e os seus “primos”, evidenciando novos casos de cruzamento. Tendo em conta o número destes eventos, os cientistas afirmam que a troca genética era provável quando dois grupos distintos se sobrepunham no espaço e no tempo.

“O que acho empolgante neste trabalho é que demonstra o que pode ser aprendido sobre a história humana profunda reconstruindo em conjunto toda a história evolutiva de uma coleção de sequência de humanos modernos e hominídeos arcaicos“, disse o principal autor do estudo, Adam Siepel, do Laboratório Cold Spring Harbor.

“O novo algoritmo desenvolvido pela Melissa [Hubisz, cientista da Universidade de Cornell e co-autora do estudo], o ARGweaver-D, pode ir mais atrás no tempo do que qualquer outro método computacional. Parece ser especialmente poderoso a detetar introgressões antigas”, rematou o mesmo especialista.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Pianista de aeroporto ganhou 60 mil dólares em gorjetas

Tonee "Valentine" Carter, que toca piano num aeroporto norte-americano, ganhou 60 mil dólares (cerca de 50.800 mil euros) depois de um estranho partilhar um vídeo seu a tocar. Tonee "Valentine" Carter, de 66 anos, não é …

Youtubers denunciam campanha de fake news contra vacina da Pfizer

De acordo com a imprensa brasileira, uma agência de marketing terá tentado que influenciadores digitais de todo o mundo partilhassem desinformação sobre as vacinas contra a covid-19. A denúncia foi feita por alguns dos influenciadores …

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …

Haiti. Viúva do presidente assassinado implica seguranças no crime

Martine Moise, a viúva do presidente haitiano Jovenel Moise — assassinado na sua residência por um comando armado no início de julho — descreveu abertamente o ataque e partilhou as suas suspeitas sobre o crime …

Covid-19. Portugal regista 2.306 novos casos e aumento nos internados

Portugal registou este domingo 2.306 novos casos de infeção por covid-19 e mais oito mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).  Portugal regista este domingo oito mortes atribuídas à covid-19, 2.306 novos casos …

Birmânia. Líder da junta volta a prometer eleições até 2023, seis meses depois do golpe militar

O líder da junta militar birmanesa, no poder desde o golpe de 1 de fevereiro, comprometeu-se novamente a realizar eleições "até agosto de 2023". “Estamos a trabalhar para estabelecer um sistema multipartidário democrático”, disse, este domingo, …

Tóquio2020. Patrícia Mamona conquista medalha de prata no triplo salto (e melhora recorde nacional)

Patrícia Mamona conquistou este domingo a medalha de prata no triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, ao conseguir 15,01 metros, novo recorde nacional, arrebatando a segunda medalha por atletas portugueses depois do bronze do judoca …

Trabalhadores da CP e IP iniciam hoje greve ao trabalho extraordinário e feriados

Os trabalhadores da CP - Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) entram este domingo em greve ao trabalho extraordinário e feriados, até 31 de agosto, por aumentos salariais. A greve, convocada pelo Sindicato …

Mesmo longe da Casa Branca, Trump foi o político republicano que mais arrecadou dinheiro em 2021

O ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump é o político do Partido Republicano que mais arrecadou dinheiro este ano, apesar de ter deixado o cargo a 20 de janeiro, segundo a imprensa local. Os comités políticos …

Marcelo satisfeito com reabertura “sensata”. Alívio das restrições arranca hoje

O levantamento gradual das restrições em função da vacinação contra a covid-19 arranca este domingo com regras aplicáveis em todo o território continental, inclusive o limite de horário de encerramento até às 2h00 para restauração …