Viktor Orbán consegue terceira maioria absoluta consecutiva na Hungria

Európa Pont / Flickr

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban

O primeiro-ministro húngaro foi reeleito para o terceiro mandato consecutivo e o seu partido, Fidesz, renovou a sua folgada maioria no Parlamento, segundo resultados parciais divulgados pelo Departamento Nacional Eleitoral.

Quando estão contados 84,7% dos votos, o Fidesz e o seu aliado, o pequeno Partido Democrata-Cristão, conquistaram 133 dos 199 assentos parlamentares, o mínimo necessário para uma maioria de dois terços.

O partido Jobbik, da direita nacionalista, classificou-se em segundo lugar, com 26 mandatos, ao passo que a coligação de esquerda liderada pelo Partido Socialista ficou em terceiro lugar, com 20 lugares.

Espera-se que apenas mais dois partidos, a Coligação Democrática do ex-primeiro-ministro Ferenc Gyurcsany e o partido ecologista Politics Can Be Different, ultrapassem a barreira dos 5% de votos necessários para obter assento parlamentar.

Viktor Orban ganhou o seu quarto mandato, no total, numa plataforma que demoniza abertamente os migrantes que tentam entrar na Europa.

Os partidos da oposição temiam que mais uma grande maioria permitisse ao líder autocrático impor alterações constitucionais com mais facilidade, continuar a reprimir grupos civis que alega trabalharem contra os interesses do país e fortalecer ainda mais o seu controlo sobre a altamente centralizada estrutura do poder do Estado.

Orban insistiu muito na campanha eleitoral nas políticas inflexíveis anti-imigração, alegando que a oposição estava a cooperar com as Nações Unidas, a União Europeia e o filantropo George Soros para transformar a Hungria num “país imigrante”, ameaçando a sua segurança e identidade cristã.

“A democracia húngara é forte. Além de uma elevada participação, o país terá um parlamento forte e legítimo”, declarou o líder do grupo parlamentar do Fidesz, Gergely Gulyas.

A influência do Governo na comunicação social foi flagrante na emissão do canal de notícias M1 da televisão pública, onde peças salientando os efeitos negativos da imigração dominaram a programação.

No Origo.hu, um site que era independente e é agora propriedade de aliados do Governo, foram publicadas reportagens para promover Orban, também centradas nos efeitos nefastos da imigração, com manchetes como “Gangues de migrantes lutam em Inglaterra”, “Na Suécia, já não aguentam mais: Estão fartos de migrantes” e “Migrante em cuecas espanca reformado alemão quase até à morte”.

As incertezas quanto à margem da vitória de Orban deviam-se, em parte, ao complexo sistema eleitoral da Hungria, em que os eleitores votam não só num candidato individual da sua região, como também numa lista partidária.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Os donos de cães são mais felizes que os donos de gatos

O mundo está dividido em dois: amantes de cães e amantes de gatos. Um estudo acaba de revelar que os donos de cães são mais felizes do que os donos de felinos. Será que os donos …

Estávamos quase a perder um osso do joelho (mas afinal está de volta)

Algumas pessoas têm um osso extra no joelho, conhecido como fabela. Ninguém identificou um propósito para o osso, que até aumenta o risco de artrite. Não era uma surpresa que o osso estivesse a tornar-se cada …

Explosões em hotéis e igrejas no Sri Lanka fazem 200 mortos. Há um português entre as vítimas

Uma série de oito explosões simultâneas em quatro hotéis, um complexo de casas e três igrejas no Sri Lanka deixou pelo menos 207 mortos, entre os quais nove estrangeiros, e 469 pessoas feridas. Um dos …

Os ratos (também) têm sentimentos

Cientistas detetaram “neurónios-espelho” nos ratos. Quando um rato sofre, as células que o seu cérebro ativa são as mesmas do que quando vê um outro rato sofrer. A dor é partilhada e transversal, exatamente como …

Milhares de peregrinos vão a Shingo em busca de Jesus (que, diz a lenda, ali está enterrado)

Jesus não morreu aos 33 anos, mas aos 109. Casou e teve três filhas. Quem foi crucificado em Jerusalém foi o seu irmão. Estas são as crenças de um pequeno grupo de cristãos que vivem …

Os Simpsons fazem 30 anos a celebrar o seu dia internacional

A série sobre uma das famílias mais queridas da televisão mundial "Os Simpsons" vai fazer em dezembro 30 anos desde a sua estreia neste formato, mas as comemorações começam já esta sexta-feira com direito a …

Só as mulheres podem parar o Apocalipse nuclear

O aumento da participação feminina no setor nuclear ajudaria a reduzir a ameaça de um Apocalipse, afirmou recentemente a analista Xanthe Scharf. O conflito nuclear continua a ser a maior ameaça imediata à segurança global. Os …

Esqueleto que caiu de um penhasco pode ter pertencido a uma princesa

Há mais de um século, um tronco esculpido que continha o antigo esqueleto de uma mulher caiu de um penhasco à beira-mar na pequena vila costeira polaca de Bagicz. Agora, os investigadores determinaram que a mulher …

Apanhado no Facetime. Prisão perpétua para português por violação e agressão em Inglaterra

Um português a residir em Inglaterra foi condenado a prisão perpétua por violação e agressão a uma jovem de 19 anos, tendo uma captura de ecrã durante uma chamada de FaceTime sido um elemento chave. Samuel …

Estranha síndrome genética está a cegar famílias inteiras

Médicos na Austrália descobriram uma condição ultra-rara que está gradualmente a cegar famílias inteiras em redor do mundo. Agora, estão a tentar encontrar uma cura. Os primeiros sinais da condição surgiram na Austrália, quando uma mãe, …