Alemanha poderá limitar a velocidade nas autobahn (em nome do ambiente)

O objetivo é reduzir as emissões de gases com efeitos nocivos para o ambiente. Para isso, a maioria dos alemães defende a fixação de limites máximos de velocidade para as autobahn.

Para ajudar a combater as alterações climáticas, a maioria dos alemães estão dispostos a fixar limites máximos de velocidade nas autobahn, as famosas autoestradas sem limite de velocidade da Alemanha. Este é o resultado de uma sondagem feita pelo instituto Emnid, publicados no jornal Bild.

Segundo o Público, entre os inquiridos, 52% aceitariam limites de velocidade entre os 120 quilómetros por hora e os 140 quilómetros por hora​, enquanto 46% se opuseram a esses limites.

Uma comissão nomeada pelo Governo alemão está a analisar a possibilidade de acabar com os troços “sem limites” nas vias rápidas, como parte de uma proposta mais ampla para ajudar o país a atingir as metas de emissão de gases com impacto no ambiente da União Europeia.

No entanto, nem todos estão felizes com estes planos. Andreas Scheuer, ministro dos Transportes, é contra os limites de velocidade na rede de autoestradas alemã. “O princípio da liberdade já está comprovado. Quem quiser conduzir a 120 quilómetros por hora pode fazê-lo, e quem quiser conduzir mais rápido pode fazê-lo também. Porquê essa constante micro-gestão?”, afirmou.

O governante sustentou a sua posição argumentando que as autoestradas alemãs são as mais seguras do mundo e que impor um limite de velocidade só reduziria as emissões de carbono em menos de 0,5%. Além disso, recordou que 7640 quilómetros de autoestradas alemãs (30% do total) já têm limites de velocidade.

Se não reduzir as emissões de gases de efeito de estuda e óxidos de nitrogénio nocivos, a Alemanha poderá sofrer pesadas multas da União Europeia.

O Governo está dividido entre a necessidade de proteger a indústria automóvel, crucial para a economia do país mas que nos últimos anos foi atingida por uma série de escândalos de fraude nas emissões, e a necessidade de reduzir os gases de efeito de estufa para atingir as metas da UE, adianta o diário.

Segundo a comissão, a imposição de um limite de velocidade de 130 quilómetros por hora, o aumento de impostos sobre combustíveis e as quotas para carros elétricos e híbridos, e o fim dos incentivos fiscais para veículos a diesel, podem gerar metade dos cortes necessários nas emissões de gases causadores do efeito estufa.

O dobro da espessura, sem limite de velocidade

A “Autobahn”, ou “via para carros” tem, tradicionalmente, pelo menos duas vias de circulação em cada sentido e é restrita a veículos a motor que circulem no mínimo a 60 km/h. Não há cruzamentos na via, e as saídas sempre são para a direita. Em geral, a pavimentação tem o dobro da espessura das rodovias encontradas em outros países.

A A555, a primeira autobahn, começou a ser construída em 1929, e liga Colónia a Bona, no oeste do país. Foi inaugurada em 1932, um ano antes da nomeação de Adolf Hitler como chanceler da Alemanha. A rede tem uma extensão de 13 mil km, que daria para ligar Hamburgo a Santiago do Chile. A autobahn mais longa é a A7, com 962 km.

A Alemanha é o único país da Europa sem limite de velocidade nas autoestradas, mas há uma velocidade recomendada de 130 km/h em cerca de 50% das autobahnen. Por questões de segurança, aplica-se esta velocidade como limite em função de determinadas condições do tempo ou trânsito.

Alguns trechos das autobahnen estão preparados para ser usados por aviões militares. Tal aconteceu já na 2ª Guerra Mundial, quando muitos aeroportos estavam destruídos, mas durante a Guerra Fria mais trechos foram preparados para eventuais operações da NATO.

Além das áreas de descanso e de serviço, com parques infantis, postos de gasolina e restaurantes, ao longo das rodovias alemãs há capelas e igrejas para reflexão dos viajantes.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Índice de transmissibilidade sobe. É de 0,71 em Portugal Continental (e acima de 1 nas ilhas)

O índice de transmissibilidade da covid-19 subiu ligeiramente a nível nacional nas últimas duas semanas. Entre 24 e 28 de fevereiro, o índice foi de 0,71. O índice médio de transmissibilidade (Rt) do vírus SARS-CoV-2 está …

Museu Neandertal responde a Joe Biden. "Eram mais espertos do que pensa"

O Museu Neandertal, na Alemanha, endereçou um convite ao Presidente norte-americano Joe Biden, depois de o governante ter considerado a decisão do governador do Texas de acabar com a obrigatoriedade de utilização de máscara um …

Olhos postos no Senegal. Violentos protestos contra a prisão do opositor do Governo

Os confrontos no Senegal, os piores dos últimos anos, foram desencadeados pela detenção do líder da oposição Ousmane Sonko. Os confrontos eclodiram em Dakar, na quinta-feira, depois de o principal líder da oposição, Ousmane Sonko, ter …

Grupo de cientistas questiona missão da OMS e pede investigação independente na China

Um grupo de cientistas está a pedir uma investigação independente sobre a origem do Sars-CoV-2, com acesso total aos registos da China. Um grupo de cientistas escreveu uma carta aberta, divulgada nos jornais Le Monde e …

Brasil a braços com uma tragédia anunciada. República Checa pede ajuda estrangeira

No Brasil, o número diário de mortes já ultrapassou o dos Estados Unidos. Alemanha, Suíça e Polónia estão a disponibilizar os seus hospitais para receber casos graves de covid-19 da República Checa. Em relação a número …

Iniciativa Liberal diz não a Moedas e avança com candidatura em Lisboa

Este sábado, a Iniciativa Liberal rejeitou integrar a megacolicação encabeçada por Carlos Moedas e anunciou um candidato próprio à Câmara de Lisboa.  Foi este sábado, na Praça do Município, que João Cotrim de Figueiredo, líder do …

Agente da PSP que chamou "aberração" a Ventura suspenso por 10 dias

A Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP) confirmou a suspensão de dez dias a Manuel Morais, o agente que chamou "aberração" a André Ventura. O agente da PSP Manuel Morais vai iniciar, este sábado, …

1.007 novos casos e 26 mortes nas últimas 24 horas

Portugal registou este sábado 26 mortes e 1.007 novos casos de infeção nas últimas 24 horas, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico deste sábado, divulgado pela Direção-Geral da Saúde, dá conta de 1.007 …

Publicada lista de entidades abrangidas por alargamento da ADSE

A ADSE já publicou a lista de entidades abrangidas pelo alargamento do subsistema de saúde da função pública aos trabalhadores com contrato individual de trabalho. As entidades reguladoras e a maioria das empresas municipais foram …

O "caminho ainda é longo", mas Portugal já administrou um milhão de vacinas

Esta sexta-feira, Portugal ultrapassou o marco do primeiro milhão de vacinas administradas, mas o "caminho ainda é longo". Portugal ultrapassou, esta sexta-feira, um milhão de vacinas contra a covid-19 administradas, uma marca que o secretário de …