Trump incentiva apoiantes a votar duas vezes. Biden recebe apoio de 81 Nobel

12

Chris Ratcliffe / EPA

O Presidente dos Estados Unidos encorajou os residentes da Carolina do Norte a testarem a segurança do sistema eleitoral do seu estado, tentando votar duas vezes nas Presidenciais de novembro, uma pelo correio e outra pessoalmente.

“Que enviem o voto por correspondência e que votem, e se o seu sistema for tão bom como dizem, então obviamente não poderão votar”, disse Donald Trump aos jornalistas durante uma visita a Wilmington, na Carolina do Norte.

O Presidente norte-americano repetiu essa ideia a alguns dos apoiantes que o esperavam quando aterrou nesta cidade, dizendo-lhes: “Enviem o vosso voto por correio mais cedo e depois vão votar. Não podem deixá-los tirar-vos o voto, estas pessoas estão a fazer política suja”, afirmou.

Tal como recorda a agência Lusa, a sugestão do republicano constituiria um crime ao abrigo da lei da Carolina do Norte, bem como fraude eleitoral, que é precisamente o tipo de problema que o Presidente diz querer evitar por todos os meios nas eleições agendadas para o dia 3 de novembro.

Trump tem insistido, sem provas, que o voto por correspondência, que muitos estados estão a expandir devido à pandemia de covid-19, para evitar grandes multidões no dia das eleições, pode dar origem a fraude.

O Presidente só aceita o voto por correspondência quando os cidadãos estão fora do estado onde estão registados, sendo que o próprio disse ter utilizado este método para votar no território onde tinha a sua principal residência, a Florida.

Segundo o jornal New York Times, Trump falou recentemente em privado com os seus conselheiros sobre a ideia de instar as pessoas a votar duas vezes, precisamente porque a sua comitiva está preocupada que a campanha do Presidente contra o voto pelo correio possa dissuadir os seus próprios apoiantes de irem votar.

Um porta-voz da comissão eleitoral do estado da Carolina do Norte, Patrick Gannon, disse ao jornal nova-iorquino que o sistema eleitoral do estado impediria uma pessoa de votar duas vezes, porque os funcionários teriam acesso a registos que mostram se o eleitor já exerceu ou não o seu direito de voto pelo correio. “Votar duas vezes intencionalmente é um crime”, recordou Gannon.

A Carolina do Norte é um dos estados norte-americanos onde as últimas sondagens mostram uma corrida mais apertada entre Trump e o seu rival democrata, Joe Biden, que lidera os inquéritos por apenas 1,6 pontos percentuais nesse território, dentro da margem de erro.

Esta quarta-feira, o chefe de Estado atacou, através da sua conta no Twitter, a presidente da Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, após a divulgação de um vídeo em que se pode ver a democrata num cabeleireiro sem máscara.

“A louca Nancy Pelosi está a ser dizimada por ter um salão de beleza aberto, quando todos os outros estão fechados, e por não usar máscara – apesar de constantemente dar lições a todos os outros”, escreveu o republicano na sua conta no Twitter.

De acordo com o site Sapo 24, Pelosi disse ter sido enganada pelo cabeleireiro, que lhe garantiu ter autorização para atender um cliente de cada vez. “Assumo a responsabilidade de confiar na palavra do salão de beleza da vizinhança em que estive várias vezes durante anos. Assumo a responsabilidade de ter caído numa armadilha”, declarou aos jornalistas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Entretanto, um grupo de 81 prémios Nobel, distinguidos nas áreas da Física, da Química e da Medicina, anunciou o seu apoio a Joe Biden nas Presidenciais, argumentando com o respeito deste pela ciência e pela contribuição dos imigrantes para esta.

“Em nenhum momento da história da nossa nação houve uma tão grande necessidade de os nossos líderes apreciarem o valor da ciência na formulação de políticas públicas”, escreveram numa carta aberta.

Os cientistas salientaram que, no seu “largo historial de serviço público”, Biden tem demonstrado constantemente a sua vontade de “escutar os peritos” e a sua compreensão do “valor da colaboração internacional na investigação” científica.

O grupo realçou também o “respeito pela contribuição que os imigrantes dão para a vida intelectual” nos EUA, um dos assuntos que também tem valido fortes críticas a Trump por parte da comunidade científica e tecnológica, devido às suas políticas contra a imigração, mesmo que esta seja legal.

