Cientistas podem ter descoberto a verdadeira origem da canábis

A origem da canábis é um mistério, mas a análise de pólen antigo sugere que a planta evoluiu cerca de três quilómetros acima do nível do mar no planalto tibetano.

Documentos que datam da Idade Média mostram que os humanos têm formulado hipóteses sobre as origens geográficas da canábis há mais de mil anos, com o famoso polímata árabe Ibn Wahshiyya a sugerir a Índia ou a China. Mas a raridade dos fósseis impressos no registo histórico tornou difícil identificar algo mais específico do que a Ásia Central.

“Apesar da literatura volumosa e emergente das últimas três décadas, a origem da canábis permanece em debate”, explica um novo estudo realizado por uma equipa liderada pelo investigador John McPartland, da Universidade de Vermont, nos Estados Unidos.

Para superar a falta de fósseis impressos, os cientistas decidiram recorrer a outra via: pólen de plantas do género Cannabis, estudado pela primeira vez na década de 1930 para ajudar a traçar a longa e misteriosa história da planta.

No mais recente estudo, McPartland e a sua equipa analisaram 155 estudos de pólen de fósseis existentes na Ásia. Uma das maiores dificuldades sentidas pela equipa foi o facto de muitos desses grãos de pólen de canábis surgirem misturados com plantas do género Humulus. Os grãos são muito semelhantes, dado que ambas as plantas divergiram uma da outra há cerca de 28 milhões de anos.

De modo a contornar estas questões de identificação, os cientistas usaram uma técnica estatística na qual diferenciaram probabilisticamente os pólenes baseados noutras plantas comuns na região, incluindo as pertencentes ao género Artemisia.

Segundo o ScienceAlert, os resultados sugerem que a origem geográfica mais provável da canábis, mesmo que seja uma hipótese impossível de provar, é o planalto do Tibete. “Superamos a lacuna temporal entre a data de divergência e o pólen mais antigo, mapeando a primeira aparição de Artemisia”, escreve a equipa de cientistas.

“Os dados convergem no planalto tibetano do nordeste, que deduzimos como o centro de origem da canábis, na vizinhança do lago Qinghai”. O artigo científico foi publicado na Vegetation History and Archaeobotany.

Os cientistas acreditam que a canábis se espalhou, posteriormente, para o oeste, chegando à Rússia e à Europa há cerca de 6 milhões de anos. A leste, alcançou a China há 1,2 milhões de anos. O planalto tibetano pode ter impulsionado a evolução desta planta, concluem os investigadores.

“O planalto tibetano formou-se graças à colisão entre as massas de terra da Índia e da Ásia. Em certo modo, podemos agradecer às placas tectónicas pela evolução da canábis”, remata McPartland.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Uma das espécies vegetais que mais presenças conta nos registos arqueológicos e antropológicos.
    A sua presença e uso pelos humanos precede a religião.
    E esta?!?!…

RESPONDER

Afinal, o universo pode ser 2 mil milhões de anos mais novo do que pensávamos

Novos cálculos sugerem que o universo pode ser dois mil milhões de anos mais novo do que aquilo que se pensava. Contudo, é difícil saber com exatidão a sua verdadeira idade. Os cientistas calculam a idade …

O maior vulcão de uma lua de Júpiter pode estar prestes a entrar em erupção

O maior vulcão de Io, uma das quatro grandes luas de Júpiter, pode estar prestes a explodir. Décadas de observação mostram um ciclo periódico nas erupções deste vulcão. De acordo com o Science Alert, o vulcão …

Crianças e adolescentes são quem mais consome açúcar em Portugal

Um estudo do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), que teve por base o Inquérito Alimentar Nacional e de Atividade Física, concluiu que as crianças e os adolescentes são quem mais consome …

A Rússia já sabe como apareceu a fissura na nave Soyuz (mas não revela)

A Corporação Espacial Estatal da Rússia, Roscosmos, já sabe qual é a origem da fissura encontrada há um ano na nave Soyuz MS-09, acoplada à Estação Espacial internacional. Mas não revelará mais informações. "O buraco foi …

SIVRAC, a bicicleta elétrica que se dobra em apenas um segundo

Com um quadro em forma de "X" e dobrável num estalar de dedos, a nova SIVRAC promete ser uma solução prática para quem viaja, por exemplo, de bicicleta para o trabalho. A bicicleta é um …

Porto 2-1 Young Boys | Dragão de duas faces com estreia feliz

O FC Porto entrou na Liga Europa com o pé direito, ao vencer o Young Boys por 2-1, no Estádio do Dragão. Uma primeira parte de enorme qualidade, na qual os suíços só por uma …

Dois turistas foram apanhados a nadar nus em Veneza. Vão pagar 3 mil euros cada um

Os homens checos estavam em Itália para apoiar a sua equipa de futebol - o Slavia de Praga que jogou contra o Inter em Milão -. Os dois visitantes, em Veneza, decidiram dar um mergulho. Um …

Voar sobre as águas do Sena. Paris testa "bolha do mar", um barco-táxi amigo do ambiente

Paris está a testar um novo meio de transporte mais amigo do ambiente: um barco-táxi ecológico que desliza nas águas do rio Sena. Esta semana, o sea bubble (bolha do mar) está em testes no rio …

Há uma "Matilde" na Bélgica que também precisa do medicamento mais caro do mundo

Mais de 950 mil belgas responderam ao apelo de um casal, que precisava de reunir 1,9 milhões de euros para comprar o medicamento mais caro do mundo para a filha. Pia, de nove meses, sofre de …

System of a Down confirmados no festival VOA, no Estádio Nacional

Os System of a Down são a primeira grande confirmação do VOA - Heavy Rock Festival, que em 2020 se realiza a 2 e 3 de julho no Estádio Nacional. De acordo com a Blitz, este …