Acidez dos oceanos pode estimular órgãos sexuais dos peixes (e aumentar a sua reprodução)

De acordo com um novo estudo, no futuro, algumas espécies de peixes terão maior capacidade reprodutiva devido à estimulação dos seus órgãos sexuais. Esta é uma consequência dos maiores níveis de acidez nos oceanos devido ao aquecimento global.

Uma equipa de investigadores da University of Adelaide afirma que, devido aos elevados níveis de CO2 previstos para o final do século nos oceanos, os peixes vão desenvolver mudanças que lhes vão permitir produzir mais espermatozoides e óvulos, aumentando assim as possibilidades de maior sucesso reprodutivo, avança o Cienciaplus.

“O aquecimento dos oceanos absorve cerca de um terço do dióxido de carbono lançado na atmosfera, fazendo com que os oceanos se acidifiquem cada vez mais”, explicou Ivan Nagelkerken, principal autor do estudo que foi publicado na revista PLOS Biology.

De acordo com o biólogo, “muitas espécies são afetadas negativamente no seu comportamento e na sua fisiologia devido à acidez dos oceanos. Contudo, descobrimos que nesta espécie de peixe, a Forsterygion lapillum, tanto os machos como as fêmeas, tinham gónadas maiores em consequência desta situação que tem ocorrido nos oceanos nos últimos anos”.

O especialista garante que esta condição “implicou um aumento na produção de óvulos e espermatozóides e, portanto, mais uma maior possibilidade de criar mais descendentes”.

“Descobrimos que os machos comiam mais, sendo que mostraram uma procura intensificada por presas que eram mais abundantes devido ao aumento da biomassa de algas que estão a crescer devido aos altos níveis de dióxido de carbono”, diz Nagelkerken.

Os investigadores descobriram que outras espécies de peixes menos dominantes não mostraram esse efeito de produção reprodutiva, talvez devido à sua natureza menos competitiva.

“Achamos que a Forsterygion lapillum e outras espécies semelhantes provavelmente terão grandes benefícios com o aumento da acidez dos oceanos”, disse um outro autor do estudo, Sean Connell.

Para o investigador, o estudo “mostra que algumas espécies mais dominantes serão capazes de capitalizar as mudanças nos ecossistemas com a acidez dos oceanos, aumentando assim a sua população”.

Esta pode ser uma boa notícia uma vez que existem vários ecossistemas em risco de serem extintos.

Ana Isabel Moura Ana Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Muita fraternidade”. Portugal enviou vacinas para Cabo Verde

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta segunda-feira que os indicadores da pandemia de covid-19 em Portugal permanecem "muito estáveis" e que a última grande abertura no plano de desconfinamento não teve …

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre bullying na escola, diz relatório

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre 'bullying' na escola, alertou esta segunda-feira a UNESCO, por ocasião do Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. A Organização Internacional de Jovens e Estudantes LGBTQI (IGLYO) e …

Telescópio vai "caçar" a luz de 30 milhões de galáxias para mapear Universo e "revelar" energia escura

Um instrumento de um telescópio nos Estados Unidos vai capturar nos próximos cinco anos a luz de quase 30 milhões de galáxias e outros objetos cósmicos, permitindo aos cientistas mapearem o Universo e desvendarem os …

Portugal ficou acima da média europeia quanto ao teletrabalho

Dados do Eurostat sobre o teletrabalho durante a pandemia revelaram que Portugal registou uma média ligeiramente superior (13,9%) à da União Europeia (12,3%) entre as pessoas com idade dos 15 e os 64 anos. Em anos …

"Idiotas". Bolsonaro critica pessoas que mantêm isolamento social na pandemia

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, criticou os brasileiros que seguem as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e mantêm isolamento social na pandemia, a quem chamou de 'idiotas', em conversa com os seus …

SEF com 18 casos de exploração de imigrantes na agricultura na região Oeste

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) tem em investigação 18 casos associados a auxílio à imigração ilegal, angariação de mão-de-obra ilegal e tráfico de pessoas em explorações agrícolas da região Oeste desde 2017. Questionado pela …

Carlos Costa compara venda do Novo Banco a cabaz de fruta "parcialmente apodrecida"

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa, considerou que o processo de venda do Novo Banco, em 2017, foi como alienar "um cabaz de fruta que está parcialmente apodrecida". "A questão é sempre a …

Irmãos presos injustamente durante 31 anos recebem 75 milhões de dólares

Henry McCollum e Leon Brown estiveram presos durante mais de 30 anos por um crime que não cometeram. Foram detidos em 1983 e condenados à pena de morte pela violação e homicídio de uma criança. …

"Há ali algumas coisas em que tem razão". Rui Rio concorda com críticas de Alberto João Jardim

Alberto João Jardim defendeu que o PSD nacional tem de "acordar" e "mudar já". Rui Rio ouviu o antigo governante madeirense "com atenção" e considera que tem razão. No artigo de opinião no jornal da Madeira …

Votar contra a reforma das Forças Armadas seria "uma contradição muito grande", diz Rio

O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Rui Rio, afirmou esta segunda-feira que seria uma "contradição muito grande" votar contra a reforma das Forças Armadas, defendida pelo partido "há anos", só porque foi apresentada pelo …