“A revolução tem sido seletiva”. Filha de Woody Allen lamenta que o pai não seja condenado

David Shankbone / Flickr

Soon-Yi Previn e Woody Allen

Dylan Farrow, a filha adotiva de Woody Allen que o acusa de abuso, não compreende por que o pai continua a trabalhar na indústria cinematográfica.

Em 2014, muito antes do movimento #MeToo ter aparecido, Dylan Farrow, filha adotiva de Woody Allen, revelou que o pai tinha abusado sexualmente dela quando tinha apenas sete anos.

Embora fale em “revolução”, referindo-se ao que tem acontecido no mundo do cinema, com o movimento #MeToo, Dylan Farrow diz tratar-se de uma “revolução seletiva“, num artigo de opinião publicado no Los Angeles Times.

Isto porque, passados cerca de quatro anos desde que Farrow denunciou os alegados abusos sexuais que sofreu por parte do cineasta, numa carta aberta publicada no The New York Times, Woody Allen continua a assinar contratos, não tendo sido afastado da industria cinematográfica.

Ao contrário do que aconteceu com outros profissionais da área acusados de assédio sexual, o escritor e cineasta continua a trabalhar com atrizes e atores de topo. O realizador sempre negou as acusações da filha adotiva, não chegando sequer a ser julgado.

Segundo o Diário de Notícias, Dylan Farrow critica a atitude da maior parte das estrelas de Hollywood por ignorarem os alegados abusos de Woody Allen. “Quando eu tinha sete anos, Woody Allen levou-me para o sótão, longe das amas que tinham instruções para nunca me deixarem sozinha com ele”, conta a filha no seu mais recente artigo.

A filha do cineasta questiona-se por que é que o pai não é afastado da indústria, como Harvey Weinstein ou Kevin Spacey. Em vez de ser afastado, Woody Allen assinou “um acordo multimilionário com a Amazon, com a aprovação de Roy Price, executivo da Amazon Studios”, refere Farrow, agora com 32 anos.

Mas Farrow não se fica por aí. Destaca, ainda, algumas mulheres que apoiam o movimento #MeToo mas que, no caso de Woody Allen, preferem não se pronunciar sobre o assunto. É o caso de Blake Lively, que condenou os comportamentos de Weinstein mas considera “perigoso” falar sobre assuntos dos quais não há factos, conforme escreve o DN.

“Não é só o poder que permite que homens acusados de abusos sexuais mantenham as carreiras e segredos. É também a nossa escolha de ver coisas simples como complicadas e conclusões óbvias como um caso de ‘quem poderá dizer?’. O sistema resultou para Harvey Weinstein durante décadas. Ainda resulta para Woody Allen”, conclui Farrow.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O lobby Judeu, nos Estados Unidos… Tem uma força tremenda. Mas já para o proteger, Steven Spielberg já veio defender as FemiNazis… Da pior maneira: Veio atacar a legítima carta aberta de Catherine Deneuve. Uma carta que defendia o combate aos crimes de abuso sexual os quais apenas distinguia do inofensivo cortejo de mulheres ou da simples, natural e legítima tentativa de sedução.

    Mas o que se pode esperar quando a sociedade caminha para uma realidade asséptica de sexo virtual, relações internetianas e outras aberrações e distorções daquilo que é a natureza humana. Esta caça ao homem e à masculinidade (não confundir com machismo/chauvinismo) o resultado da força conjunta de LGBT com mal-amadas e mal-resolvidas.

    • Nao percebo porque no trabalho as mulheres teem q ser “cortejadas” e “seduzidas” pelos colegas. Nao ha nada de inocente nisso e é constragedor para a mulher e inadequado. Porque nao conseguem tratar a mulher como o que ela é, uma colega de trabalho? Nao nos vejam como objetos !
      Os homens em Portugal então ui…acham que sao machos latinos irresistiveis e entao vao se fazer às mulheres e ai delas q nao os aceitem ! Sao logo difamadas pois nada pior q homem despeitado.
      Ate mesmo num bar, uma mulher nao pode estar no seu canto a tomar um copo que sempre vem um “engraçadinho “tentar a sua sorte…ganhem vergonha e deixem de incomodar quem nao quer ser incomodada ! Se a mulher quiser algo ela procura, da a entender ( e cuidado para nao interpretarem mal os sinais ), nao precisam estar constantemente a ” fazer se “. É exasperante alem de ridiculo !

  2. Não me levem a mal mas porque temos que acreditar em tudo o essa tal Dylan diz? Lendo a frase da dita “abusada” “Quando eu tinha sete anos, Woody Allen levou-me para o sótão, longe das amas que tinham instruções para nunca me deixarem sozinha com ele”..dá a impressão que o Woody será, eventualmente, um perito em dissimulação e camuflagem, qual Fantomas da vida real; conseguiu subtrair a criancinha a “diversas amas” e levá-la para um sotão de uma casa que deveria, no minimo, ser do tamanho do Palácio de Buckingham para poderem estar á “vontade” sem serem descobertos pelas “diversas amas”. Soa um cadinho a balofa e pouco verossímil.

RESPONDER

Turista danifica escultura do século XIX enquanto posa para fotografia (e é apanhado pelas câmaras de vigilância)

A polícia italiana identificou um austríaco de 50 anos que danificou uma estátua do século XIX num museu em Itália, enquanto posava para uma fotografia. O incidente ocorreu no passado dia 31 de junho, segundo …

Covid-19: Brasil supera as 100.000 mortes

O Brasil ultrapassou hoje a barreira das 100.000 mortes associadas à covid-19, quase cinco meses depois da confirmação do primeiro óbito no país, indicam dados oficiais divulgados pelas secretarias regionais de Saúde. Segundo os mais recentes …

As vacas leiteiras têm relações complexas (que se alteram quando mudam de grupo)

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Chile e dos Estados Unidos concluiu que as vacas leiteiras vivem em redes sociais complexas que se alteram quando estes animais são movidos para outros grupos.  Para …

Virgin Galactic quer desenvolver avião comercial supersónico (que promete superar a velocidade do som)

A Virgin Galactic vai aliar-se à Rolls-Royce para criar um avião comercial supersónico, ainda mais rápido do que o mítico Concorde. A empresa de turismo espacial Virgin Galactic anunciou uma parceria com a Rolls-Royce para desenvolver …

PayPal resiste à pandemia. Volume de pagamentos cresce 30% no segundo trimestre

O volume de pagamentos através do PayPal cresceu 30% no segundo trimestre. A empresa parece resistir à pandemia de covid-19, que abalou o setor das viagens, cujos pagamentos estão muitas vezes associados a meios eletrónicos. …

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …