Wyoming quer multar empresas que usem energias renováveis para produzir eletricidade

tresemes / Flickr

-

Um grupo de senadores e congressistas do estado do Wyoming, nos Estados Unidos, apresentou uma proposta para contrariar as exigências de utilização de energia de fontes renováveis. Aliás, o objetivo é exatamente o oposto: um projeto de lei apresentado este mês quer multar as empresas que forneçam eletricidade produzida a partir de energia eólica ou solar.

O Wyoming é dos principais estados norte-americanos em termos de potencial para a energia eólica, mas as indústrias dos hidrocarbonetos – carvão, petróleo e gás natural – constituem a espinha dorsal da sua economia.

A energia renovável, acusam alguns, tem sido pesadamente promovida e subsidiada pelo Governo à custa da indústria dos hidrocarbonetos. “Quero a eletricidade na minha casa produzida com carvão, porque é a maneira mais barata de a fazer“, afirmou o republicano David Miller, sobre a proposta.

O presidente do senado, Eli Bebout, disse que não gosta da ideia de penalizar os produtores de energias de fonte renovável. Mas acrescentou que os clientes de eletricidade do Wyoming pagam mais do que devem por esta, porque parte da que recebem vem de outros estados que subsidiam a produção de energia renovável.

“Não acredito que devamos subsidiar as suas crenças e a sua legislação e a sua direção sobre a forma de produzir renováveis”, argumentou Bebout.

O Wyoming é o principal estado produtor de carvão dos Estados Unidos, mas alguns analistas questionam se tanto favorecimento deste hidrocarboneto é boa política e se vai embaratecer a fatura elétrica no longo prazo.

A tendência da produção de energia eólica e solar ficar cada vez mais barata vai continuar nos próximos anos, afirmou Rob Godby, professor associado e diretor do Centro de Economia de Energia e Políticas Públicas da Universidade do Wyoming.

A iniciativa dos congressistas do Wyoming para punir a energia renovável “escolhe claramente uma fonte de energia, independentemente do seu custo”, considerou Godby, que acrescentou: “Isto pode prejudicar os contribuintes e os consumidores no Wyoming, tal como o potencial (do Estado) para atrair novas empresas”.

Nos EUA, existem 37 estados que têm objetivos ou padrões para a inclusão de energia renovável na sua carteira produtiva, incluindo o Havai, que planeou obter toda a sua eletricidade a partir de fontes renováveis até 2045. O Wyoming é um dos 13 Estados que não tem qualquer planificação ou objetivos neste assunto.

Penalizar a energia eólica e solar vai colocar o Wyoming ainda mais desalinhado com o resto do país, afirmou Shannon Anderson, do Conselho de Recursos da bacia do Rio Powder, que trabalha com comunidades rurais para proteger os seus interesses em problemas ambientais suscitados pela produção de hidrocarbonetos.

// Lusa

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Incrível… o mundo a se destruir de tanta poluição e ainda existem sítios neste planeta que só se preocupam com o dinheiro em detrimento da saúde do planeta… so se esquecem que o planeta não precisa dos humanos, mas nós precisamos dele!!!

    • Mais valia que (caso não sejam jovenzitos) olhassem para o céu em certos dias de céu claro e vissem aviõezitos a entrecruzar-se e a formar uma corja de linhas de “coca” que enventualmente acabam por espalhar-se e cobrir todo o céu com uma massa esbranquiçada e quase tapam completamente o sol. Há (graças!) ainda dias de céu claro em que isso não acontece… Porquê? Não vos preocupa, pois não? É tudo “vapor de água”… Pois sim. Estudem o assunto. Nunca viram em certos dias de chuva a água que cai nas bermas vir cheia de uma espécie de espuma branca? Como se tivessem lavado um carro no meio do nada? Não? É perfeitamente normal, claro. E já agora, correram com as lâmpadas incandescentes. Agora as lâmpadas são a preço de rico. A conta da electricidade de meses comparáveis baixou em relação à década passada? Não? Então? Que é que se passa? Não é de certeza a inflação, que anda ridícula há muito tempo. Pois é… acreditar a todo o custo. Repetir o que os outros dizem sem se dar ao trabalho de verificar. E os verdes fazem desde sempre parte da CDU. Porque será? Acaso estaline era ecologista? Bora lá pagar mais impostos verdes seus malvados consumidores. O CO2 é bom para as plantinhas mas é muito mau, muito mau, muito mau. Porquê? Porque a televisão disse e isso basta.