Segundo os serviços da campanha eleitoral de Joe Biden, este grupo de cientistas distinguidos com o prémio Nobel é o maior que alguma vez apoiou um candidato Presidencial no país.

De acordo com a cadeia televisiva CNN, a iniciativa da carta foi do congressista democrata Bill Foster, o único físico que existe no Congresso dos EUA.

  ZAP // Lusa

12 Comments

  1. Demonstra inteligência!
    É como ele diz: se de facto o sistema funcionar, como os outros garantem, não haverá qualquer problema e nãos será possível votar duas vezes.

  2. .. de facto é muita inteligência, principalmente se ambos os votos em questão forem anulados por tentativa de fraude e os infractores devidamente multados.

    • Tentativa de fraude???? Então se a ideia é confirmar se o sistema funciona ou não, estamos perante fraude???
      E se até se anuncia previamente que se vai fazer isso, é fraude???
      E já agora, como é que há tentativa de fraude a fazer uma coisa que os responsáveis pelo sistema de voto dizem que é impossível de se fazer??? Na tentativa de fraude existe sempre a esperança de enganar o outro, mas neste caso já se disse que isso é impossível.
      Do que estamos a falar é de um teste ao sistema, no qual alguns têm legítimas dúvidas.
      Essa gente devia era ser paga pelo trabalho que irão ter em testar um sistema que é tão importante para a democracia.
      Fraude é se o sistema de voto falhar. Aí é que há fraude, e numa dimensão bem grande. O Trump teve a ideia de avaliar a segurança do sistema de um modo brilhante. Esperemos para ver o resultado.

      • Completamente de acordo RC! Brilhante! É de ideias assim, progressistas, que necessitamos! Seguindo o mesmo modelo de testes, vamos todos confirmar se o sistema de investigação policial e judicial funciona, matando os nossos vizinhos para ver se somos apanhados! Se os avisarmos primeiro, deixa de ser um crime e passa a ser um teste de eficácia ao sistema judicial, certo? … Pensando bem … Aquele meu vizinho que estaciona sempre no lugar dos outros… E os engarrafamentos? Vou colocar uma placa no meu carro a dizer: “ou deixas passar ou dou-te um tiro”. Não me deixam passar? Vai balázio! Chega a polícia? “No problemo”, avisei primeiro, tudo não passou de um teste à vossa eficácia!

        Meu caro RC a própria Lei americana criminaliza o voto duplicado de forma intencional. O que estamos aqui a ver é um presidente de uma das mais importantes nações do mundo pedir, em público, que os seus cidadãos cometam crimes.

        Haver quem considere isto normal é que é verdadeiramente preocupante!

      • … ó shôr agente eu não estou a cometer um crime, só estou a ver se o senhor está atento!
        Já te agarravas a uma cerca electrificada de gado… só para ver se funciona.

  3. As jogadas sujas de Trump levam-no a dizer todas as barbaridades possíveis.
    Por outro lado o facto de 81 Prémios Nobel terem dado apoio a Joe Biden, em termos práticos da campanha eleitoral tem pouco impacto na massa amorfa de aproximadamente 180 milhões que são os maiores apoiantes de Trump. Se perguntarem a esses tipos o que é um Nobel, não sabem. A grande base de apoio de Trump é essa massa amorfa que se desligou do sistema convencional e com quem os elementos do sistema (congressistas, senadores e candidatos à presidência) perderam qualquer forma de ligação.
    Trump fala para essa gente e diz-lhes o que eles querem ouvir.

    • Eu sou apoiante de Trump (muito longe de ser perfeito, mas mil vezes melhor que a hipocrisia e a dissimulação do Biden) e sei perfeitamente o que é um Nobel.
      Só não sei quantos laureados com o prémio Nobel existem atualmente vivos. Sabe dizer-me? Gostava de fazer umas contas com esse valor…

  4. Nessa mesma lógica, se eu assaltar uma casa depois de enviar uma carta a avisar os donos que o vou fazer quando estiverem ausentes para “testar o sistema de segurança” então não podem fazer queixa do assalto porque “foram notificados” e portanto deixa de ser crime…

  5. Ahahahahahahahahahahahaha
    Qualquer dia… pela mesma lógica….. Ahahahahahahha
    Estou a ver que temos muitos Diáconos dos Remédios jejejejejeje
    De que tens medo, Diácono dos Remédios!?

  6. O mais preocupante é ouvir o presidente da nação mais poderosa, dizer publicamente que vai cometer um crime e nada lhe acontecer! Como é possível, meu Deus?

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.