Encontrado em Inglaterra tesouro com mais de 85 pegadas de dinossauros

(dr) Neil Davies

Foi encontrado em Inglaterra um verdadeiro tesouro da paleontologia: mais de 85 pegadas de dinossauro perfeitamente preservadas e feitas por, pelo menos, cinco espécies diferentes.

Uma equipa de investigadores da Universidade de Cambridge encontrou um tesouro paleontológico em East Sussex, no sul da Inglaterra: desde 2014, a equipa descobriu mais de 85 pegadas de dinossauros, perfeitamente preservadas e feitas por pelo menos cinco espécies diferentes.

Segundo o Diário de Notícias, esta é a maior coleção de fósseis do Cretáceo Inferior, compreendida entre há 145 milhões de anos e 100 milhões de anos, descoberta no Reino Unido.

As pegadas foram sendo identificadas ao longo dos últimos quatro anos e vão dos dois até aos 60 centímetros. Segundo os cientistas, pertencem a herbívoros como o Iguanodon, o Ankylosaurus, uma espécie de estegossauro, e saurópodes. Os fósseis estão incrivelmente bem conservados, tanto que se torna possível ver detalhes das garras e da pele dos animais.

“Habitualmente, só encontramos pequenas partes dos fósseis, que não nos dizem muito sobre como esse dinossauro pode ter vivido. Uma coleção de pegadas como esta pode ajudar-nos a preencher as lacunas e inferir coisas sobre que dinossauros coexistiram no mesmo sítio e ao mesmo tempo”, sublinha Anthony Shilito, principal autor do estudo publicado na Palaeogeography, Palaeoclimatology, Palaeoecology.

Os fósseis foram encontrados nos últimos quatro invernos, quando fortes tempestades provocaram derrocadas de penhascos na zona de Hastings, uma das mais ricas em fósseis de dinossauros de todo o país – e onde foi descoberto o primeiro Iguanodon, em 1825.

Segundo os especialistas, esta área, no Cretáceo, estaria perto de uma fonte de água, tendo sido encontradas ali plantas fossilizadas.

“Para preservar as pegadas, temos de ter o ambiente certo. O terreno tem de ser suficientemente pegajoso para que a pegada deixe uma marca, mas também não pode ser demasiado húmido, para que não desapareça. É preciso ter esse balanço para fiquem preservadas”, explica Neil Davies, outro paleontólogo responsável pelo achado.

“Podemos ter uma ideia de que dinossauros fizeram estas pegadas tendo em conta as suas formas e comparando-as com o que já sabemos de outros fósseis. Quando olhamos para pegadas de outros locais podemos perceber que dinossauros eram dominantes“, acrescenta Shilito.

O jornal adianta ainda que é provável que os penhascos desta zona do Reino Unido escondam ainda mais pegadas de dinossauros, mas a construção de defesas para conter a erosão costeira e o avanço do mar podem ter escondido ainda mais esse fósseis.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Daqui por uns milhões de anos pode ser que o planeta Terra volte a ser habitado por seres humanos que consigam ser mais inteligentes do que nós e encontrem pegadas nossas as quais a nossa inteligência e ganância impediram de lhes dar continuidade.

RESPONDER

Astrónomos treinam IA para encontrar antigas colisões de galáxias

Há luzes brilhantes em todo o Universo que representam as colisões de galáxias. Os astrónomos encontraram agora uma nova forma de as encontrar. Há luzes brilhantes em todo o Universo que representam as colisões de galáxias. …

Inteligência Artificial está a reviver jogos de tabuleiro ancestrais

A Inteligência Artificial consegue descobrir, com um grande grau de precisão, o conjunto de regras de vários jogos de tabuleiro ancestrais. Jogos de tabuleiro com centenas de anos são, por vezes, encontrados em escavações arqueológicas. Sem …

Panteras da Flórida estão a agir como se tivessem sido envenenadas (e os cientistas não sabem porquê)

Algumas panteras da Flórida, nos Estados Unidos, estão a ter um comportamento estranho ao andar, quase como se tivessem sido envenenadas. Os cientistas ainda não conseguiram perceber porquê. De acordo com o Washington Post, pelo menos …

SL Benfica 0-2 FC Porto | "Dragão" astuto arranca triunfo na Luz

O FC Porto foi ao Estádio da Luz vencer o “clássico” por 2-0 e recuperar a desvantagem de três pontos que tinha no campeonato. Com uma estratégia muito bem montada, baseada numa grande pressão sobre o …

Câmaras de Inteligência Artificial podem ser a solução para evitar tiroteios

Câmaras de videovigilância com Inteligência Artificial podem ser a solução para pôr um fim aos tiroteios. Esta tecnologia é capaz de detetar armas de fogo e avisar logo de seguida as autoridades. Com as dificuldades em …

Violência policial é uma das principais causas de morte de jovens negros nos EUA

A violência policial é uma das principais causas de morte entre jovens nos Estados Unidos, com os negros a terem 2,5 vezes mais hipóteses de serem mortos do que os homens brancos. O estudo, publicado este …

A Volocopter apresenta o seu táxi voador mais potente (e já andou no ar)

https://vimeo.com/355573555 Desde 2013 a Volocopter tem vindo a aprimorar o seu projeto de táxi voador. Desta vez, o design é mais redondo, mais simples e mais potente. O Volocopter é uma aeronave 100% elétrica que os criadores …

Israel desenvolve terapia à base de ecstasy para tratar stress pós-traumático

O Ministério da Saúde israelita desenvolveu uma terapia à base de MDMA - o componente ativo da metanfetamina popularmente conhecida como 'ecstasy' - para tratar pessoas que sofrem de stress pós-traumático resistente. Num entrevista sobre a …

Quaresma de saída do Besiktas. "Presidente não me quer na equipa"

Revelação feita pelo jogador, no Instagram: "Acabei de ser informado pelo presidente do clube que ele não quer que eu continue a jogar na equipa. Estou a tentar encontrar solução para o meu futuro". O internacional …

O Dr. House português diz que 90% do que os médicos fazem é "fantochada"

É conhecido como o Dr. House português, numa referência à série televisiva norte-americana, pela forma como faz diagnósticos certeiros. E Vítor Brotas que trabalha no Hospital dos Capuchos, em Lisboa, admite que é "um médico …