Afinal, o berço da humanidade não foi África, mas a Europa

(dr) University of Toronto

Ilustração do Graecopithecus freybergi que, com 7,2 milhões de anos, pode ser o hominídeo mais antigo.

Ilustração do Graecopithecus freybergi que, com 7,2 milhões de anos, pode ser o hominídeo mais antigo.

Uma nova descoberta pode reescrever as origens da história da humanidade, situando o evento de separação dos homens dos macacos na Europa e não em África.

Até agora, acreditava-se que o Sahelanthropus tchadensis, encontrado no Chade, seria o pré-humano mais antigo.

A teoria prevalecente é que os homens divergiram dos macacos há cerca de 7 milhões de anos, na África central, e que terão permanecido por lá durante mais cinco milhões de anos, antes de rumarem a outras paragens.

Mas uma equipa de cientistas internacionais descobriu fósseis de uma nova espécie, familiar de macacos e de humanos, que datam de há 7,2 milhões de anos.

Os fósseis em causa são um maxilar inferir descoberto na Grécia e dentes pré-molares superiores encontrados na Bulgária, que sugerem que a raça humana começou a evoluir não em África, mas na Europa, 200 mil anos antes do que se pensava, explicam os cientistas no artigo publicado no jornal PLOS One.

(dr) Wolfgang Gerber / University of Tübingen

Maxilar inferior do Graecopithecus freybergi, encontrado na Grécia, que terá vivido há 7,2 milhões de anos.

Maxilar inferior do Graecopithecus freybergi, encontrado na Grécia, que terá vivido há 7,2 milhões de anos.

Reescrever a origem da humanidade

A descoberta desta nova espécie, baptizada Graecopithecus freybergi, ou simplesmente El Graeco no cognome abreviado, pode reescrever o início da história da raça humana, situando o mais antigo antepassado dos humanos na região do Mediterrâneo.

“O Graecopithecus não é um macaco. É um membro da tribo dos hominídeos e o antepassado directo do Homo”, explica ao jornal britânico The Telegraph um dos autores do estudo, o professor Nikolai Spassov, da Academia Búlgara de Ciências.

A professora Madelaine Böhme, da Universidade de Tübingen, na Alemanha, também envolvida na investigação, reforça a ideia de que a descoberta pode, “eventualmente, mudar as ideias sobre a origem da humanidade”, conforme declarações ao The Telegraph.

“Pessoalmente, não penso que os descendentes do Graecopithecus se tenham extinguido, podem ter-se espalhado para África, mais tarde“, nota a investigadora.

O estudo reforça a ideia de que, no tempo do Graecopithecus, o Mar Mediterrâneo secava por completo, durante períodos frequentes, pelo que pode ter sido usado como uma espécie de ponte entre a Europa e África.

“A separação entre chimpanzés e humanos foi um evento único. Os nossos dados apoiam a perspectiva de que esta separação aconteceu no Mediterrâneo oriental – não em África”, acrescenta Böhme.

Alterações climáticas drásticas

Na pesquisa, os investigadores reforçam a ideia de que a evolução dos pré-humanos poderá ter sido despoletada por alterações climáticas drásticas, e demonstram, com base em análises geológicas dos sedimentos em que os dois fósseis foram encontrados, que o deserto do Saara, no Norte de África, se formou há mais de 7 milhões de anos.

Nessa altura, a Europa era uma ampla savana com girafas, gazelas, antílopes e rinocerontes a conviverem lado a lado com o Graecopithecus, destacam os investigadores.

“A formação incipiente de um deserto no Norte de África há mais de 7 milhões de anos e a disseminação de savanas no sudoeste europeu podem ter tido um papel central na separação das linhagens de humanos e de chimpanzés”, conclui Böhme.

SV, ZAP //

PARTILHAR

23 COMENTÁRIOS

  1. Eventualmente vão chegar à conclusão que a humanidade teve várias origens em diversos pontos do mundo. Não houve apenas um berço.

  2. Só falta concluir, que todos os pretos, vermelhos, amarelos, etc. é que são descendentes dos macacos…
    Apenas os brancos, esses descendem dos Anjos…

    • Não, mas os “brancos e amarelos” tem DNA (1-3%) Neandertal, que é inexistente nos “pretos”.

      Quanto aos “anjos” basta olhar atentamente por detrás da maquina de propaganda liberal para perceber que Real papel no mundo tem desempenhado e vencido as varias etnias (desporto,ciências, informática).

      Mas isso é tópico tabu..

      • Concordo inteiramente.
        Mas o politicamente correcto exige que se nega a realidade sistematicamente…
        É um estado de permanente negação do óbvio!

        • Miguel e Gonçalo, é bom ver que não sou o único a pensar como vocês…
          Temos de perder o medo de combater esta onda do politicamente correto.

        • Lógico quem morava em cavernas, se cobriam apenas com peles, eram os egípcios ,os portugueses construíram templos e se cobriam de tecidos, há 5000 anos, isso também é inegável não????

  3. O que o diabo faze para entreter os filhos da desobediência a palavra de Deus. Os sábios para Deus são loucos. Mas revela a sua verdade aos simples deste mundo que o amam , e nele esperam. Nada que existe é o que parece ser.

  4. Hominídeos inclui também chimpanzés, gorilas e orangotangos. Por isso o que querem dizer é “humano mais antigo” sendo humano todo o componente da linhagem evolutiva que se separou dos chimpanzés.
    Caso se venham a encontrar fósseis de Sahelanthropos mais antigos, e/ou que havia Graecopithecus mais antigos em África, lá se iam por água abaixo todas as conclusões (sempre provisórias, neste campo).

    • Sendo a evolução uma farsa, estou curioso para perceber qual é a teoria criacionista alternativa que defende. O Homem nasceu de uma costela de alguém? Ou nasceu feito homem por geração espontânea numa qualquer lagoa primordial? Ou veio numa nave espacial de um planeta distante?

  5. Todas as suas hipóteses estão erradas.
    A teoria da criação pressupõe a existência do criador.
    A criação não pode ser considerada sem se considerar também o criador, é requisito incondicional.
    Olhe a sua volta e observe como existem mecanismos altamente complexos em todos os aspectos da natureza que nos rodeia, desde o infinitamente próximo (dentro de nós próprios) ao infinitamente longe (lá longe no espaço), desde o infinitamente pequeno (as células microscópicas e os átomos nos elementos químicos) até o infinitamente grande (estrelas milhões de vezes maiores que a terra a distâncias de milhares de anos luz).
    Em tudo existem mecanismos complexos que funcionam de forma inteligente e criativa (criativa de criatividade não de criação), tudo parece existir para cumprir um determinado propósito, por exemplo, nas plantas verdes o mecanismo da fotossíntese produz oxigénio e consome co2, mas se não fosse a luz do sol esse mecanismo não funcionava (o sol não está lá por acaso), se não fosse a fotossíntese o oxigénio esgotava e nós não existíamos, se nós não existíssemos o co2 esgotava e as plantas morriam….. . A existência de mecanismos, criatividade e inteligência só ocorre quando existe uma mente inteligente, ainda não vi evidência absolutamente nenhuma que comprove o contrário, há minha volta nada acontece por acaso, se quisermos que algo realmente funcione temos que observar, pesquisar, pensar, projectar, construir, trabalhar muito, só assim se consegue por algo a funcionar.
    Conclusão, para que tudo na natureza funcione foi necessário que alguém inteligente pensasse, projectasse, planeasse, construísse, trabalhasse muito, O CRIADOR.
    Não foi com uma varinha mágica, nem com uns pozinhos do espaço, porque esse também foi criado, foi com inteligência, criatividade e engenho e também muito trabalho.

      • Os seus argumentos não me convencem. O seu comentário parece ser mais de um teólogo dogmatico, do que de alguem com mente aberta e espirito critico (construtivo capaz de fazer surgir novas ideias baseadas em factos não em suposições) mas isso claro obriga-nos a pensar, o que para muitos não é facil, o mais fácil e conveniente mesmo é mandar frases feitas sem argumento absolutamente nenho.

        • Mas…eu nem se quer argumentei.
          No entanto já que faz questão vou tentar argumentar um pouco.
          Eu não gostei do seu comentário inicial, porque é uma simples colagem das ideias que vejo as vezes difundidas em propaganda religiosa (pseudo-científica). Afirmações como “A teoria da criação pressupõe a existência do criador.” ou “Conclusão, para que tudo na natureza funcione foi necessário que alguém inteligente pensasse, projectasse, planeasse, construísse, trabalhasse muito, O CRIADOR.” dão vontade de rir pois são no meu entender, pelo menos de momento, completamente desprovidas de fundamentação científica. A ideia de haver um criador parte fundamentalmente do querer e vontade humana na existência desse um criador.

          • “A ideia de haver um criador parte fundamentalmente do querer e vontade humana na existência desse um criador.”
            Isso é uma afirmação científica? Se sim, qual a evidência? Pergunto porque, havendo cientistas que acreditam no Criador, gostava de saber se os acha irracionais?
            Se não, é apenas a sua opinião pessoal?

