“Sofrimento sem precedentes”. 11 mil cientistas declaram o mundo em emergência climática

A população vai enfrentar “um sofrimento sem precedentes devido à crise climática”, a não ser que existam grandes mudanças na sociedade global, de acordo com um “manifesto” subscrito por mais de 11 mil cientistas.

Mais de 11 mil cientistas de todo o mundo advertiram, esta terça-feira, que é inevitável um “sofrimento humano sem precedentes” se não existirem mudanças radicais para reduzir os fatores que contribuem para as alterações climáticas.

“Os cientistas têm a obrigação moral de alertar a Humanidade sobre qualquer grande ameaça catastrófica. Com base nas informações que temos, declaramos de forma clara e inequívoca que o planeta Terra enfrenta uma emergência climática“, lê-se no artigo publicado na revista científica BioScience e apresentado como um “manifesto”.

“Para assegurar um futuro sustentável, temos de mudar a forma como vivemos. Isto implica grandes transformações na maneira como a nossa sociedade global funciona e interage com os ecossistemas naturais”.

Não há tempo a perder. “A crise climática chegou e está a acelerar-se mais rapidamente do que os cientistas estavam à espera. É um problema mais severo do que tinha sido antecipado, ameaçando ecossistemas naturais e o destino da Humanidade“.

Os cientistas analisaram informações recolhidas e publicadas durante mais de 40 anos sobre uso de energia, temperaturas na superfície da terra, crescimento populacional, extensão de culturas, desflorestação, perda de gelo polar, índices de fertilidade, emissões de dióxido de carbono e Produto Interno Bruto das nações.

Desde a primeira Conferência sobre Alterações Climáticas, realizada em Genebra, na Suíça, em 1979, os cientistas que participaram em assembleias semelhantes citaram a ameaça da mudança climática e alertaram Governos e empresas sobre a necessidade de tomar medidas para moderá-la.

O artigo inclui indicadores que os investigadores descrevem como “sinais vitais” relacionados com essa mudança e as áreas que requerem ação global imediata.

Alguns desses indicadores de atividade humana são positivos, como a crescente incorporação de fontes de energia renováveis, mas a maioria dos indicadores mostra uma imagem sombria, incluindo a crescente população de animais para consumo humano, perda de florestas e emissões de dióxido de carbono.

Os autores expressaram a sua esperança de que esses “sinais vitais” guiem Governos, setor privado e público no geral para “entenderem a magnitude da crise, monitorizarem os progressos alcançados e a reorganizarem as prioridades para mitigar as alterações climáticas”. Esses objetivos “exigirão grandes transformações na forma como a sociedade global funciona e a sua interação com os ecossistemas naturais”, acrescenta o artigo.

Os cientistas signatários enfatizaram seis objetivos: reforma do setor de energia, redução de poluentes de curto prazo, restauração de ecossistemas, otimização do sistema alimentar, estabelecimento de uma economia livre de dióxido de carbono e uma população humana estável.

Apesar da amplitude das suas preocupações e da magnitude dos esforços que reivindicam, os cientistas expressaram um certo otimismo ao mencionarem “um aumento recente na atenção para este problema”.

“Agências dos Governos fazem declarações de emergência climática, greves de crianças em idade escolar, os tribunais movem ações judiciais por danos ambientais, os movimentos de cidadãos exigem mudanças e muitos países, estados e províncias, cidades e empresas respondem”, concluem.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

43 COMENTÁRIOS

  1. Muita gente a receber subsidios estatais para dizerem que está algo a acontecer.
    O problema é que a unica coisa que aconteceu ultimamente é que o Obama comprou casa de 15 milhoes à beira do mar, de tanto medo que tem do degelo dos pólos

    • Bem mais perigosos são aqueles que insitem em dizer disparates – mesmo sem serem pagos!!
      E em negar as evidências por uma questão de fé e de ignorância – típicas da carneirada das religiões!

  2. E o Joaquim tem toda a razão. Claro que podemos alterar hábitos, esses começam nas grandes fabricas e empresas. Podem tb chingar a cabeça à Índia, Indonésia, Filipinas, China… Os maiores poluidores do mundo, mas esses nao convém falar, vamos atacar o mundo ocidental.. Tristes!

  3. Quer se concorde ou não, é um facto de que muitos signatários não trabalham ou investigam o clima ou assuntos que permitam tirar conclusões sobre alterações climáticas e as suas causas. Consultei a lista (vejam no estudo ‘supplemental file S1’) e até inclui um “cientista” cuja ocupação profissional é “zoo keeper”, junto com mais de 50 estudantes a tirar mestrado ou com grau de mestre. Surpreendentemente, no artigo não clarificam os métodos de recolha de assinaturas.
    Para além disso, este artigo não traz nada de novo. É uma forma fácil de “marcar pontos” em revistas de alto factor de impacto, antecipando muitas citações por outros estudos ao revelar outro “consenso entre milhares de cientistas”, com semelhante ganho para a revista que publicou este artigo de chacha.
    Por fim, quer se concorde ou não, os investigadores só têm a ganhar com estes alarmismos, táctica comum a outras áreas científicas, pois ganham visibilidade nas suas áreas e aumentam as hipóteses de financiamento dos seus projectos. É a triste realidade.

  4. Falta acrescentar um factor que seguramente constitui um dos mais fortes poluidores do planeta que é a guerra, a qual por arrasto conduz ao saque dos recursos naturais dos países alguns dos quais por sinal os mais pobres em desenvolvimento, ou seja, o modo de vida capitalista é que deve mudar urgentemente, pois a destruição florestal associada à extracção mineralífera para negócio fácil e lucro rápido também está no cerne do problema.

    • Caro Vilas Boas, tem toda a razão no que diz, mas é necessário muito mais. O problema é que ninguém está disposto a fazer nada, por muito elementar que seja, quanto mais tomar as medidas que já deviam ser tomadas há décadas. E a ser assim, é contar com o pior, que não demorará muito.

  5. E no entanto…

    [Some Failed Climate Predictions | Watts Up With That?](https://wattsupwiththat.com/2017/10/30/some-failed-climate-predictions/)

    concordo com algumas das pessoas acima qd dizem que desses milhares de cientistas só ALGUNS poderão ter algo a ver com o estudo do assunto, pq tal como no IPCC a grande maioria ainda são estudantes.

    mas para este pessoal a ganhar bem à custa de fearmongering com os seus chorudos apoios estatais/politicos, vale tudo.

  6. Francamente não me parece que seja preciso 10000 cientistas para que se note.
    Quem tem mais de 40 anos deve lembrar-se de como eram os Invernos e Verões. deve lembrar-se que tínhamos 4 estações vincadas, de 3 meses cada, que as passagens de uma estação para outra eram lentas, e que nos adaptávamos progressivamente às mudanças.
    Nessa altura já haviam cientistas a afirmar/avisar do que podia acontecer se não se fizesse nada.
    E o que foi feito?… NADA, a troco de Interesses Económicos, e o pior é somos Todos responsáveis.
    Tenho pena do planeta que vou deixar para os mais novos, Estou triste…

    • Oh Manel! Está triste? Eu estou apavorado! De que serviu os milhares de anos a construirmos a civilização de que tanto nos orgulhamos, se tudo caminha para o fim?!
      E o que iremos deixar aos mais novos? NADA! E haverá mais novos?
      Por agora, o que mais me consome é concluir que os “trumps” e os “bolsonaros” são em muito maior número. e pululam por tudo quanto é Terra.

    • É o SOL um dos “culpados”, como tem sido sempre em toda a história do sistema solar, estamos num mínimo solar, mas ainda mais atenção devemos prestar ao ciclo de Gleissberg, que anda em torno dos 88 anos! Mais ainda!!! Local Fluff!! PEsquise!

  7. “Mais de 11 mil cientistas de todo o mundo advertiram, esta terça-feira, que é inevitável um “sofrimento humano sem precedentes” se não existirem mudanças radicais para reduzir os fatores que contribuem para as alterações climáticas.” … enfim…a  hipocrisia no seu auge…
    A solução é SUPERfácil:
    1º – Párem de confundir e misturar Poluição – ou Poluições – com Clima do Planeta.
    2ª – Párem de manipular o Clima mundial!! Párem de usar o H.A.A.R.P e outras GeoEngenharias Climáticas.
    3º – Párem com a Guerra Climática e os aquecimentos localizados – autenticas torradeiras ambientais.
    4º – Diminuamos o Consumismo exagerado… o qual esgota os recursos da Natureza e tornam as pessoas cada vez mais infelizes.
    5º- Cultivemos e dediquemo-nos a outros valores mais elevados… Cultivemos as ARTES e todas as actividades que enobrecem o ser humano.
    Estas VERDADEIRAS mudanças, são TODAS bem-vindas!!!!!!
    Destas MUDANÇAS, eu QUERO!!!!
    assinado: Maria da Maia

    • Dona Maria, de quase tudo o que escreveu eu estou de acordo. Não concordo com as últimas palavras do 1º parágrafo. É hipocrisia alertar, avisar, chamar a atenção para tão assustador futuro…
      Quanto ao resto, sim, estou de acordo, mesmo que sejam sugestões à “la palice”, mas para terem sido tomadas há mais de um século. Agora a “possível” salvação exige medidas radicais, de que o cidadão comum nem sonha.

      • Meu caro Sá, serei gentil consigo e ignorarei toda a confusão que por aí anda a escrever, incluindo a resposta ao meu comentário, e o facto de desvalorizar as minhas sugestões, rebaixando-as a “verdades de monsieur de la Palice”… Entendi perfeitamente o alcance do seu “tiro”…
        Apenas lhe deixo uma sugestão: abra os olhos, criatura!!! Pode ser que ainda vá a tempo…
        assinado: Maria da Maia

        • Minha Cara Senhora,
          Afinal quem parece que anda confusa é a Senhora, começando por se dizer «gentil comigo» quando afinal o que aqui escreveu revela o contrário, tanto mais que o meu comentário, não contrariando o seu, envolvia um sentido de o complementar.
          Admito que não me tenha compreendido por ter escrito «É hipocrisia alertar, avisar, chamar a atenção para tão assustador futuro…» Se tal aconteceu, só tenho que dar a mão à palmatória, porque a frase devia ser interrogativa: É hipocrisia alertar, avisar, chamar a atenção para tão assustador futuro? (aquelas “…” faziam parte de outra frase que apaguei e em vez de as retirar retirei o “?”. Peço desculpa pelo lapso.
          Quanto a desvalorizar e a rebaixar as suas sugestões, minha Cara Senhora, como, se tinha dito que estava de acordo com elas?
          Afinal parece não ter entendido, tão perfeitamente como diz, o alcance do meu “tiro”.
          Quanto à sugestão com que finaliza o seu retruque, de certeza que quando a Maria nasceu eu já cá andava havia muito tempo e bem cedo tive de a abrir os olhos, se quis saber onde me encontrava…
          Daí que a sua sugestão, por muito boas que sejam as suas intenções, já não me servem de nada.

          • Com gentileza, permita-me uma 2ª e ultima sugestão: páre de sentir-se apavorado e pesquise sobre “ondas escalares”.
            Aprenda um pouco mais sobre a maldade da qual estamos todos a ser vítimas e não culpados, como tentam fazer-nos crer.
            As alterações climáticas são 99,9% fabricadas por tecnologia, e, ao que consta, essa tecnologia até é ativada por inteligência artificial… isto é, uns tais cientistazinhos são pagos para programarem as máquinas, e depois, até conseguem ir dormir em paz e sossego de consciência…
            Posto isto, entende agora porque há governantes que se distanciam da questão da poluição e do carbono??? Melhor posicionados do que ninguém, eles estão por dentro do conhecimento de como a coisa é feita e dinamizada. Eles riem-se e troçam da ingenuidade e do pavor instalados no inconsciente coletivo, no qual muitos visitantes e comentadores deste tema e desta página, se encontram incluídos. É por este motivo que lhe recomendei que abrisse os olhos.
            Para encurtar o caminho, até lhe sugiro um atalho para uma aula: https://www.youtube.com/watch?v=kTRPYtURzYM
            Quanto ao resto que escreveu, nem me apetece contra-argumentar. Felicito-o por saber escrever e saber expressar-se bem por escrito. Permita-me que acrescente que, embora reconheça que tem todo o direito a expressar as suas opiniões pessoais, não me parece que ser comentador de comentários seja uma boa terapia ocupacional de 3ª idade… mas, a decisão final será sempre sua… 🙂
            Por favor, não assuma o peso de uma culpa que não é sua. Seja feliz! Está sempre a tempo…
            assinado: Maria da Maia

          • Com gentileza, permita-me uma 2ª e ultima sugestão: páre de sentir-se  apavorado  e pesquise  sobre “ondas escalares”.
            Aprenda um pouco mais sobre a maldade da qual estamos todos a ser vítimas e não culpados, como tentam fazer-nos crer.
            As alterações climáticas são 99,9% fabricadas por tecnologia, e, ao que consta, essa tecnologia até é ativada por inteligência artificial… isto é, uns tais cientistazinhos  são pagos para  programarem as máquinas, e depois, até conseguem  ir dormir em paz e sossego de consciência…
            Posto isto, entende agora porque há governantes que se distanciam da questão da poluição e do carbono??? É que não tem nada a ver. Melhor posicionados do que ninguém, eles estão por dentro do todo o conhecimento de como a coisa é feita e dinamizada. Eles riem-se e troçam da ingenuidade e do pavor instalados no inconsciente coletivo, no qual muitos visitantes e comentadores deste tema e desta página, se encontram  incluídos. É por este motivo que lhe recomendei que abrisse os olhos.
            Para encurtar o caminho, até lhe sugiro um atalho para uma aula: https://www.youtube.com/watch?v=kTRPYtURzYM
            Quanto ao resto que escreveu, nem me apetece contra-argumentar. Felicito-o por saber escrever e saber expressar-se bem por escrito. Permita-me que acrescente que, embora reconheça que tem todo o direito a expressar as suas opiniões pessoais, não me parece que ser comentador de comentários seja uma boa terapia ocupacional de 3ª idade… mas, a decisão final será sempre sua… 🙂
            Não assuma o peso de uma culpa que não é sua. Seja feliz! Está sempre a tempo… e, por aqui me fico.
            assinado: Maria da Maia

            • “As alterações climáticas são 99,9% fabricadas por tecnologia, e, ao que consta, essa tecnologia até é ativada por inteligência artificial…”
              Hahahaaaa….
              Tal como o resto, essas “aulas” de YouTube também são comédia!…

    • Maria, concordo consigo a 100%! Eu também quero essas mudanças!! O Homem maltrata a Mãe Terra, sem dúvida, há que alterar muitos comportamentos nocivos! Mas há muito engano a ser publicado, porque tem interesses monetários! Como sempre, neste mundo, o dinheiro é a origem de todos os males!…
      Já agora, o que eles não nos dizem abertamente, é que TODOS OS PLANETAS DO SISTEMA SOLAR ESTÃO A PASSAR POR ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS, a partir dos anos 70, e mais pronunciadamente nos anos 90 e até aos dias de hoje!
      Está tudo publicado em estudos da NASA, está disponível para quem quiser procurar! Para quem não quiser procurar estudos oficiais, procurem por notícias! Mudanças nos planetas Saturno, Júpiter, Neptuno, Urano!!! Estamos a passar por uma zona altamente magnetizada e super aquecida, chamada de Local Fluff.
      Está à vista de todos, só não vê quem não quer.
      Espero que não censurem o meu comentário, porque tdos os comentários que menciono as alterações no sistema solar, bloqueiam-me!!!

