A Grande Nuvem de Magalhães devorou a irmã mais pequena

Josh Barrington, ESA / NASA

A Grande Nuvem de Magalhães

Afinal, a nossa galáxia esteve cercada não por duas, mas por três nuvens de Magalhães. A terceira foi dilacerada em pedaços e “comida” pela Grande Nuvem de Magalhães há cerca de três mil milhões de anos, afirmam cientistas.

“Algumas das estrelas dentro da Grande Nuvem de Magalhães estavam a ir para o lado errado porque entraram nessa galáxia depois da colisão com a Pequena Nuvem”, afirmou Benjamin Armstrong, da Universidade da Austrália Ocidental, num artigo publicado o mês passado na revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.

“Acontece que elas começaram a movimentar-se desse modo quando a Grande Nuvem se fundiu com um terceiro objeto“, acrescentou o astrónomo.

A Via Láctea não está sozinha no espaço. Tem companhia de todo um conjunto de várias dezenas de galáxias anãs relativamente pequenas, das quais as mais notáveis e maiores são as chamadas Grande e Pequena Nuvem de Magalhães.

Como observa Armstrong, essas galáxias atraíram por muito tempo a atenção dos astrónomos pelas suas formas irregulares, que testemunham colisões entre as nuvens Grande e Pequena no passado.

Armstrong e o seu colega Kenji Bekki descobriram como essas anomalias surgiram e encontraram vestígios de outro satélite da Via Láctea, que “morreu” num passado cósmico relativamente recente.

Os astrónomos estudavam várias estrelas “estranhas” que habitam dentro da Grande Nuvem de Magalhães quando fizeram a descoberta.

Essas estrelas, segundo os astrónomos, têm várias características incomuns ao mesmo tempo. Contêm uma quantidade “errada” de metais astronómicos, elementos mais pesados que o hidrogénio e o hélio, e giram em torno do centro da Grande Nuvem de Magalhães ao longo de uma trajetória muito estranha.

Essas e outras anomalias relacionam-nas às estrelas da Pequena Nuvem de Magalhães, o que faz com que muitos cientistas pensem que chegaram à sua atual morada durante uma das colisões entre a Grande Nuvem de Magalhães e a Pequena Nuvem de Magalhães.

Observações recentes dessas estrelas “estranhas” mostraram que cerca de 5% do número total de estrelas da Grande Nuvem de Magalhães se comporta de maneira semelhante.

Isso, como observa Armstrong, pôs imediatamente em questão as teorias sobre sua origem, uma vez que tantas estrelas não conseguiriam “escapar” da Pequena Nuvem de Magalhães durante seu último “encontro” com a Grande Nuvem de Magalhães.

Na tentativa de encontrar a resposta para essa pergunta, os astrónomos criaram um modelo de computador das vizinhanças mais próximas da Via Láctea, analisando o comportamento da Grande Nuvem de Magalhães durante esse período.

Conforme os cálculos, essas estrelas poderiam ter aparecido dentro da Grande Nuvem de Magalhães somente se, há três mil milhões de anos, esta galáxia tivesse “comido” outro objeto com forma e tamanho similar a ambas as nuvens de Magalhães.

Se isso for verdade, uma coisa é presumível: é possível que uma grande parte da Via Láctea tenha sido uma entidade única antes mesmo do “encontro” com a nossa galáxia. A favor disso está o facto de a Grande Nuvem de Magalhães e a Pequena Nuvem de Magalhães terem reservas “comuns” de matéria escura.

PARTILHAR

RESPONDER

Gado na UE produz 704 milhões de toneladas de CO2 (mais do que todos os transportes juntos)

De acordo com uma nova análise da Greenpeace, animais de criação como vacas, porcos e outros, estão a emitir mais gases com efeito de estufa na Europa do que todos os transportes juntos. Na última década, …

É distraído e está sempre a perder a carteira? A Cashew Smart Wallet é para si

Uma simples carteira pode vir a melhorar os seus dias. A Cashew Smart Wallet é dotada de uma tecnologia de bluetooth que permite proteger os seus bens e ainda o ajuda caso a perca por …

Desportivo das Aves SAD desiste do Campeonato de Portugal

O Desportivo das Aves SAD vai abdicar da participação no Campeonato de Portugal (CdP), após ter falhado as negociações com o Perafita para utilizar as instalações do clube de Matosinhos. "As inscrições fechavam ontem [terça-feira] e …

Celebridades doam dinheiro para pagar dívidas a ex-presos impedidos de votar nos EUA

O bilionário Michael Bloomberg, o cantor John Legend e o basquetebolista LeBron James são algumas das celebridades que estão a doar dinheiro para pagar dívidas de ex-presidiários da Florida, impedidos de votar nas próximas eleições …

No debate sobre o Plano de Recuperação, evocou-se Sócrates e Passos

O líder do PSD questionou o primeiro-ministro se pretende "fomentar o desemprego" com o aumento do salário mínimo. O chefe do Governo manifestou-se "completamente perplexo". Na abertura do debate sobre o Plano de Recuperação e Resiliência, …

380 baleias morreram encalhadas na Austrália. Este é o maior incidente registado no país

Morreram pelo menos 380 baleias-piloto presas numa baía remota da Tasmânia. Apesar dos intensos esforços para tentar salvá-las não foi possível evitar este cenário, informou hoje um responsável pelos serviços de socorro. "Temos um número mais …

Ansu vale 400 milhões e é "sucessor" de Lopetegui

A figura mais recente do Barcelona e do futebol espanhol entrou oficialmente na equipa principal e, por isso, a cláusula de rescisão "disparou". Em Barcelona continua-se a falar muito sobre Luis Suárez. Depois de Lionel Messi, …

Deputados chumbam divulgação imediata e integral da auditoria ao Novo Banco

Os deputados da Comissão de Orçamento e Finanças (COF) rejeitaram, esta quarta-feira, o requerimento do Bloco de Esquerda (BE) para divulgação pública imediata e integral do relatório de auditoria especial ao Novo Banco enviado pelo …

Bélgica recoloca Lisboa e região Centro no "vermelho"

As autoridades belgas aliviaram ligeiramente as medidas restritivas no quadro da pandemia da covid-19, apesar do aumento do número de casos, esta quarta-feira, e recolocaram a área metropolitana de Lisboa e a região centro de …

"É bastante provável que já se esteja a formar a covid-21"

Tudo "o que não sabemos" sobre o coronavírus - e é muita coisa! - é o que mais preocupa o especialista de Saúde Global do Conselho de Relações Externas dos EUA, Yanzhong Huang, que alerta …