Afinal, os tubarões-baleia macho não são os maiores peixes dos oceanos

Um novo estudo revela que, afinal, os tubarões-baleia machos não são os maiores peixes do oceano. As fêmeas crescem continuamente muito depois de os machos pararem, atingindo tamanhos maiores – ainda que demorem mais tempo a lá chegarem.

O estudo de uma década foi conduzido pelo biólogo de peixes do Instituto Australiano de Ciência Marinha (AIMS) Mark Meekan, que trabalhou com uma equipa de cientistas no Recife de Ningaloo, da Austrália Ocidental, durante 11 temporadas de 2009 a 2019.

As suas descobertas revelaram que, enquanto os tubarões-baleia machos cresciam mais rapidamente, a sua taxa de crescimento eventualmente estabilizava-se, dando um comprimento adulto médio entre cerca 8 a 9 metros. Em comparação, as fêmeas cresceram mais devagar, mas continuaram a crescer durante mais tempo, dando-lhes um comprimento adulto médio de cerca de 14 metros.

O estudo registou também indivíduos com 18 metros de comprimento.

“Isto é absolutamente enorme, mais ou menos do tamanho de um autocarro dobrável numa rua da cidade”, disse Meekan, em comunicado divulgado pelo EurekAlert. “Mas, embora sejam grandes, estão a crescer muito, muito lentamente. São apenas cerca de 20 ou 30 centímetros por ano.”

A equipa monitorizou o crescimento de 54 tubarões-baleia ano a ano, possível graças às manchas exclusivas dos tubarões-baleia, que são impressões digitais que podem ser usadas para identificar indivíduos. Os investigadores gravaram mais de 1.000 comprimentos de tubarões-baleia usando câmaras de vídeo estéreo montadas numa estrutura subaquática operada pelo cientista marinho do AIMS, Brett Taylor.

“São basicamente duas câmaras instaladas num quadro que se empurra quando está debaixo de água”, explicou Taylor. “Funciona da mesma forma que os nossos olhos, por isso pode-se calibrar as duas gravações de vídeo e obter uma medição muito precisa do tubarão.”

De acordo com Meekan, o estudo é o primeiro a provar que os tubarões-baleia machos e fêmeas crescem de forma diferente.

“Só foi encontrada um tubarão-baleia fêmea grávida e tinha 300 crias dentro dela“, disse. “Esse é um número notável, a maioria dos tubarões teria apenas algo entre duas e uma dúzia. Portanto, essas fêmeas gigantes provavelmente estão a ficar grandes por causa da necessidade de carregar muitos crias.”

Por outro lado, a descoberta é um motivo de preocupação para os conservacionistas, uma vez que esses peixes ameaçados correm um risco maior de sofrer danos antes de serem capazes de se reproduzir, uma vez que demoram cerca de 30 anos para atingir a maturidade.

Este estudo foi publicado este mês na revista científica Frontiers in Marine Science.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Sporting 2-1 Santa Clara | Super-Coates volta a ser herói

Arrancado a ferros… à campeão? O Sporting esteve a poucos segundos de registar o terceiro empate em casa, perante um Santa Clara que não foi em nada inferior aos “leões” e até conseguiu ser superior em …

Os gatos demonstram ser menos leais do que os cães (mas pode haver uma razão)

Ainda existe um estereótipo sobre a diferença entre cães e gatos. Normalmente as pessoas associam os cães a animais amorosos e leais, enquanto os gatos são tidos como distantes e indiferentes. Um novo estudo pode …

O mistério do "lago dos esqueletos" na Índia intriga cientistas há décadas

O Roopkund, localizado na parte indiana dos Himalaias, é um lago glacial com centenas de ossos humanos. E ninguém sabe como foram lá parar. Em 1942, um guarda florestal revelou ao mundo a existência deste lago …

A fronteira mais importante da China é imaginária: a Linha Hu

A Linha Hu, também conhecida como linha Heihe-Tengchong, é uma linha imaginária que divida a China em duas partes com áreas quase iguais. Estende-se da cidade de Heihe até Tengchong. Desenhada pela primeira vez em 1935, …

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …