100 euros ao coveiro por urna da avó dá processo

Jan Glas / Flickr

-

Um homem confessou hoje em tribunal ter pago 100 euros a um coveiro para que lhe entregasse a urna da avó, a qual guardou em casa quase quatro meses, para, alegadamente, reclamar uma indemnização à Junta de Freguesia de Alverca.

O arguido e a companheira são suspeitos de subornarem o coveiro para que este trocasse a urna de uma familiar com a de outra pessoa, com o objectivo de pedir uma indemnização à Junta de Freguesia de Alverca, concelho de Vila Franca de Xira, por erro dos serviços.

O homem e a mulher, de 31 e 28 anos, respectivamente, estão acusados pelo Ministério Público (MP) de corrupção activa e de profanação de cadáver, enquanto o coveiro, de 54 anos, responde por corrupção passiva e co-autoria na profanação de cadáver.

Na primeira sessão de julgamento, que decorre no Tribunal de Vila Franca de Xira, o arguido, sem nunca mencionar a questão da suposta indemnização a reclamar à Junta, disse que praticou os factos para “demonstrar que era possível qualquer pessoa retirar as ossadas do cemitério sem qualquer controlo”.

O arguido referiu que, em 2009, a mesma urna da avó desapareceu algumas semanas e ninguém da Junta de Freguesia lhe deu uma justificação. O processo deste episódio foi arquivado, mas decorre ainda uma acção cível contra a autarquia nos tribunais administrativos por “danos morais”.

O homem afirmou que a sua companheira – que não quis prestar declarações – “nunca soube” das suas intenções, as quais passavam apenas por levar a urna com as ossadas da avó para a sua casa. Acrescentou que a ideia de colocar outra urna nesse ossário foi do coveiro, a quem deu, por iniciativa própria, 100 euros, classificando esse seu ato de “generoso”.

Coveiro assume ter recebido o dinheiro

O coveiro – que regressou ao trabalho depois de suspenso quatro meses pela Junta – assumiu hoje ter recebido os 100 euros, mas disse que foi enganado pelo outro arguido.

“O que ficou combinado é que ele só levava os ossos. No dia em que era para levar os ossos, acabou também por querer levar a urna. Ele enganou-me”, sublinhou o coveiro que, à saída do Tribunal de Vila Franca de Xira disse aos jornalistas que aceitou o dinheiro por “necessidade”, uma vez que ia de férias.

Hoje foi ainda inquirida uma funcionária da Junta de Freguesia de Alverca, a qual confirmou que a advogada do arguido enviou, em Setembro de 2011, um fax a solicitar uma reunião com a Junta. Segundo a técnica, no encontro, que aconteceu no início de Novembro, a advogada – a mesma que defende o arguido em julgamento – pediu uma indemnização à autarquia para que houvesse um entendimento e não se avançasse para tribunal, proposta recusada pela Junta de Freguesia.

A próxima sessão ficou agendada para as 09h15 de 11 de Abril.

Segundo o despacho de acusação, a que a agência Lusa teve acesso, em Julho de 2011, o casal terá pago “100 euros” ao coveiro para que entregasse “uma urna com uma ossada completa, não identificada e considerada abandonada”. De seguida, o arguido “dirigiu-se ao ossário da avó e trocou a urna da familiar pela que tinha sido entregue pelo coveiro”.

O neto levou depois a urna com as ossadas da avó na bagageira do carro para casa. De acordo com o MP, o casal “manteve a urna na despensa da habitação durante quase quatro meses”.

O casal foi detido pelas autoridades a 26 de Novembro de 2011, quando tentava devolver a urna ao cemitério de Alverca.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Portimonense 1-3 Sporting CP | Raphinha dá vida a visão de Bruno

O Sporting assumiu a liderança da Liga NOS, ao arrancar uma vitória por 3-1 no terreno do Portimonense. Raphinha foi o herói da partida ao apontar dois golos. Num jogo que teve um arranque louco, com …

Psicólogos revelam o que pensam as outras pessoas das suas selfies

Uma experiência com centenas de utilizadores do Instagram descobriu que aqueles que publicam muitas selfies são vistos como menos amigáveis, bem-sucedidos, extrovertidos e também mais inseguros. "Mesmo quando dois feeds têm conteúdo semelhante, como conquistas ou …

Descoberta em Alenquer uma das maiores muralhas do país do Calcolítico

Arqueólogos portugueses e espanhóis descobriram em Alenquer uma muralha monumental, uma das maiores do país do período Calcolítico, com quatro a cinco mil anos, após terem realizado este mês as primeiras escavações. A uma altitude de …

Minas americanas continuam inseguras apesar de multas de mil milhões de dólares

O veredito é dado pela sistema federal que multa as empresas mineiras: nem os mais de mil milhões de dólares em multas se revelaram suficientes para desencorajar as práticas inseguras do setor. Esta foi a conclusão …

Ainda há esperança. Corais do Atlântico reproduziram-se pela primeira vez em laboratório

Este é um avanço histórico que poderia ajudar a salvar corais em todo o mundo, incluindo o ameaçado recife da Flórida, nos Estados Unidos. O Aquário da Flórida, nos Estados Unidos, conseguiu que o coral Dendrogyra …

Cientistas descobrem a melhor maneira de ensinar uma nova língua a crianças

As pessoas muitas vezes assumem que as crianças aprendem novas línguas facilmente e sem esforço, independentemente da situação em que se encontram. Mas será verdade que as crianças absorvem linguagem como esponjas? Estudos mostraram que as …

Cientistas descobrem que as mantas gostam de socializar e de fazer amigos

Embora já tenham sido consideradas criaturas solitárias, um novo estudo descobriu que as mantas formam relações sociais e escolhem parceiros sociais. De acordo com o IFLScience, uma equipa de cientistas estudou mais de 500 grupos sociais …

Planta que não se reproduzia há 60 milhões de anos no Reino Unido revivida pelas alterações climáticas

Há 60 milhões de anos que as cicas não se reproduziam no Reino Unido. Agora, com a subida das temperaturas devido às alterações climáticas, fizeram-no pela primeira vez. As cicas são plantas lenhosas muito parecidas com …

Líderes políticos e religiosos ultraconservadores reunidos secretamente em Fátima

A reunião foi promovida pela International Catholic Legislators Network (ICLN). O encontro começou na quinta e termina este domingo. Entre muitos, conta com a participação do primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán. Vários líderes políticos e religiosos ultraconservadores …

Rio alerta para "divórcio violento" e medo de Costa em perder votos para o BE

O líder do PSD, Rui Rio, disse este sábado que as críticas de António Costa ao Bloco de Esquerda refletem "ingratidão" e o "medo" que o Partido Socialista tem em "perder" votos para os bloquistas …