“Armas não matam pessoas, Alec Baldwin mata pessoas”, lê-se nas camisolas vendidas por Trump Jr.

5

Trump Jr. afirmou também que Alec Baldwin “acredita que ninguém deve possuir uma arma” ao mesmo que tempo que capitaliza numa “indústria que glorifica armas”.

O filho mais velho do ex-presidente norte-americano, Donald Trump Jr., está a vender camisolas que ridicularizam o acidente nas gravações do filme “Rust” em que Alec Baldwin matou a colega e directora de fotogafia Halyna Hutchins com uma arma de adereço que não sabia que estava carregada.

O Republicano está a vender merchandise e t-shirts com a frase “armas não matam pessoas, Alec Baldwin mata pessoas”, numa referência à frase muitas vezes usadas pelos defensores da 2ª Emenda da Constituição dos EUA e opositores de leis de controlo da compra e posse de armas — “armas não matam pessoas, pessoas matam pessoas“.

Cada t-shirt custa entre 28 e 40 dólares, cerca de 24 e 35 euros. Alec Baldwin é publicamente contra as actuais leis de armas nos Estados Unidos e tem apelado a controlos mais restritivos dado o problema de violência armada e tiroteios frequentes no país. O actor também é um crítico de Donald Trump, tendo inclusivamente retratado uma caricatura do ex-presidente dos EUA várias vezes no programa de comédia Saturday Night Live.

Trump Jr. tem atacado duramente o actor desde o incidente da semana passada, tendo partilhado uma fotografia de Baldwin no Instagram com uma legenda onde se lia “aquele olhar quando uma pessoa anti-armas mata mais pessoas do que a tua extensiva colecção de armas”.

Na terça-feira, nas histórias do Instagram, o filho do antigo chefe de Estado dos EUA escreveu que Alec Baldwin é um homem que “acredita que ninguém deve possuir uma arma”, mas “faz milhões a partir de uma indústria que glorifica armas” e “matou alguém como uma arma”, enquanto uma “pessoa normal possuidora de arma” é alguém que “tem várias armas”, “pobre, que gasta o seu dinheiro em armas”, mas “matou literalmente zero pessoas”.

Depois de ter sido criticado por estar a atacar o actor nesta fase difícil e por se aproveitar de uma morte para crítica políticas, Trump Jr. não recuou. “Para aqueles que andam aqui com beatices falsas sobre deixar o Alec Baldwin em paz, vamos lembrar-nos que o Alec Baldwin seria a primeira pessoa a mijar nos túmulos de todos se os lugares estivesse trocados. Ele que se lixe!“, criticou no Instagram.

  ZAP //

5 Comments

  1. Tal filho, tal Pai e vice -versa !…….. sem aprovar a violência, simulada que seja, se as armas não matam Pessoas, então para que servem ?…..mas como já afirmei por varias vezes , se a “imbecilidade” fosse letal gente como este Indivíduo já tinha ido desta para melhor, ou pior depende da crença de cada um !

  2. Oportunista. Quer fazer negócio estúpido com o que se passou…..
    E mais estúpidos serão os que comprem tal t-shirt, mas nos USA é só loucos por isso dá-lhes para tudo.

  3. É um comentário tão estúpido……se armas não matam pessoas então de que é que ela morreu? Deu-lhe um empurrão ,se calhar……e ninguém deu por ela…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE