Violência doméstica, droga, bairros problemáticos. Agentes da PSP obrigados a usar coletes anti-bala

A Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP) decidiu tornar obrigatório o uso de coletes balísticos em oito tipos de situações.

De acordo com o Jornal de Notícias, os agentes da PSP vão passar a ser obrigados a usar coletes anti-balas em oito tipos de ocorrências. Casos de violência doméstica, consumo de álcool ou droga e entrada em bairros problemáticos são algumas das situações abrangidas pela medida.

Os oito tipos de ocorrência são: situações que envolvam o uso de qualquer arma por parte dos suspeitos; violência doméstica; que envolvam cidadãos suspeitos de serem portadores de anomalia psíquica; que envolvam cidadãos sob o efeito do consumo excessivo de álcool ou drogas; de desordem e agressões; operações de manutenção e/ou reposição da ordem pública; operações de busca domiciliária ou de execução de mandados de detenção e captura de suspeitos potencialmente agressivos ou violentos; e em zonas problemáticas durante o período noturno.

“A imprevisibilidade do serviço policial e do surgimento de um ataque à nossa integridade física, mesmo em ocorrências de rotina e de expectável baixo risco, aconselham um uso mais frequente de coletes balísticos, especialmente em determinadas missões em que com maior probabilidade podem ocorrer acidentes e/ou agressões”, escreveu Magina da Silva, diretor nacional da PSP, em comunicado.

Os polícias estão também obrigados a utilizar cinto de segurança sempre que se desloquem em viaturas oficiais.

A nova medida surge após confrontos recentes entre polícias e moradores de bairros problemáticos. Porém, a Direção Nacional da PSP não associa a decisão aos episódios recentes de violência contra as forças de segurança.

Foram apenas episódios esporádicos. A PSP entra todos os dias, de forma pacífica, em todos os bairros do país. Há uma boa interação”, explicou fonte oficial ao JN.

Nas últimas semanas, houve alguns casos de violência contra a polícia. Num bairro no Parque das Nações, os agentes foram recebidos a tiro quando tentavam terminar uma festa. Em Cascais, dois polícias foram agredidos quando tentavam identificar dois jovens suspeitos de provocar desacatos numa loja.

O Sindicato Independentes dos Agentes de Polícia aplaude a decisão, mas mostra-se preocupado com a falta de material, uma vez que não há um colete para cada polícia. “Não será razoável, no momento em que atravessamos uma crise pandémica, a partilha de um equipamento que deve ser naturalmente pessoal”, refere o sindicato, em comunicado citado pelo JN.

A PSP reconheceu que o equipamento terá de ser usado por vários polícias, mas ressalva que este é utilizado por cima da farda e “não coloca em causa a saúde” dos agentes. Além disso, já está programada a encomenda de mais coletes “para se chegar ao estado ideal” de um colete por polícia.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O Lamborghini mais potente acelera dentro de água. É um iate com 4.000 cavalos

O resultado da primeira colaboração entre a a Lamborghini e os especialistas da Tecnomar é um iate de luxo, com 4.000 cavalos que recria a sensação de condução de um superdesportivo dentro de água. O mais …

Aproxima-se o lançamento do rover Perseverance

O rover Perseverance da NASA está a menos de um mês da data de lançamento prevista para 20 de julho. A missão de astrobiologia do veículo vai procurar sinais de vida microscópica passada em Marte, explorar …

Benfica 3-1 Boavista | Águias põem fim a quarentena caseira

O Benfica venceu na noite deste sábado o Boavista, naquele que foi o primeiro triunfo caseiro após a retoma da Liga. Poderá ter sido a redenção das águias? Após ter somado apenas dois triunfos, quatro desaires …

Cortina do abraço permite às famílias reencontrar os familiares num lar de São Paulo

Abraçar, tocar e até dançar. Uma cortina do abraço permite que filhos visitem seus pais residentes numa casa de repouso em São Paulo. O empresário Bruno Zani, autor da criação, pretende agora colocar a cortina …

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas com os amigos

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas não só com as suas progenitoras mas também com os seus pares, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Leeds, no Reino Unido. De acordo …

Entre uma "história de recusas" e uma “opção clara” pelos interesses do grande capital

A líder do BE disse hoje que a legislatura do Partido Socialista tem sido a “história das recusas” tanto sobre um acordo no final das eleições 2019, seja na recusa dum Orçamento Suplementar para lá …

Homem morre nos Estados Unidos depois de receber mais de 50 choques taser na sua detenção

Dos agentes da polícia da cidade de Wilson, no estado norte-americano do Oklahoma, foram nesta quarta-feira acusados de homicídio em segundo grau pela morte de um homem durante a sua detenção. De acordo com o …

TESS fornece novas ideias sobre um mundo ultra-quente

Medições do TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite) da NASA permitiram aos astrónomos melhorar bastante a sua compreensão do ambiente bizarro de KELT-9b, um dos planetas mais quentes conhecidos. "O factor de estranheza de KELT-9b é alto," …

Bill Gates elenca quatro pilares-chave para combater a pandemia

O co-fundador da Microsoft, Bill Gates, elencou quatro pilares que a sua fundação considera essenciais para combater a pandemia de covid-19, que já matou mais de 520 mil pessoas em todo o mundo. Segundo o norte-americano, …

Tesla já vale mais do que a Toyota, Disney e Coca-Cola

As ações da Tesla chegaram esta quarta-feira a um preço recorde de 1.120 dólares por ação, levando a empresa de Elon Musk a superar a cotação de mercado de grandes empresas como a Coca-Cola ou …