      • Olá Jo. Concordo com os seus pontos de vista. Na verdade há realmente vários fatores a atuarem em simultâneo: influências provenientes do exterior do nosso sistema solar, mas, principalmente, atuações ligadas a interesses económicos e políticos…
        Ando minimamente informada sobre a influência exercida pela região do Universo na qual o nosso sistema solar está mergulhado por estar presentemente a atravessá-la. Na minha opinião essa influência é maior sobre o meio líquido dos oceanos pois a água é mais facilmente recetiva. Admito que essa seja uma das causas do aquecimento dos oceanos. Mas, essa influência exterior não justifica tudo o que de absurdo e caótico, anda a acontecer no Planeta.
        Não justifica, por exemplo, os incêndios florestais e muitos dos incêndios das zonas residenciais. onde todo o conteúdo das casas fica praticamente reduzido a cinzas, mas, as árvores dos jardins circundantes, permanecem de pé e quase intactas.
        Diariamente – e várias vezes ao dia – eu observo mapas com registos enviados por satélites, isto é, habituei-me a ver o Clima do Planeta inteiro, mas, de cima para baixo.
        Basta observarmos esses mapas para vermos a GeoEngenharia Climática a atuar em regiões específicas.
        Também observo muito o céu. Por observação direta vejo a atuação dos aviões a fabricarem as chemtrails e também observo as “torradeiras” que certos aviões desenham no céu, em determinados dias, a 4 ou 5 quilómetros de altitude, isto é, inacessível aos olhos dos cidadãos que se deslocam cá por baixo. Depois, entre 24 a 30 horas após essa sementeira, ninguém suporta a “onda de calor” gerada não se sabe como. Ninguém me diz. Sou eu que observo e faço os meus registos.
        O Clima é manipulado cá na Terra mesmo. A aviação em geral e a NATO em particular, estão metidos nessa atividade até aos ossos.
        Mais: enquanto não mataram o chefe islâmico, o mapa mostrava as arábias – noite e dia – a ferverem. Agora, já baixou o calor… Porque terá sido??? Baixaram as temperaturas, mas não deixam chover (ou nevar) por aquelas terras, e, ainda por cima, plantaram-lhes um violento tufão para erguer ferozes tempestades de areia… Entretanto, o mundo fica admirado da Califórnia recomeçar a arder…
        Pergunto: quem tem a lucidez suficiente para ver que isto é GUERRA pura e dura, onde as armas usadas são as Armas Climáticas???
        -Ora agora aqueço eu; ora agora aqueces tu…
        -Ora agora queimo eu… ora agora queimas tu…
        e assim vai…
        Através de HAARP, os ventos húmidos são desviados para que o ambiente fique seco. Em simultâneo, aviões semeiam químicos no ar, os quais, progressivamente, vão-se depositando por todo o lado. De seguida, é fácil pegar fogo e as florestas ardem impiedosamente.Os químicos produzem uma incontrolável sucessão de explosões a temperaturas muito acima do normal. A água lançada pelos aviões evapora-se rapidamente e sem possibilidade de tocar ou molhar o solo…
        Infelizmente há quem continue a achar tudo isto normal, natural… ou aceitável.. ou inevitável… eu já nem entendo mais o modo como a sociedade em geral interpreta tudo isto… Anda tudo insano e cego!!
        E depois.. ainda querem que assuma que a culpa é minha??!!!!!!
        Não sendo uma abordagem exaustiva, foi apenas mais um desabafo… um de entre os muitos que vou fazendo aqui e ali…
        Jo, das minhas observações, o Local Fluff tem responsabilidade numa percentagem pequena… O resto que de mau está a acontecer, é obra terráquea mesmo…
        assinado: Maria da Maia

        • “Ninguém me diz. Sou eu que observo e faço os meus registos.”
          Pois… e isso nota-se!…
          .
          “…plantaram-lhes um violento tufão para erguer ferozes tempestades de areia…”
          Hahaahaaa…
          Agora já dá para “plantar” tufões?!
          Enfim…
          Isso é tudo imaginação ou veio das “aulas” de YouTube?
          .
          “Entretanto, o mundo fica admirado da Califórnia recomeçar a arder…”
          Fica?!
          Qual mundo?
          O que existe dentro da tua cabeça?!

          • enfim…. o “Eu!” a exibir o seu melhor e intrometido como sempre!!…
            Só ainda não entendi porque te dás ao trabalho de ler o que eu escrevo… 🙂 🙂 🙂
            Haja paciência!… até ver…
            assinado: Maria da Maia

            • Leio porque gosto de comédia e de ver até onde vai a imaginação humana…
              Mas, a partir de certo ponto, começa a ser preocupante pois pode ser considerado doença – como a paranoia ou a esquizofrenia!…
              .
              Haja paciência para as estorias espalhadas pelos carneirinhos que, coitados, não tem capacidade para mais e vão atrás de tretas “ensinadas” por “professores” de YouTube!…
              Outro bom exemplo disso é a carneirada da terra-plana!…

  8. O que aqui vem é uma conclusão de 11 mil cientistas, mas nem é necessário ser cientista para verificar que a situação está a mudar para pior e cada vez mais a um ritmo mais acelerado, aqueles que aqui põem em causa tal mudança certamente serão criados em apartamentos de cidade e pouco mais longe irão para nada verem à sua volta. Se a poluição é um dos factores responsável, o aumento da população mundial será o mais grave de todos e haverá que fazer um balanço onde ela está a aumentar descontroladamente e passar a haver aí controlo da natalidade, continuando na situação actual o planeta não irá suportar tal aumento pois quanto maior for este, menor será o espaço para toda a outra biodiversidade que nos rodeia e que faz parte da sustentabilidade do planeta. Ver cidades com largos milhões de habitantes tal como agora na Índia onde a população nem já pode respirar é simplesmente de loucos e comprova a irresponsabilidade e incompetência dos políticos em gerir o território.

