As formas da água: investigadora prova que a água tem dois estados líquidos

Tem tanto de importante e essencial como de misteriosa. Um novo estudo prova agora que a água tem dois estados líquidos. O novo líquido apresenta assim propriedades distintas, um arranjo diferente das moléculas de hidrogénio.

Uma investigadora norte-americana da Universidade do Arizona, que se dedica a estudar as propriedades físicas e misteriosas da água, descobriu que, quando exposta a temperaturas extremamente negativas, a água transforma-se num líquido com propriedades diferentes e nunca antes vistas.

De acordo com Austen Angell, o novo líquido continua a ser água, porém com um arranjo diferente das moléculas de hidrogénio que ficam mais unidas do que o normal, tornando o líquido mais viscoso.

Angell garante que esta nova descoberta nada tem a ver com ‘polywater‘, um fiasco científico em que um cientista russo, nos anos 60, pensou ter criado um novo tipo de água. No entanto, e para seu desalento, não passou de água contaminada.

Assim, explica a Visão, este novo fenómeno baseia-se numa transição de estados: líquido-líquido, no qual a água na forma líquida como a conhecemos se transforma num outro líquido com menor densidade. Até esta descoberta, este estado foi apenas visto em simulações de computador e nunca reproduzido com água real.

De acordo com o estudo, publicado recentemente na Science, pouco antes do momento da transformação da água no novo líquido, a água como a conhecemos cristaliza, transformando-se em gelo.

Este curto período de tempo, conhecido como “cortina de cristalização“, tem estagnado durante anos o progresso da Física no que diz respeito ao estudo das propriedades da água.

“O domínio entre esta temperatura de cristalização e a temperatura muito mais baixa a que cristaliza o gelo amorfo em processo de aquecimento, é visto como uma “terra de ninguém. Encontrámos uma maneira de desviar essa cortina de cristalização o suficiente para ver o que se passa por trás – ou mais corretamente, por baixo – dela”, diz Angell.

O gelo amorfo distingue-se do gelo normal dado que é resultado de um arrefecimento rápido de moléculas de água líquida, tão rápido que não permite a formação da superfície cristalina típica do gelo.

A transição da água descrita no estudo é semelhante à transição da água líquida para gelo, com a única diferença que ocorre a temperaturas muito menores (cerca de -90º C) e apenas em condições de super-arrefecimento.

A investigadora juntou-se a Sander Woutersen, especialista em espectroscopia da Universidade de Amsterdão, na Holanda, e ambos chegaram à conclusão de que as estruturas envolvidas no processo de transição líquido-líquido tinham a mesma assinatura espectroscópica e os mesmos padrões de ligação do hidrogénio.

Em suma, a água comportava-se de igual forma quando entrava em contacto com radiação infravermelha e os padrões de ligação do hidrogénio eram os mesmos que aqueles vistos no gelo amorfo produzido em laboratório.

Assim, por detrás da cortina de cristalização, estes novos resultados parecem dar provas evidentes da “existência de uma transição líquido-líquido”, sustenta Woutersen.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Será que vale a pena gastar rios de dinheiro em investigações deste… calibre? Tanta doença rara a precisar de investigação, e é nisto que gastam tempo e dinheiro? Enfim… tinha de ser norte-americana…

    • No início do sec. XX também não valia a pena estudar a natureza do átomo e a teoria quântica. Como resultado dessas pesquisas inúteis temos a imagiologia médica e as comunicações sem fios… Quem sabe o que isto vai dar?

RESPONDER

Novo mapa das freguesias na gaveta do Governo há dois anos

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, voltou a garantir, na passada sexta-feira, que o Governo quer reverter a fusão de algumas das 1168 freguesias que se extinguiram em 2013. …

Juventus reforça liderança em Itália com bis de Ronaldo

Dois golos de Cristiano Ronaldo deram a vitória à Juventus, este domingo, na receção ao Parma (2-1), na 20.ª jornada da Liga italiana, com os campeões em título a reforçarem a liderança no campeonato. Frente à …

Salvini tem trunfo na manga para pedir novamente eleições antecipadas

Uma vitória da Liga nas eleições regionais de Emilia Romagna pode dar a Matteo Salvini o pretexto para exigir eleições antecipadas em Itália. Matteo Salvini continua de olhos postos no cargo de primeiro-ministro e pode voltar …

Trocar garrafas de plástico por descontos só será possível em março

O projeto-piloto para o depósito de garrafas de plástico a troco de talões de desconto nos supermercados estava previsto arrancar em janeiro. Porém, o atraso em desbloquear fundos de financiamento pode empurrar o arranque para …

Depressão Glória. Quedas de árvores, falhas de eletricidade e um ferido grave

A depressão Glória já provocou várias quedas de árvores, falhas na eletricidade e um ferido grave. Coimbra, Viseu e Castelo Branco são os distritos mais afetados. "O concelho mais afetado, neste momento, é Coimbra", afirmou o …

Ministério Público contratou ex-agente da PJ para analisar contas da Operação Tutti Frutti

As contas do caso Tutti-Frutti foram entregues a Edígio Cardoso, antigo diretor da Unidade de Perícia Financeira e Contabilística (UPFC) da Polícia Judiciária, reformado há mais de um ano. A investigação do caso Tutti-Frutti iniciou-se em …

Reconstruções em Pedrógão. Gulbenkian exige indemnização de meio milhão por suspeita de ilegalidades

A Fundação Calouste Gulbenkian exige uma indemnização de meio milhão de euros por ilegalidades na reconstrução de casas de Pedrógão. Estão em causa cinco habitações. A fundação Calouste Gulbenkian exige uma indemnização de meio milhão de …

Austrália. Depois dos incêndios, chega o granizo (e já está a provocar estragos)

A Austrália está a recuperar dos enormes incêndios dos últimos meses. No entanto, a costa oriental do país debate-se agora com chuvas intensas que tem provocado inúmeras inundações. As fortes chuvas que caíram esta segunda-feira proporcionaram …

Taxa sobre produtos poluentes rendeu 200 milhões em dois anos

A taxa aplicada sobre produtos poluentes - plástico, cartão, embalagens de vidro, entre outros -, rendeu ao Estado português 199,6 milhões de euros em dois anos, avança o Jornal de Notícias esta segunda-feira. O valor, arrecadado …

"Mito sem sentido". Santos Silva rejeita que Portugal seja "amigo especial" da China

O ministro dos Negócios Estrangeiros rejeitou, em entrevista ao Financial Times, que Portugal esteja a desenvolver uma dependência problemática relativamente à China. É um "mito sem sentido", defendeu Augusto Santos Silva. O governante falou ao …