Há 140 anos, “choveu” carne nos Estados Unidos (e ainda não se sabe porquê)

Há 140 anos, em 1876, uma quinta no estado norte-americano de Kentucky testemunhou uma “chuva” de carne cuja origem permanece um mistério.

Tudo começou quando, em 3 de março de 1876, a mulher do agricultor Allen Crouch, de Olympia Springs, em Kentucky, viu pedaços de carne caírem do céu enquanto fazia sabão na propriedade.

“Entre as 11h e 12h, eu estava no quintal, a não mais de 40 passos de casa. Havia um vento brando vindo do oeste, mas o céu estava limpo e o sol brilhava fortemente”, disse a mulher, em declarações ao Daily Star.



De repente, enquanto se ocupava dos afazeres, Crounch teve uma surpresa. “Do nada, e exatamente sob essas circunstâncias, começou a chuva [de carne]“, acrescentou.

De acordo com a descrição da mulher, os pedaços de carne que caíam do céu pareciam cartilaginosos. Um dos gatos dos donos da quinta até aproveitou o momento para se alimentar com o estranho manjar – e não apresentou nenhum sintoma de doença mais tarde.

O caso foi ganhando notoriedade e chamou a atenção de especialistas no assunto. “Eu já vi [esse tipo] de carne que caiu na quinta dos Crouch e, se isto é carne, então é de urso“, declarou na época um caçador local chamado Benjamin Ellington.

O caçador demonstrou estar seguro da sua opinião, afirmando que a carne tinha traços de gordura semelhante aos de ursos. “Eu cheirei-a também e eu conheço aquele cheiro assim como conheço o cheiro de um licor. Senhores, certamente isto é carne de urso ou então não me chamo Benjamin Franklin Ellington”, afirmou.

Por sua vez, um açougueiro local também provou um pedaço da carne e disse que “não sabia nem de carne, peixe ou frango“.

Uma das teorias defendia que o material não se tratava de carne, mas sim de uma espécie de geleia formada por bactérias nostoc que geralmente se precipitam com a chuva. Contudo, segundo o relato da mulher de Allen Crouch, não estava a chover no momento em que a estranha “carne” caiu do céu.

Nesse mesmo ano, foi levantada a hipótese de que o material correspondesse a restos de carne largados por abutres que voavam a grande altitude. Porém, esta hipótese não foi confirmada.

Para tentar desvendar o mistério, Kurt Gohde, da Universidade da Transilvânia, nos Estados Unidos, conseguiu uma amostra do material de mais de 140 anos. Contudo, o estado precário de conservação não permitiu determinar a origem da carne. Por outro lado, sabe-se que se trata de tecidos de diferentes órgãos.

Numa segunda tentativa, Gohde decidiu criar uma espécie de geleia com sabor a feijão e a essência da carne. A criação foi dada ao público no festival Kentucky’s Court Days, nos Estados Unidos, em outubro. Alguns presentes disseram que o sabor era semelhante a bacon cru, enquanto Gohde afirmou que o sabor era semelhante a “bacon muito açucarado, com um sabor metálico no fim”.

Agora, de acordo com o Atlas Obscura, Gohde está nos estágios iniciais da concetualização de um projeto de arte comunitária colaborativa que recriaria os eventos de 3 de março de 1876, lançando carne do céu sobre Olympia Springs. O artista quer que, ao partilhar a história da “chuva” de carne, mais pessoas se interessem por este estranho capítulo da história do estado.

  ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Comissão de inquérito ao Novo Banco. PSD frisa "maioria popular", PS queixa-se de "partidarite"

Os partidos apreciaram, esta sexta-feira, o relatório final da comissão de inquérito ao Novo Banco, aprovado em julho, com o PSD a destacar a "maioria popular" nas conclusões e o PS a criticar a "partidarite" …

"Falta de respeito". Patrões abandonam Concertação Social e pedem audiência a Marcelo

As quatro confederações patronais suspenderam, esta sexta-feira, a sua participação nas reuniões da Concertação Social e decidiram solicitar uma audiência ao Presidente da República, perante a "desconsideração do Governo pelos parceiros sociais" na discussão sobre …

Parlamento aprova diplomas para alargar gratuitidade das creches e "direito ao esquecimento"

O Parlamento aprovou, esta sexta-feira, um projeto-lei para o alargamento da gratuitidade das creches e de soluções equiparadas e ainda um diploma que consagra o "direito ao esquecimento". A Assembleia da República aprovou um projeto-lei do …

Costa está muito empenhado num acordo pelo OE, mas não "a qualquer preço"

O primeiro-ministro disse, esta sexta-feira, que o Governo vai fazer tudo ao seu alcance para chegar a um acordo sobre o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), mas advertiu que "um acordo não se obtém …

Evergrande escapa por um triz ao default e garante o pagamento de juros de 71.7 milhões de euros

A gigante imobiliária chinesa conseguiu cumprir com o pagamento dos juros no limiar do fim da extensão do prazo. No entanto, persistem os receios sobre a possibilidade da crise na China contagiar a economia mundial. A …

Pessoas a andar na rua em Viena, Áustria

Em caso de apagão geral, Áustria é o primeiro país europeu a ter um Plano B(lackout)

E se houvesse um apagão que afetasse todo o continente europeu? O cenário é o argumento que o Ministério da Defesa austríaco tem usado para enviar um aviso à população desde o início deste mês. A …

Só um terço das empresas em Portugal têm gestores com um curso superior

O estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos refere que este valor é negativo para o país já que a formação superior dos gestores está associada à produtividade e há maior probabilidade da empresa começar …

Governo avança com desconto de 10 cêntimos por litro nos combustíveis para as famílias

O Governo vai criar um desconto de dez cêntimos por litro nos combustíveis para todas as famílias, até 50 litros por mês. Uma medida que estará em vigor entre novembro deste ano e março do …

Inês Sousa Real, porta-voz do PAN

PAN já enviou memorando de entendimento ao Governo

O partido Pessoas–Animais–Natureza enviou ao Governo, esta sexta-feira, o memorando de entendimento com cerca de 60 propostas, no âmbito do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). "O PAN fez chegar ao Governo um memorando do qual …

Alterações ao Orçamento de 2021 custaram, afinal, muito mais do que o estimado pelo Governo

Apenas duas das 291 medidas adicionadas representaram um impacto anual de 88 milhões de euros, com o Governo a calcular, durante a especialidade, que a totalidade custaria 3,2 milhões de euros. As alterações feitas ao Orçamento …