    • Relativamente ao processo de fotossíntese:
      “as plantas verdes o mecanismo da fotossíntese produz oxigénio e consome co2, mas se não fosse a luz do sol esse mecanismo não funcionava (o sol não está lá por acaso)”

      Você abordou os factos na ordem contrária, o sol não está lá para as plantas produzirem oxigénio, o sol já estava lá muito tempo antes de existirem plantas. As plantas é que acabaram por evoluir e adaptaram-se ao sistema onde surgiram. Por crescerem num planeta com um sol, acabaram por desenvolver o mecanismo da fotossíntese.

    • Essa treta religiosa acaba logo quando numa guerra se bombardeiam Escolas. Deus que deveria estar a proteger os inocentes possivelmente estava nos copos ou de ressaca.

  6. Na verdade acusa.me de usar argumentos pouco convincentes…mas eu nem sequer argumentei..
    Quanto a barbaridade de coisas que afirmou sao parte de ideias que tenho visto difundidas por algumas crencas religiosas, e dao.me vontade de rir.

  7. Pm pare de fazer copy paste de texto dos panfletos e literatura dos testemunha de jeova ou algo parecido, se nao parar, comecarei a fazer o mesmo, mas farei copy paste de literatura cientifica condigna como a evolucao das especies de darwin?

Responder a Ju Cancelar resposta

"Preocupante e descontrolada". Covid-19 volta em força ao Norte (e o mau tempo piora tudo)

A pandemia de covid-19 está de regresso em força ao norte do país que, nos últimos dias, voltou a registar o maior número de novos casos. Há uma "preocupante transmissão comunitária" em algumas zonas e …

"Hormona da fome" pode influenciar memória e fazer com que se coma mais

Um novo estudo, liderado por investigadores da University of Southern California, sugere que as hormonas reguladoras da fome produzidas pelo estômago também podem influenciar a memória e a função cognitiva. Em 2018, a equipa de especialistas …

Costa diz que estado de emergência “não está em cima da mesa” (e adia discussão sobre app obrigatória)

O primeiro-ministro António Costa, em entrevista à TVI esta segunda-feira, falou sobre a obrigatoriedade do uso de máscara e da app Stayway Covid, da possibilidade de o país voltar ao estado de emergência e do …

Nove meses depois de ter chegado ao United, Bruno Fernandes vai ser capitão

O futebolista internacional português Bruno Fernandes foi escolhido pelo treinador do Manchester United para usar a braçadeira de capitão no encontro da primeira jornada da Liga dos Campeões. O antigo jogador do Sporting, que deixou os …

Preocupada com casos na Europa e América do Norte, OMS insiste na quebra de cadeias de transmissão

Os responsáveis máximos da Organização Mundial da Saúde (OMS) insistiram esta segunda-feira na importância de os governos quebrarem as cadeias de transmissão da covid-19 e afirmaram-se preocupados com o aumento de casos na Europa e …

Aquecer resíduos plásticos com microondas pode gerar hidrogénio limpo

Uma equipa de cientistas conseguiu gerar hidrogénio limpo através de um processo simples, aquecendo resíduos plásticos com microondas. O crescente uso de plástico descartável gerou um sério problema ambiental, sendo que, todos os anos, são produzidas …

Erupções vulcânicas podem explicar os misteriosos cristais da Dinamarca

Algumas das maiores espécies de cristais raros de carbonato de cálcio do mundo, também conhecidos como glendonitas, são encontrados na Dinamarca e isso pode ser explicado pelas erupções vulcânicas. Os cristais foram formados há cerca de …

O antigo campo magnético da Lua pode ter servido de "escudo" para atmosfera da Terra

Há 4 mil milhões de anos, a Lua pode ter protegido a atmosfera Terra, através do seu já extinto campo magnético, do Sol, sugere uma nova investigação, levada a cabo por um especialista da agência …

Coloridos e selados. Descobertos no Egito sarcófagos com mais de 2.500 anos

As autoridades egípcias anunciaram esta segunda-feira a descoberta de uma coleção de sarcófagos datados de há mais de 2.500 anos, na zona arqueológica de Sakkara, a sul da cidade do Cairo. Em comunicado, citado pela agência …

Nokia vai criar para a NASA a primeira rede móvel operacional na Lua

O grupo finlandês Nokia vai fabricar para a NASA aquela que será a primeira rede móvel móvel na Lua, como parte de um projeto de base humana permanente da agência espacial norte-americana, foi esta segunda-feira …