Terça-feira, Setembro 21, 2021
17 novas espécies de crustáceos e vermes fossilizados descobertos na China

17 novas espécies de crustáceos e vermes fossilizados descobertos na China

Xianfeng Yang / Yunnan University

Chuandianella ovata, um crustáceo extinto, semelhante ao camarão

Os fósseis encontrados podem dar informações novas sobre como o desenvolvimento das novas espécies descobertas se compara com as espécies modernas semelhantes.

Era mais um dia normal na vida dos crustáceos e vermes que viviam perto da cidade chinesa de Kunming. Tudo mudou quando uma avalanche de sedimentos soterrou milhares destas criaturas e as suas crias instantaneamente, transformando o viveiro num cemitério e até num local de extinção para algumas das espécies.

Os investigadores chamaram a este recém-descoberto sítio Haiyan Lagerstätte, ou “Depósito Haiyan”, em alemão. Lá, foram encontrados quase 2.800 fósseis de pelo menos 118 espécies diferentes, incluindo antepassados de insectos, crustáceos e vermes modernos, concluiu o estudo publicado em Junho na Nature Ecology and Evolution.

Esta descoberta data de há cerca de 518 milhões de anos, sendo um dos mais antigos e diversos fósseis alguma vez encontrados. 17 das espécies encontradas são novas para a ciência e mais de metade das amostras são de juvenis. Muitas das criaturas tinham também os seus tecidos moles surpreendentemente intactos e foram encontrados ovos.

Este pode ser um exemplo de um “paleo berçário”, ou seja, um habitat criado só para cuidar das crias.

“É incrível ver todos estes juvenis fossilizados. É algo que raramente vemos, especialmente de invertebrados com corpos moles”, afirmou Julien Kimmig, gestor do Museu e Galeria de Arte das Ciências da Terra e Minerais da Universidade Estadual da Pennsylvania, no comunicado da instituição.

O paleobiólogo Xianfeng Yang, da Universidade de Yunnan, na China, liderou a equipa de investigadores chineses que recolheu os fósseis e mediu os espécimes com Julien Kimmig.

“O local preservou detalhes como olhos 3D, características que nunca tínhamos visto, especialmente em depósitos tão iniciais“, afirma Sara Kimmig, professora de investigação assistente no Instituto da Terra e Sistemas Ambientais na Universidade Estadual da Pennsylvania.

Os cientistas podem usar as características 3D e reconstruir os animais. De acordo com os investigadores, assim será possível extrair mais informação dos fósseis e estudar o desenvolvimento destes animais de larvas até adultos.

“Vamos ver como as diferentes partes do corpo cresceram com o tempo, algo que actualmente não sabemos para a maioria destes grupos. Estes fósseis vão dar-nos mais informação sobre as suas relações com os animais modernos”, acrescenta Julien Kimmig.

“Vamos ver se a forma como estes animais se desenvolvem hoje é parecida com como se desenvolviam há 500 milhões de anos”, conclui o investigador.

AP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Presidente de El Salvador autodenomina-se "Ditador de El Salvador"

O Presidente de El Salvador, Nayib Bukele, alterou no domingo a descrição do seu perfil no Twitter para "Ditador de El Salvador", passando depois para "Ditador mais 'cool' do mundo mundial", situação registada após os …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar contra Fernando Nobre

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos abriu um processo contra Fernando Nobre, por causa das suas declarações numa manifestação de negacionistas em frente à Assembleia da República. A Ordem dos Médicos (OM) …

Crise da energia obriga UE a enfrentar dependência do gás natural

Os países europeus estão a tentar proteger os consumidores de energia, numa região onde, desde o início do ano, os preços do gás aumentaram 250%, resultado de uma série de forças económicas, naturais e políticas.  Na …

Companhia de aviação privada oferece voo de 20 mil dólares para reunir uma família separada pela pandemia

A empresa de aviação privada Tradewind Aviation está a comemorar o seu 20.º aniversário de uma forma original: vai dar um voo no valor de 20 mil dólares (cerca de 17 mil euros) para reunir …

Mais de 60 pinguins morrem na África do Sul após ataque de abelhas

Dezenas de pinguins-africanos ameaçados de extinção foram mortos por um enxame de abelhas na África do Sul, na passada sexta-feira. Segundo a CNN, 63 pinguins-africanos, uma espécie ameaçada de extinção, foram encontrados mortos na sexta-feira numa …

Macron e Modi manifestam vontade de "agir em conjunto" após disputa submarina

O Presidente Emmanuel Macron discutiu a cooperação na região Indo-Pacífico com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi, esta terça-feira. O Presidente francês, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, conversaram esta terça-feira, em plena crise dos …

Académica treme: salários, último lugar e treinador de saída

Clube de Coimbra, tal como o Boavista, terá de comprovar que tem cumprido no pagamento dos salários. Em campo, mais uma derrota complicou a situação de Rui Borges. Ainda não há muitos anos, a Académica apareceu …

Marcelo discursou na ONU, lembrou Sampaio e mostrou total sintonia com Guterres

Marcelo Rebelo de Sousa lembrou nas Nações Unidas o antigo Presidente da República Jorge Sampaio, que morreu no dia 10 deste mês, aos 81 anos, pela sua atividade no acolhimento de refugiados. O chefe de …

Governo promete que preço da eletricidade não vai aumentar (e anuncia pacote de 430 milhões)

Esta terça-feira, João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente e Ação Climática, anunciou um pacote de medidas no valor de 430 milhões de euros que visam travar a subida do preço da eletricidade no mercado …

"Alguma vez foi fácil?" Catarina Martins diz que Governo "tem pouca vontade" de discutir temas concretos

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, defendeu esta terça-feira que o Governo socialista “tem pouca vontade” de discutir questões concretas nas negociações do Orçamento do Estado para 2022, insistindo na necessidade de debater …