100 euros ao coveiro por urna da avó dá processo

Jan Glas / Flickr

-

Um homem confessou hoje em tribunal ter pago 100 euros a um coveiro para que lhe entregasse a urna da avó, a qual guardou em casa quase quatro meses, para, alegadamente, reclamar uma indemnização à Junta de Freguesia de Alverca.

O arguido e a companheira são suspeitos de subornarem o coveiro para que este trocasse a urna de uma familiar com a de outra pessoa, com o objectivo de pedir uma indemnização à Junta de Freguesia de Alverca, concelho de Vila Franca de Xira, por erro dos serviços.

O homem e a mulher, de 31 e 28 anos, respectivamente, estão acusados pelo Ministério Público (MP) de corrupção activa e de profanação de cadáver, enquanto o coveiro, de 54 anos, responde por corrupção passiva e co-autoria na profanação de cadáver.

Na primeira sessão de julgamento, que decorre no Tribunal de Vila Franca de Xira, o arguido, sem nunca mencionar a questão da suposta indemnização a reclamar à Junta, disse que praticou os factos para “demonstrar que era possível qualquer pessoa retirar as ossadas do cemitério sem qualquer controlo”.

O arguido referiu que, em 2009, a mesma urna da avó desapareceu algumas semanas e ninguém da Junta de Freguesia lhe deu uma justificação. O processo deste episódio foi arquivado, mas decorre ainda uma acção cível contra a autarquia nos tribunais administrativos por “danos morais”.

O homem afirmou que a sua companheira – que não quis prestar declarações – “nunca soube” das suas intenções, as quais passavam apenas por levar a urna com as ossadas da avó para a sua casa. Acrescentou que a ideia de colocar outra urna nesse ossário foi do coveiro, a quem deu, por iniciativa própria, 100 euros, classificando esse seu ato de “generoso”.

Coveiro assume ter recebido o dinheiro

O coveiro – que regressou ao trabalho depois de suspenso quatro meses pela Junta – assumiu hoje ter recebido os 100 euros, mas disse que foi enganado pelo outro arguido.

“O que ficou combinado é que ele só levava os ossos. No dia em que era para levar os ossos, acabou também por querer levar a urna. Ele enganou-me”, sublinhou o coveiro que, à saída do Tribunal de Vila Franca de Xira disse aos jornalistas que aceitou o dinheiro por “necessidade”, uma vez que ia de férias.

Hoje foi ainda inquirida uma funcionária da Junta de Freguesia de Alverca, a qual confirmou que a advogada do arguido enviou, em Setembro de 2011, um fax a solicitar uma reunião com a Junta. Segundo a técnica, no encontro, que aconteceu no início de Novembro, a advogada – a mesma que defende o arguido em julgamento – pediu uma indemnização à autarquia para que houvesse um entendimento e não se avançasse para tribunal, proposta recusada pela Junta de Freguesia.

A próxima sessão ficou agendada para as 09h15 de 11 de Abril.

Segundo o despacho de acusação, a que a agência Lusa teve acesso, em Julho de 2011, o casal terá pago “100 euros” ao coveiro para que entregasse “uma urna com uma ossada completa, não identificada e considerada abandonada”. De seguida, o arguido “dirigiu-se ao ossário da avó e trocou a urna da familiar pela que tinha sido entregue pelo coveiro”.

O neto levou depois a urna com as ossadas da avó na bagageira do carro para casa. De acordo com o MP, o casal “manteve a urna na despensa da habitação durante quase quatro meses”.

O casal foi detido pelas autoridades a 26 de Novembro de 2011, quando tentava devolver a urna ao cemitério de Alverca.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Casal homossexual de pinguins "roubou" um ovo para poder ter a sua família

Um casal homossexual de pinguins de um jardim zoológico na Holanda estava tão ansioso por ter as suas crias que não resistiu à tentação e acabou por roubar um ovo de outro par. De acordo com …

Gabriel renova contrato com o Benfica até 2024

O médio brasileiro renovou contrato por mais uma época com o Benfica, até 2024, anunciou, esta quinta-feira, o clube no seu site oficial. "Estou muito feliz com esta renovação por mais um ano, é uma forma …

Malta Files permitiu ao Fisco recuperar milhões. Rui Pinto diz que foi um dos denunciantes

O pirata informático assumiu, esta quinta-feira, ter sido um dos denunciantes dos Malta Files, que permitiu ao Fisco identificar cidadãos e empresas portugueses que se aproveitaram do regime fiscal maltês para pagar menos impostos. "De acordo …

Há 5 anos que aparecem maços de notas nas ruas de uma aldeia inglesa (e ninguém sabe porquê)

Os residentes de uma aldeia inglesa andam a descobrir maços de notas nas ruas desde 2014. Um mistério que, até agora, ninguém conseguiu explicar. Mas há várias teorias e uma envolve o Pai Natal! O dinheiro …

Em 2018, só nove crianças foram colocadas em famílias de acolhimento

Apenas nove crianças tiveram uma medida de proteção em regime de acolhimento familiar em 2018, sendo que quase todas as crianças sinalizadas pelas comissões de menores ficaram na família, a maioria junto dos pais. De acordo …

Militar da GNR diz que droga apreendida na "casinha" era da Juve Leo

Decorreu, esta quinta-feira, a terceira sessão do julgamento da invasão à academia do Sporting, que decorre no tribunal de Monsanto, em Lisboa. O militar da GNR João Oliveira admitiu hoje, em tribunal, que a posse da …

Continental vai acabar com 5500 empregos em todo o mundo até 2028

A alemã Continental vai suprimir 5.500 empregos no mundo até 2028, num contexto de abrandamento conjuntural e de queda da procura por motores a combustão, anunciou esta quarta-feira o fornecedor automóvel germânico. Com o objetivo de …

Tailândia. Exploração sexual de mulheres e crianças denunciados no primeiro discurso do Papa

O Papa Francisco denunciou esta quinta-feira que "mulheres e crianças estão particularmente vulneráveis, violentados e expostos a toda a forma de exploração, escravatura, violência e abuso", na primeira intervenção proferida na Tailândia, um dos destinos …

Forças de segurança ameaçam com nova manifestação a 21 de janeiro

As associações de profissionais da PSP e da GNR que se concentraram junto ao Parlamento, esta quinta-feira, anunciaram um novo protesto para 21 de janeiro, caso o Governo não atenda às suas reivindicações. O anúncio foi feito …

Mortes por cancro do pâncreas duplicaram em Portugal nos últimos 25 anos

As mortes por cancro do pâncreas mais do que duplicaram em Portugal nos últimos 25 anos, correspondendo a um aumento médio anual de 3%, revela um estudo esta quinta-feira divulgado pela Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia …