Afinal, o buraco negro mais próximo da Terra pode não ser um buraco negro

Observatório Astronómico Nacional do Japão

Um objeto identificado no início deste ano como o buraco negro mais próximo da Terra pode, afinal, não o ser. Depois de reanalisar os dados, diferentes equipas de cientistas concluíram que o sistema HR 6819 não inclui um buraco negro.

Em maio, uma equipa de astrónomos do Observatório Europeu do Sul (ESO), no Chile, afirmou ter encontrado o buraco negro mais próximo da Terra, a apenas 1.120 anos-luz de distância do nosso planeta, parte de um sistema triplo chamado HR 6819.

No entanto, escreve o Science Alert, depois de reanalisar os dados recolhidos, uma outra equipa de astrónomos concluiu que, afinal, o sistema não inclui um buraco negro, nem é triplo. Em vez disso, os cientistas descobriram que o HR 6819 é, muito provavelmente, composto por duas estrelas com uma órbita binária incomum.

Uma das estrelas – B3 III, com tamanho estimado em seis massas solares – tem uma órbita de aproximadamente 40 dias, enquanto que a sua estrela companheira – Be, também estimada em cerca de seis massas solares – parece estar imóvel.

Como são um sistema binário de massa igual, as estrelas deveriam orbitar um centro de gravidade mútuo. Aliás, foi por isso que, em maio, os cientistas concluíram que o sistema poderia estar a orbitar outro objeto, que não podia ser visto – um buraco negro.

Contudo, o novo estudo, publicado recentemente no The Astrophysical Journal Letters, traz uma nova explicação para este comportamento estranho do sistema: a massa das estrelas pode ter sido mal calculada.

“É possível que o componente estelar B3 III seja, na verdade, uma estrela de baixa massa, relativamente jovem e luminosa. Nesse caso, a estrela Be seria a companheira do binário de 40 dias, em vez de um buraco negro”, escreveram os autores do artigo científico, da Universidade da Georgia, nos Estados Unidos.

De acordo com os novos cálculos, Be terá cerca de seis massas solares, mas a estrela B3 III terá entre 0,4 e 0,8 massas solares.

Um segundo estudo, publicado em setembro na Astronomy & Astrophysics e levado a cabo por cientistas da universidade belga KU Leuven, parece reforçar esta hipótese, já que chegou exatamente à mesma conclusão.

“Inferimos massas espectroscópicas de 0,4 e 6 [massas solares] para o primário e o secundário. Isso indica que o primário pode ser uma estrela despojada em vez de uma gigante do tipo B. A modelagem evolucionária sugere que um possível sistema progenitor seria um sistema binário B+B compacto que experimentou transferência de massa conservadora. Segundo esta interpretação, HR 6819 não contém um BH (buraco negro).”

Um terceiro artigo científico, publicado no Arxiv e que ainda carece de revisão por pares, obteve números de massa muito semelhantes: 0,47 e 6,7 massas solares para B3 III e Be, respetivamente.

“A estrela B é uma estrela de hélio inchada e recentemente despojada com massa ≈ 0,5 massas solares que, atualmente, está a contrair para se tornar uma anã quente”, escreveram os astrónomos Kareem El-Badry e Eliot Quataert, da Universidade da Califórnia, em Berkeley.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Espanha, França e Bélgica com descida de casos. Itália limita Natal e Madrid cancela festas de Ano Novo

Madrid, assim como Paris e Bruxelas, têm boas notícias - mas não o suficiente para suavizar medidas. Já em Itália há restrições adicionais e a cidade de Londres também considera também passar ao nível três, …

UE dá exemplo de Portugal para defender salário mínimo europeu

O comissário europeu do Emprego, Nicolas Schmit, diz esperar um acordo ou pelo menos "bastante progresso" sobre a proposta comunitária para garantir salários mínimos adequados em todos os Estados-membros da União Europeia (UE) e dá …

Na primeira fase, será possível administrar 400 mil doses de vacinas “numa semana a dez dias”. Segunda ronda pode ser crítica

Os especialistas já fazem previsões. Se por um lado a primeira fase da vacinação contra a covid-19 se adivinha rápida, a segunda será poderá ser muito complicada. Os representantes dos profissionais dos centros de saúde - …

Bruxelas conclui que Zona Franca da Madeira violou regras e quer devolução das "ajudas indevidas"

A Comissão Europeia (CE) conclui que o regime da Zona Franca da Madeira (ZFM) desrespeitou as regras de ajudas estatais, pois abrangeu empresas que não contribuíram para o desenvolvimento da região, pelo que Portugal deve …

Chuva de críticas ao plano nacional de vacinação: "É vasto em imprecisões e impreparações"

Francisco Rodrigues dos Santos considerou que "faltou planeamento" no plano de vacinação português e observou que "basta comparar" com aqueles anunciados "na Alemanha, no Reino Unido ou em Espanha para perceber que há diferenças abismais". O …

O corpo ideal? O mistério das enigmáticas figuras pré-históricas de Vénus pode ter sido resolvido

Um dos primeiros exemplos mundiais de arte, as enigmáticas estatuetas de "Vénus" esculpidas há cerca de 30 mil anos, intrigaram os cientistas durante quase dois séculos. Agora, o mistério das estranhas figuras pode ter sido …

Nova geringonça à vista? Rui Rio mostra-se disposto a governar mesmo sem vencer eleições

São muitos os sinais que tem dado. Rui Rio está disponível para liderar uma futura maioria de direita se esta vier a surgir no quadro de futuras eleições legislativas - mesmo que o PSD seja …

Cientistas encontram nova criatura gelatinosa no fundo do mar (mas podem nunca mais voltar a vê-la)

Uma equipa de investigadores da Administração Nacional de Pesca Oceânica e Atmosférica (NOAA) revelou que descobriu Duobrachium sparksae, uma nova espécie de ctenóforo - ou águas-vivas-de-pente. A descoberta foi feita remotamente usando imagens de vídeo de …

Costa anuncia hoje medidas que vão vigorar nos períodos de Natal e de passagem de ano

O primeiro-ministro anuncia hoje as medidas de combate à covid-19 enquadradas pelo decreto presidencial de estado de emergência, que indicativamente vigorará até 7 de janeiro, incluindo os períodos de Natal e de passagem de ano. Na …

Especialistas explicam de que forma o novo coronavírus pode afetar o cérebro

Através do uso de amostras de tecido de pacientes que já morreram, uma equipa de investigadores conseguiu desvendar os mecanismos pelos quais o coronavírus é capaz de chegar ao cérebro de pacientes com covid-19 e …