/

Trump promete acabar com os elétricos. “Não vão poder vender esses carros”

3

Chris Ratcliffe / EPA

O antigo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, atualmente acusado de 34 crimes em tribunal, lançou um ataque à cada vez mais popular indústria dos automóveis elétricos.

O ex-presidente norte-americano Donald J. Trump, atualmente em campanha para a reeleição nas eleições do próximo outono, é bastante claro quanto ao seu desdém pelos veículos elétricos.

Entre outras posições, o antigo presidente já afirmou falsamente que os carros elétricos não funcionam, prometeu destruir as políticas do presidente Biden que incentivam o fabrico e a venda de veículos elétricos e anunciou que aplicaria um “imposto de 100%” aos carros elétricos importados do México se voltasse a ocupar a Casa Branca.

Não vão conseguir vender esses carros“, afirmou.

Recentemente, Trump pediu aos principais executivos da indústria do petróleo e do gás donativos significativos para a sua campanha eleitoral, em troca de uma inversão das políticas climáticas da administração Biden.

Se for eleito em novembro, Trump tenciona reverter os objetivos de emissões de gases de escape e reduzir drasticamente os créditos fiscais para os veículos elétricos.

Estas políticas podem revelar-se impopulares mesmo entre os eleitores republicanos, uma vez que a produção de veículos elétricos estimulou o crescimento do emprego e o investimento nos estados do sul.

Mas, dizem analistas citados pelo The New York Times, mesmo que Trump venha a ser eleito e acabe com as políticas federais que apoiam os veículos elétricos, quando isso acontecer, o mercado deverá ter atingido um nível que lhe permita continuar a crescer sem a ajuda do governo.

O panorama automóvel é muito diferente do que era em 2016, quando Trump ganhou a presidência. Apesar dos seus melhores esforços, o mercado dos veículos elétricos cresceu significativamente nos últimos oito anos.

Em 2016, recorda o Gizmodo, foram vendidos apenas 159 139 veículos elétricos nos EUA. Prevê-se que em 2024 esse número ultrapasse 1,5 milhões —  cerca de 10% das vendas de automóveis novos nos EUA.

Os analistas consideram assim que a adoção generalizada de veículos elétricos continuará a desenvolver-se, independentemente das ações de Donald Trump, embora talvez a um ritmo mais lento.

“Quando somos atacados por trás e pela frente pelos políticos, isto torna-se muito difícil para nós”, diz William Clay Ford Jr., presidente executivo da Ford Motor.

“Mas o nosso horizonte temporal enquanto empresa, o nosso horizonte temporal de planeamento, é muito mais longo do que os ciclos eleitorais“, salienta o executivo da construtora norte-americana.

ZAP //

3 Comments

  1. O Trump está a caminho da falência e quer apanhar os chorudos donativos da indústria petrolífera. Acho que agora vai-se dar mal!

    3
    1
  2. Este é um verdadeiro político da antiga guarda…. Promete mundos e fundos como não haver amanhã… O que é mais uma mentira entre amigos?

    1
    1
  3. Sou contra este cromo em tudo… menos isto!!!
    Somos obrigados a dar-lhe razão!!!
    Exemplo, a minha terra: PENALVA DO CASTELO: Existem 3, 4 “polos de abastecimento”…

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.