Alegados hackers russos atacam empresa ucraniana onde trabalhou filho de Joe Biden

barackobamadotcom / Flickr

Joe Biden, antigo vice-Presidente dos EUA e candidato à Presidência nas eleições de 2020

‘Hackers’ russos, alegadamente ligados aos serviços secretos militares russos, atacaram a empresa ucraniana para a qual trabalhava um dos filhos do ex-vice-Presidente norte-americano Joe Biden, foi esta terça-feira noticiado.

De acordo com agências de notícias internacionais, que citam um relatório de uma empresa de segurança informática, o ataque visou a produtora de gás ucraniana Burisma, na qual o filho do agora candidato às primárias Democratas trabalhou entre 2014 e 2019.

A informação consta num relatório de oito páginas da empresa Area 1 Security, de Silicon Valley, especializada em segurança informática, avançou a agência Lusa.

Os ataques contra o grupo Burisma começaram em novembro passado, logo após a oposição democrática ter iniciado o processo para abrir o julgamento político do Presidente norte-americano, Donald Trump, indicou o relatório.

O objetivo dos ‘hackers’ russos era obter informações destinadas a prejudicar a família Biden, segundo o New York Times, o primeiro a noticiar o caso e que cita especialistas em segurança. Os ‘hackers’ alegadamente tentaram roubar informações do grupo Burisma através de diferentes técnicas.

Vários meios de comunicação norte-americanos, incluindo New York Times, disseram acreditar existir um paralelo com o ataque informático sofrido durante a campanha presidencial de 2016 pela equipa da candidata Hillary Clinton e pelo Comité Nacional Democrático (DNC).

Nesse caso, as agências de inteligência dos Estados Unidos (EUA) concluíram, num relatório divulgado em 2017, que o próprio Presidente russo, Vladimir Putin, havia ordenado a influência de ataques informáticos nas eleições norte-americanas porque sentia uma “preferência clara” por Trump. Moscovo e o Presidente dos EUA rejeitaram esta tese.

O alegado novo ataque ao Burisma ocorreu no contexto do processo de destituição de Trump, que os Democratas acusam de ter pressionado o homólogo ucraniano, Volodimir Zelenski, a abrir uma investigação de corrupção contra a família Biden, numa tentativa de o prejudicar no período que antecedeu as eleições deste ano.

Trump, que se candidata à reeleição, aguarda agora o início do processo de destituição, que terá lugar no Senado.

Lusa //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Putin e Trampa são os melhores amigos…
    Já toda a gente percebeu que foi alvo de ajuda Russa para conseguir ser eleito.
    o Trampas é aquele energumeno acéfalo que já conhecemos…

RESPONDER

Reembolso do IVA do turismo e restauração pode demorar um ano se vier no IRS

A partir de 2021 os contribuintes poderão receber parte do valor do IVA de consumos no setor do turismo e restauração, medida anunciada pelo Governo na segunda-feira e que, antecipou a Deloitte, pode ser concretizada …

Novo lay-off passa a ser acessível para empresas com perdas entre 25% e 40%

As empresas com quebras de faturação homólogas entre 25% e 40% vão poder recorrer ao apoio à retoma progressiva, instrumento que passa também permitir a redução até 100% do horário quando a quebra de faturação …

Associação das Forças Armadas considera diretiva para comunicação inclusiva uma "provocação"

O presidente do Conselho Nacional da Associação de Oficiais das Forças Armadas (AOFA) afirmou que a nova diretiva do Governo que implementa uma comunicação inclusiva em todos os documentos oficiais é uma provocação aos militares …

60 milhões de infetados na Índia? Casos podem ser 10 vezes mais do que os números oficiais

Mais de 60 milhões de pessoas na Índia podem ter sido infetadas com o novo coronavírus, dez vezes mais que os números oficiais, anunciaram esta terça-feira autoridades médicas responsáveis pela pandemia, citando um estudo nacional …

Mais dois projetos do Chega "chumbados" na comissão de Assuntos Constitucionais

A comissão de Assuntos Constitucionais concluiu esta quarta-feira pela inconstitucionalidade de duas iniciativas do Chega, um projeto de lei para limitar o número de ministros e uma resolução a propor um referendo para reduzir o …

Mourinho, Dier, Lineker: "Os jogadores deixaram de fazer aquilo no relvado?"

Mais do que a vitória sobre o Chelsea, o jogo do Tottenham na Taça da Liga vai ser recordado durante muito tempo por outro motivo... E Mourinho criticou as datas dos jogos. O Tottenham levou a …

"Erro grosseiro". Câmara de Lisboa assume responsabilidade pelo acidente no metro

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse esta quarta-feira que o desabamento que ocorreu terça-feira no túnel do metro na Praça de Espanha decorreu de um "erro grosseiro" numa obra da autarquia, assegurando …

Portugal com mais oito mortos e 825 novos casos

Portugal contabiliza hoje mais oito mortos relacionados com a covid-19 e 825 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia, Portugal já …

"Não se aprendeu nada" com Pedrógão. Época de incêndios acaba com 65 mil hectares ardidos e morte de cinco bombeiros

A época mais crítica de incêndios florestais termina esta quarta-feira com cerca de 65 mil hectares de área ardida e a morte de cinco bombeiros e de um piloto de um avião de combate aos …

Deputados britânicos aprovam proposta de lei que anula parte do acordo do Brexit

Os deputados britânicos aprovaram, esta terça-feira, uma proposta de lei controversa que anula parcialmente o Acordo de Saída do Reino Unido da União Europeia. Apesar de divergências dentro do Partido Conservador, este texto, que o Governo …