Se o turismo contrair 25%, a economia portuguesa recua 2,9%

CC BY-NC-ND - Associação de Turismo do Porto e Norte, AR

Em Portugal, o setor do turismo tem um peso de 11,3% no PIB. Com o setor fechado, o impacto no crescimento português será significativo.

Uma redução de 25% na atividade turística, quer do turismo de visitantes não residentes quer do turismo interno, devido à pandemia de covid-19, levará à redução de 2,9% do PIB anual em Portugal, segundo estimativas divulgadas esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

O INE tornou público o sistema de Matrizes Simétricas de Input-Output para a economia portuguesa referentes a 2017, que permite analisar as interações entre as diversas atividades económicas internas e destas com o exterior, em termos de transações de bens e serviços.

Tendo por base o modelo Input-Output (IO), um dos instrumentos analíticos disponíveis para estimar o impacto da pandemia na economia portuguesa, o INE refere que foi simulado o efeito de uma redução anual da atividade turística em 25%.

A pandemia “terá impactos significativos e transversais na economia portuguesa”, refere o instituto, acrescentando que “o turismo que, de acordo com a conta satélite do turismo, corresponderá a 11,3% do PIB [Produto Interno Bruto] em 2018, será um dos setores mais afetado pela atual crise, sendo expectável uma contração significativa da sua atividade”.

“Assim, aplicando o sistema IO agora divulgado, a redução de 25% na atividade turística, quer do turismo de visitantes não residentes quer do turismo interno, traduz-se numa redução de 2,9% do PIB anual em Portugal”, estima o INE, que ressalva que “este resultado tem subjacente as hipóteses do sistema de matrizes, que basicamente procuram recriar uma representação simplificada das dinâmicas intersectoriais da economia observadas em 2017”.

O instituto acrescenta que, de acordo com as hipóteses de funcionamento e os resultados deste sistema de matrizes, cada euro de variação de despesa nas quatro grandes componentes da procura agregada determina variações no mesmo sentido das importações e do PIB. Deste modo, cada euro de acréscimo das exportações traduzir-se-á no aumento de 44 cêntimos nas importações e 56 cêntimos no PIB.

Já a despesa de consumo final das administrações públicas apresenta o “maior impacto no PIB, que aumenta 90 cêntimos por cada euro adicional de despesa, e menor nas importações (10 cêntimos)”, enquanto a variação de um euro na despesa de consumo final das famílias e em Formação Bruta de Capital Fixo (investimento) tem um impacto de 76 e 63 cêntimos, respetivamente, no PIB, e 24 e 37 cêntimos nas importações, pela mesma ordem.

“Note-se, contudo, que 15 cêntimos da despesa das famílias correspondem a impostos líquidos de subsídios aos produtos, valor que diminui para 8 cêntimos na FBCF e apenas dois cêntimos nas exportações”, ressalva o INE.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Nova morte, saqueamentos e protestos. Minneapolis vive caos após homicídio de George Floyd

Um homem foi encontrado morto a tiro, na madrugada de hoje, suspeito de ter sido vítima dos protestos, em Minneapolis, contra a morte de um homem negro sob custódia policial. Durante a noite de quarta-feira, milhares …

Filho de Deeney tem problemas respiratórios. Jogador foi alvo de abusos por recusar treinar

O futebolista Troy Deeney, capitão do Watford, revelou que tem sido alvo de abusos e comentários depreciativos, por ter recusado voltar aos treinos, face aos problemas respiratórios do seu filho. “Vi comentários em relação ao meu …

Parlamento aprova alargamento de apoios a todos os sócios-gerentes afetados pela pandemia

O parlamento aprovou hoje, em votação final global, um texto final que alarga os apoios no âmbito do `layoff´ aos sócios-gerentes das micro e pequenas empresas afetadas pela pandemia covid-19, independentemente do volume de faturação. Com …

Pandemia de covid-19 alimenta corrupção na América Latina

A propagação da Covid-19 na América Latina está a alimentar a corrupção nos vários países que a integram, que vai desde a inflação dos preços a situações de aproveitamento económico e de ligações entre políticos …

Mais de 500 católicos portugueses contra proibição de comunhão na boca

Mais de 500 católicos portugueses, entre leigos e sacerdotes, apelaram à Conferência Episcopal Portuguesa para revogar a proibição de os fiéis receberem a comunhão na boca, por causa da pandemia de covid-19, informou na quarta-feira …

Adeptos recusam devolução dos bilhetes. Bayern distribui dinheiro por clubes amadores

Os adeptos do Bayern renunciaram ao direito de serem reembolsados pelos bilhetes comprados para os jogos até ao final da temporada. O clube decidiu distribuir o dinheiro pelos emblemas amadores da região da Baviera. Tal como …

Trabalhadores acusam TAP de pagar abaixo do salário mínimo a tripulantes em lay-off

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) acusou hoje a TAP de não estar a pagar o previsto na lei do ‘lay-off’, indicando vários casos em que a remuneração é inferior …

Tesla baixa preço de quase todos os modelos nos Estados Unidos

A empresa de carros elétricos Tesla baixou o preço dos Modelos 3, S e X no mercado norte-americano, visando estimular as vendas que estão em declínio durante a pandemia, avança a agência Reuters. O semanário …

Assessor de Boris cometeu infração ao confinamento, conclui polícia

A polícia britânica concluiu que Dominic Cummings, assessor do primeiro-ministro, Boris Johnson, cometeu uma violação "menor" das regras de confinamento introduzidas para combater o novo coronavírus, mas não pretende abrir um processo. Cummings admitiu ter conduzido …

Infarmed suspende hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19

O Infarmed suspendeu o uso de hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19. Para além da OMS, outros países já tomaram a mesma decisão que Portugal. A decisão vem no mesmo sentido da Organização Mundial de …