Ajustes diretos a professores da Universidade do Minho sob investigação

Leon Brocard / wikimedia

Em causa estará a aquisição de bens e serviços, sem concurso, a empresas detidas por professores ou ex-docentes da instituição.

Segundo o Jornal de Notícias, a Inspeção-Geral da Educação e Ciência (IGEC) esteve a fiscalizar os ajustes diretos a professores da Universidade do Minho e teceu fortes críticas à gestão da Universidade do Minho, remetendo o caso para o Ministério Público.

As conclusões já foram dadas a conhecer a Manuel Heitor, ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, e a António Cunha, reitor daquela Universidade, que referiu o caráter “provisório” do relatório, rejeitando as acusações.

Já da parte do ministério de Manuel Heitor não houve, até ao momento, qualquer declaração sobre o caso.

Em causa está o ajuste direto para a aquisição de bens e serviços a cinco empresas que têm na sua criação e administração professores ou ex-docentes da Universidade do Minho, em Braga.

A inspeção teve por base uma denúncia anónima e questionava a contratação de pessoal sem a realização de concurso limitado por prévia qualificação.

O organismo pede ainda uma “avaliação” do Ministério Público. O documento do IGEC refere ainda que “existem indícios, dado o valor significativo dos procedimentos por ajuste direto, a fragilidade no cumprimento dos princípios especialmente aplicáveis à contratação pública, em matéria de transparência, da igualdade e da concorrência”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Montijo: Lei que permite veto dos municípios ao aeroporto é "desajustada e desproporcional

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, defendeu hoje, em Lisboa que a lei que permite aos municípios vetar a construção do aeroporto do Montijo é “desajustada e desproporcional”, pelo que deve ser alterada. “O debate …

Multimilionários chineses são quase 800. Já superaram os norte-americanos

O número de novos multimilionários chineses cresceu a um nível recorde até 31 de janeiro, ultrapassando os Estados Unidos (EUA). Apesar do surto do novo coronavírus, que tem afetado a economia chinesa, há empresas que …

Ex-jogador dos Chicago Bulls assina pelo FC Porto

O FC Porto contratou até final da época o basquetebolista norte-americano Rawle Alkins, que já jogou na NBA ao serviço dos Chicago Bulls, para substituir o lesionado compatriota Will Sheehey, anunciou hoje o clube. “Sei que …

Sánchez e Torra iniciam diálogo. Mas mantêm braço de ferro sobre a Catalunha

Os governos de Espanha e da Catalunha iniciam esta quarta-feira o diálogo sobre a questão catalã. Mas se por parte do primeiro os membros da mesa são todos ministros, do lado catalão, alguns dos escolhidos …

Alcochete. Arguido iliba Mustafá de dar ordem para o ataque à academia

O arguido Valter Semedo disse hoje em tribunal que o objetivo da ida a Alcochete no dia da invasão à academia do Sporting consistia em mostrar aos jogadores "descontentamento de uma maneira não simpática". Além …

Arábia Saudita vai lançar campeonato de futebol feminino

A Arábia Saudita, que procura afastar a imagem de um reino ultraconservador, vai lançar um campeonato de futebol feminino, com o objetivo de reforçar a participação das mulheres no desporto. A primeira temporada da competição acontecerá …

"Ténis, digo-te adeus". Maria Sharapova anuncia final da carreira

A tenista russa Maria Sharapova, antiga líder do ranking mundial e detentora de cinco títulos do Grand Slam, anunciou hoje o final da sua carreira, através de um artigo publicado nas revistas Vogue e Vanity …

Amazon abre o primeiro supermercado sem caixas registadoras

A Amazon, do empresário Jeff Bezos, abriu 25 supermercados nos Estados Unidos (EUA), cujas instalações não têm caixas registadoras. Segundo avançou o TechCrunch, citado pelo Jornal Económico (JE), para fazerem comprar nestes supermercados, os consumidores têm …

Ricardo Salgado "perplexo" com condenação por violação de prevenção de branqueamento

O ex-presidente do BES declarou hoje, ao Tribunal da Concorrência, em Santarém, a sua “perplexidade” pela condenação, pelo Banco de Portugal (BdP), por violação de normas de prevenção de branqueamento de capitais e financiamento do …

Portugal continua na lista negra das economias com "desequilíbrios"

Bruxelas mantém Portugal na lista das 12 economias da União Europeia (UE) com "desequilíbrios" macroeconómicos, de acordo com um novo relatório divulgado esta quarta-feira pela Comissão Europeia. O documento, um relatório de análise no âmbito …