      • Caro “Lindo” mesmo as melhores coisas, quando em excesso, são más.
        Por exemplo, eu gosto muito de comer ovos estrelados, mas se comer demasiados, vou ficar doente, certo? Acredita nisso?
        E já agora, tanto o petróleo como o carvão são negros. Porque será?

        • O que será que quiz dizer com a sua afirmação “E já agora, tanto o petróleo como o carvão são negros. Porque será?”.
          Será algum resciquio rácico que se esconde, ou pura simplesmente não gosta do negro?

  2. Atrasados! Uma vergonha… Impostos verde a incidir sobre os produtos fabricados com excesso de poluição, afinal a conta da poluição pagamos todos, quer queiramos, quer não.

  3. Muito pode ser dito mas basta referir que a América tem o melhor e o pior que se pode encontrar no mundo…
    Ultimamente parece que o pior da escumalha politica resolveu agir…
    Um dia destes temos um novo pais “Estados Desunidos da América”

  4. Um país avançado com ideias retrógradas, estes vão do 8 ao 80 e não conseguem compreender que muitas vezes vão no caminho errado, talvez apenas só porque se sentem grandes e superiores.

  5. O carvão só é a maneira mais barata de fazer energia porque no seu preço não estão incluídas todas as externalidades negativas que provoca! Faça-se reconhecer a totalidade dos custos no carvão e pelo mesmo argumento senadores e congressistas teriam de retirar a sua louca proposta de lei.

Responder a Ped Cancelar resposta

Mais seis mortes e 232 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, nesta segunda-feira, mais seis mortes por covid-19 e mais 232 novos casos, dos quais 195 na região de Lisboa e Vale do Tejo. O boletim epidemiológico desta segunda-feira, divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), …

Quebras no turismo triplicam desemprego no Algarve

O desemprego no Algarve aumentou mais de 200% em maio para quase 28 mil desempregados, atingindo sobretudo o setor da hotelaria, que desespera pela chegada de turistas para atenuar o "golpe" de quase três meses …

Marques Mendes elogia "voz independente" de Medina (e diz que a TAP pode ser um crematório político)

Luís Marques Mendes elogiou neste domingo as críticas que o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, fez ao combate à pandemia, considerando ainda que a resolução da TAP, que culminou na saída de David …

O “Grenadier” já não vai ser português. Fabricante automóvel Ineos desiste de fábrica em Estarreja

A INEOS Automotive, empresa do ramo automóvel, transmitiu à Câmara de Estarreja que vai suspender o investimento de 300 milhões de euros numa fábrica no concelho, revelou este domingo fonte municipal. "A empresa transmitiu à Câmara …

Grécia e Austrália recuam na abertura de fronteiras. Marrocos isola cidade após recorde de casos

Grécia e Austrália anunciaram neste fim-de-semana um recuo na abertura das suas fronteiras, enquanto que Marrocos isolou uma cidade após um número recorde de novas infeções de covid-19 registadas em 24 horas. A Grécia anunciou …

Dinheiro dos pobres usado para "vida de luxo". Presidente, mulher e filha da Mão Amiga acusados

O presidente da Associação Mão Amiga, em Gulpilhares, Vila Nova de Gaia, a mulher e a filha foram acusados pelo Ministério Público (MP) de usarem o dinheiro da instituição para pagarem uma "vida de luxo". …

Fisco tem por cobrar 15 mil milhões de euros em impostos

O Jornal Económico escreve esta segunda-feira que a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) tem por cobrar 14.919 milhões de euros em impostos. De acordo com o diário de economia, mais de metade da dívida dos contribuintes está …

"Armada espanhola" assegura 70% do mercado das obras públicas em Portugal

As empresas espanholas estão a assegurar 70% do mercado das obras públicas em Portugal, escreve esta segunda-feira o jornal Público, citando uma análise ao Portal Base, às obras públicas acima de sete milhões de euros No …

"Oitavos" da Liga dos Campeões não vão ser jogados em Portugal

A UEFA cedeu à pressão dos clubes e decidiu que os encontros da segunda mão dos oitavos-de-final vão ser disputadas nos respetivos estádios dos clubes. Os encontros por jogar relativos aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões …

Turmas repartidas e aulas ao sábado. O que muda no novo normal do Ensino Superior

Para o regresso às aulas do Ensino Superior no próximo ano letivo, as universidades estão a preparar medidas que permitam cumprir as regras sanitárias e zelar pela aprendizagem dos seus alunos. Se tudo correr como planeado, …