  9. o embuste climatico e o seu co2, tanto papalvo que julga que o planeta terra nao teve milhoes de alteracoes climaticas ao longo da sua vida

  10. está na altura de investir na Bolsa de Carbono de Chicago! tantas boas intenções e tantos milhões. alterações de clima sempre houve e hao-de haver! carneirada! pensar cansa muito, não é? em vez de andarem por aí a correr e a beber água para ginasticar o físico era bem melhor que pensassem para ginasticar os neurónios!

  11. 11 mil cientistas declaram, uma cidade inteira de cientistas porque para todos declararem com certeza estão trabalhando juntos. Fico imaginando o tamanho da despesa de 11 mil cientistas somente para estudarem o Clima. Palhaçada

RESPONDER

Wolves quer juntar Nélson Oliveira à armada portuguesa

O Wolves está em negociações com o AEK para a contratação do internacional português Nélson Oliveira. O jogador tem estado em destaque ao serviço do emblema helénico. O Wolverhampton está interessado na contratação do ponta-de-lança português …

Cientistas desvendaram alguns dos segredos do icónico "Ídolo de Pachacamac"

Investigadores revelaram novos detalhes sobre o Ídolo de Pachacamac, uma estátua icónica da arqueologia antiga peruana. O Ídolo de Pachacamac é uma estátua de madeira que se acredita representar um dos principais deuses da cultura Inca. …

Novas tabelas de IRS para 2020. Salários até 659 euros isentos de retenção na fonte

As novas tabelas de retenção na fonte a aplicar aos salários em 2020 foram publicadas esta terça-feira em Diário da República. Houve uma atualização das tabelas em 0,3%, mas o Governo desceu o montante da …

Paulo Pedroso deixou de ser militante do PS antes das eleições

O ex-ministro e antigo porta-voz do PS, Paulo Pedroso, disse esta segunda-feira à agência Lusa que deixou de ser militante do Partido Socialista antes das eleições legislativas de outubro, sem querer avançar as razões da …

Descoberto o aparelho digestivo fossilizado mais antigo já conhecido

Cientistas descobriram fósseis com 550 milhões de anos, no deserto do Nevada, nos Estados Unidos, que podem ter os aparelhos digestivos mais antigos já conhecidos. Entre cerca de 580 e 540 milhões de anos atrás, no …

Dois fetos encontrados sem vida em Espinho

Dois fetos foram encontrados esta segunda-feira sem vida em Espinho, adiantaram fontes da PSP à agência Lusa. Uma fonte da PSP de Aveiro avançou ter recebido às 12:22 um alerta para a existência de um …

Infarmed recomenda suspensão de medicamento devido a risco de cancro de pele

O Infarmed recomendou aos profissionais de saúde que deixem de prescrever Picato, um tratamento cutâneo de queratose atínica não-hiperqueratósica e não-hipertrófica, e aos doentes que não o usem. O gel, cuja substância ativa é o mebutato …

Três mísseis caem junto a embaixada dos EUA em Bagdade

Três projéteis caíram na noite de segunda-feira na designada '"zona verde" da capital iraquiana, perto da embaixada dos EUA, indicaram à AFP fontes dos serviços de segurança, que não mencionaram a existência de vítimas. A informação …

Estudo sugere que modernização reduz importância da religião na felicidade das pessoas

Em países mais desenvolvidos e em que há uma maior perceção de liberdade, a religião desempenha um papel menos importante na felicidade das pessoas. Um novo estudo sugere que em países em que a felicidade das …

Estrelas K são os melhores lugares para procurar vida

Na busca por vida para lá da Terra, os astrónomos procuram planetas na "zona habitável" de uma estrela onde as temperaturas são ideais para que a água líquida exista à superfície de um planeta. Uma ideia …