Todo o carbono da Terra é extraterrestre

A. Passwaters / Rice University / JPL-Caltech / NASA

Colisão com a Terra de planeta embrionário semelhante a Mercúrio terá formado todo o carbono do nosso planeta há 100 milhões de anos.

O carbono, componente essencial de toda a vida na Terra, pode ter tido origem extraterrestre, graças a uma colisão do nosso planeta com um planeta embrionário semelhante a Mercúrio, cerca de 100 milhões de anos depois de a Terra se ter formado.

Os investigadores da Universidade Rice (UR), nos EUA, concluíram, com base nos elementos voláteis do manto terrestre, que “virtualmente”, todo o carbono da Terra foi trazido por um pequeno planeta semelhante a Mercúrio, Theia. A colisão com o nosso planeta, há cerca de 4.400 milhões de anos, terá motivado a fusão do seu núcleo de ferro-silício ao núcleo da Terra, impelindo o carbono para a superfície terrestre.

“Se o carbono nativo terrestre não tivesse sido libertado para o espaço quando o planeta estava a elevadas temperaturas, teria acabado no interior do núcleo de metal da Terra, já que a mistura entre o ferro líquido e o carbono teria sido realizada facilmente”, explica Rajdeep Dasgupta, o investigador líder da pesquisa publicada na Nature Geoscience.

Os cientistas alegam assim, que todo o carbono e todo o enxofre da Terra são de origem extraterrestre e que outros elementos voláteis do manto terrestre podem também ter sido trazidos por Theia.

Rajdeep Dasgupta

Esquema da fusão entre a Terra e um planeta embrionário semelhante a Mercúrio.

Esquema da fusão entre a Terra e um planeta embrionário semelhante a Mercúrio.

As experiências realizadas pelos investigadores “revelaram como a partição do carbono entre as porções metálica e de silicato dos planetas terrestres varia como uma função de variáveis como a temperatura, a pressão e o conteúdo de enxofre ou silício”, explica Yuan Li, outro dos investigadores envolvidos que agora trabalha no Instituto de Geo-química Guangzhou da Academia de Ciências da China.

Após o mapeamento das concentrações de carbono, tomando em conta diferentes níveis de enxofre e de silício e comparando-as com os elementos voláteis do manto de silicato da Terra, os cientistas chegaram à teoria alienígena.

“Um cenário que explica a proporção de carbono-para-enxofre e a abundância de carbono é que um planeta embrionário como Mercúrio, que já tinha formado um núcleo rico em silício, colidiu e foi absorvido pela Terra“, salienta Rajdeep Dasgupta.

“Por ser um corpo maciço, a dinâmica poderia funcionar de uma forma em que o núcleo desse planeta iria directamente para o núcleo do nosso planeta e o manto rico em carbono misturar-se-ia com o manto da Terra“, conclui o investigador.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. “The nitrogen in our DNA, the calcium in our teeth, the iron in our blood, the carbon in our apple pies were made in the interiors of collapsing stars. We are made of starstuff.”
    ― Carl Sagan, Cosmos

  2. .. “Colisão com a Terra de planeta embrionário semelhante a Mercúrio terá formado todo o carbono do nosso planeta há 100 milhões de anos.” há 100 milhões de ano!!!!s… verifiquem o que traduzem… ou estao sob efeito de substancias ilícitas!!! tudo neste miserável pais é assim… errado, aproximativo, sem controlo…. IGNORÂNCIA E ARROGÂNCIA… depois queixam-se que isto esta mal? de quem é a culpa…. imaginem o resultado do que pode ser mais complicado que uma mera tradução, como esta….

  3. O planeta que pode ter colidido com a terra à 4.400 anos pode ter sido um planeta chamado nibiro ou mais de um planeta se colidiu com a terra?

RESPONDER

Siza Vieira admite aulas por canais "estilo youtube" ou TV por cabo

O Governo está a estudar soluções que garantam que todos os alunos têm acesso aos conteúdos educativos no terceiro período, adiantou o ministro da Economia. O Governo está a estudar soluções que garantam que todos os …

Retificação ao diploma do lay-off simplificado trava despedimentos

Uma retificação ao diploma inicial do ‘lay-off’ simplificado, hoje publicada, vem acautelar que nenhum trabalhador de empresas que recorra a este apoio pode ser alvo de despedimento coletivo ou extinção de posto de trabalho. O decreto-lei …

Rocha desafia teoria da escassez de oxigénio na Terra primitiva

Uma rocha sedimentar única rica em carbono, depositada há dois mil milhões de anos, deu aos cientistas novas pistas sobre as concentrações de oxigénio na superfície da Terra nessa época. De acordo com a agência Europa Press, …

As bactérias formam comunidades na nossa língua (e uma imagem revela como)

Cientistas norte-americanos descobriram que as bactérias que vivem na nossa língua têm uma organização complexa e altamente estruturada. Os micro-organismos estão em toda a parte - até no interior da nossa boca. Um novo estudo revela …

Como sobreviver ao isolamento? Astronautas explicam

Em todo o mundo, cidades e até países inteiros estão em quarentena como forma de travar a propagação do novo coronavírus, Covid-19. Alguns astronautas deixaram conselhos sobre como sobreviver ao isolamento. Para alguns, o auto isolamento …

"Indiana Jones do mundo da arte" recupera manuscrito do poeta persa Hafez

Uma das primeiras cópias do reverenciado Divan do autor do século XIV Hafez, iluminado com ouro, será leiloado no início de abril. O famoso poeta persa do século XIV, Hafez, escreveu uma coleção de versos místicos …

O palco onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda

O palco de madeira onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda. Agora, alguém poderá replicar o primeiro concerto da famosa banda. A 10 de abril, em comemoração dos 50 anos da separação da …

Células estaminais podem ajudar a proteger os astronautas da radiação espacial

Assim que os astronautas deixam a proteção do campo magnético da Terra, ficam automaticamente expostos a níveis elevados de radiação cósmica. A Agência Espacial Europeia (ESA) está cada vez mais focada em investigações para reduzir …

Pandemia pode trazer nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas

A pandemia de Covid-19 pode trazer uma nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas como limpeza de superfícies infetadas ou vigiar pessoas em quarentena, afirmam esta quarta-feira alguns dos principais investigadores internacionais em …

Multimilionários refugiam-se da Covid-19 a bordo de iates

Vários multimilionários têm procurado refugiar-se da pandemia de Covid-19, que nasceu em dezembro passado na China, em alto mar, a bordo de iates de luxo. Em declarações ao jornal The Telegraph, Jonathan Beckett, executivo da …