“A revolução tem sido seletiva”. Filha de Woody Allen lamenta que o pai não seja condenado

David Shankbone / Flickr

Soon-Yi Previn e Woody Allen

Dylan Farrow, a filha adotiva de Woody Allen que o acusa de abuso, não compreende por que o pai continua a trabalhar na indústria cinematográfica.

Em 2014, muito antes do movimento #MeToo ter aparecido, Dylan Farrow, filha adotiva de Woody Allen, revelou que o pai tinha abusado sexualmente dela quando tinha apenas sete anos.

Embora fale em “revolução”, referindo-se ao que tem acontecido no mundo do cinema, com o movimento #MeToo, Dylan Farrow diz tratar-se de uma “revolução seletiva“, num artigo de opinião publicado no Los Angeles Times.

Isto porque, passados cerca de quatro anos desde que Farrow denunciou os alegados abusos sexuais que sofreu por parte do cineasta, numa carta aberta publicada no The New York Times, Woody Allen continua a assinar contratos, não tendo sido afastado da industria cinematográfica.

Ao contrário do que aconteceu com outros profissionais da área acusados de assédio sexual, o escritor e cineasta continua a trabalhar com atrizes e atores de topo. O realizador sempre negou as acusações da filha adotiva, não chegando sequer a ser julgado.

Segundo o Diário de Notícias, Dylan Farrow critica a atitude da maior parte das estrelas de Hollywood por ignorarem os alegados abusos de Woody Allen. “Quando eu tinha sete anos, Woody Allen levou-me para o sótão, longe das amas que tinham instruções para nunca me deixarem sozinha com ele”, conta a filha no seu mais recente artigo.

A filha do cineasta questiona-se por que é que o pai não é afastado da indústria, como Harvey Weinstein ou Kevin Spacey. Em vez de ser afastado, Woody Allen assinou “um acordo multimilionário com a Amazon, com a aprovação de Roy Price, executivo da Amazon Studios”, refere Farrow, agora com 32 anos.

Mas Farrow não se fica por aí. Destaca, ainda, algumas mulheres que apoiam o movimento #MeToo mas que, no caso de Woody Allen, preferem não se pronunciar sobre o assunto. É o caso de Blake Lively, que condenou os comportamentos de Weinstein mas considera “perigoso” falar sobre assuntos dos quais não há factos, conforme escreve o DN.

“Não é só o poder que permite que homens acusados de abusos sexuais mantenham as carreiras e segredos. É também a nossa escolha de ver coisas simples como complicadas e conclusões óbvias como um caso de ‘quem poderá dizer?’. O sistema resultou para Harvey Weinstein durante décadas. Ainda resulta para Woody Allen”, conclui Farrow.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O lobby Judeu, nos Estados Unidos… Tem uma força tremenda. Mas já para o proteger, Steven Spielberg já veio defender as FemiNazis… Da pior maneira: Veio atacar a legítima carta aberta de Catherine Deneuve. Uma carta que defendia o combate aos crimes de abuso sexual os quais apenas distinguia do inofensivo cortejo de mulheres ou da simples, natural e legítima tentativa de sedução.

    Mas o que se pode esperar quando a sociedade caminha para uma realidade asséptica de sexo virtual, relações internetianas e outras aberrações e distorções daquilo que é a natureza humana. Esta caça ao homem e à masculinidade (não confundir com machismo/chauvinismo) o resultado da força conjunta de LGBT com mal-amadas e mal-resolvidas.

  2. Não me levem a mal mas porque temos que acreditar em tudo o essa tal Dylan diz? Lendo a frase da dita “abusada” “Quando eu tinha sete anos, Woody Allen levou-me para o sótão, longe das amas que tinham instruções para nunca me deixarem sozinha com ele”..dá a impressão que o Woody será, eventualmente, um perito em dissimulação e camuflagem, qual Fantomas da vida real; conseguiu subtrair a criancinha a “diversas amas” e levá-la para um sotão de uma casa que deveria, no minimo, ser do tamanho do Palácio de Buckingham para poderem estar á “vontade” sem serem descobertos pelas “diversas amas”. Soa um cadinho a balofa e pouco verossímil.

RESPONDER

Primeiro não flutuava. Agora o novo submarino espanhol não cabe nas docas

Primeiro não flutuava, por excesso de peso, e agora, não cabe nas docas. O novo submarino da Marinha Espanhola é um embaraço para a Defesa do país vizinho e um caso flagrante de derrapagem, com …

Quase um milhão de refeições escolares desperdiçadas

Quase um milhão de refeições escolares que tinham sido encomendadas foram desperdiçadas porque os alunos faltaram, revela o relatório anual do ministério da Educação sobre cantinas concessionadas a privados. Entre setembro do ano passado e 31 …

Arrojada no céu: Aston Martin apresenta carro voador de luxo

A Aston Martin apresentou recentemente o Volante Vision Concept, uma aeronave arrojada e futurista destinada a transportar passageiros em voos de médias e longas distâncias. A Aston Martin pôs em cima da mesa as suas soluções …

Marta Soares recusa candidatura de Bruno de Carvalho

Bruno de Carvalho tentou formalizar a sua candidatura à presidência do Sporting, esta quarta-feira, tendo sido prontamente recusada por Jaime Marta Soares. O advogado de Bruno de Carvalho, Pedro Proença, deslocou-se esta quarta-feira ao Estádio de …

Hungria retira-se de pacto mundial sobre as migrações aprovado na ONU

A Hungria, com um Governo abertamente hostil à imigração, declarou que se retira do pacto mundial sobre as migrações aprovado, na semana passada, nas Nações Unidas, por considerar que encoraja o fluxo de pessoas "perigosas". O …

Lisboa vai proibir copos de plástico a partir de 2020

Um dos objetivos da Câmara Municipal de Lisboa para o ano em que a cidade será a Capital Verde Europeia é banir os copos de plástico até 2020. Segundo o Diário de Notícias, esta é uma …

Prisão preventiva para 39 dos 58 arguidos dos Hells Angels

O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa determinou prisão preventiva para 39 dos 58 arguidos como medidas de coação no âmbito do processo do grupo Hells Angels e apresentações periódicas às autoridades para os restantes. Segundo …

Bruxelas aplica multa recorde de 4,3 mil milhões de euros à Google

A Comissão Europeia aplicou, esta quarta-feira, uma multa com valor recorde de 4,3 mil milhões de euros ao gigante norte-americano Google por abuso de posição no mercado devido ao sistema Android. Esta sanção, destinada a punir …

Rapazes salvos na Tailândia saíram do hospital e recordam "milagre"

As 12 crianças e o treinador de futebol que ficaram presos numa gruta inundada na Tailândia e que estavam internados desde a semana passada receberam esta quarta-feira alta hospitalar e falaram pela primeira vez desde …

Hotel processa sobreviventes do massacre de Las Vegas

A empresa que detém o hotel Mandalay Bay, em Las Vegas –  onde Stephen Paddock disparou sobre uma multidão num festival de música country –, processou mil de vítimas do ataque, argumentando não ter "qualquer …