Encontrado em Inglaterra tesouro com mais de 85 pegadas de dinossauros

(dr) Neil Davies

Foi encontrado em Inglaterra um verdadeiro tesouro da paleontologia: mais de 85 pegadas de dinossauro perfeitamente preservadas e feitas por, pelo menos, cinco espécies diferentes.

Uma equipa de investigadores da Universidade de Cambridge encontrou um tesouro paleontológico em East Sussex, no sul da Inglaterra: desde 2014, a equipa descobriu mais de 85 pegadas de dinossauros, perfeitamente preservadas e feitas por pelo menos cinco espécies diferentes.

Segundo o Diário de Notícias, esta é a maior coleção de fósseis do Cretáceo Inferior, compreendida entre há 145 milhões de anos e 100 milhões de anos, descoberta no Reino Unido.

As pegadas foram sendo identificadas ao longo dos últimos quatro anos e vão dos dois até aos 60 centímetros. Segundo os cientistas, pertencem a herbívoros como o Iguanodon, o Ankylosaurus, uma espécie de estegossauro, e saurópodes. Os fósseis estão incrivelmente bem conservados, tanto que se torna possível ver detalhes das garras e da pele dos animais.

“Habitualmente, só encontramos pequenas partes dos fósseis, que não nos dizem muito sobre como esse dinossauro pode ter vivido. Uma coleção de pegadas como esta pode ajudar-nos a preencher as lacunas e inferir coisas sobre que dinossauros coexistiram no mesmo sítio e ao mesmo tempo”, sublinha Anthony Shilito, principal autor do estudo publicado na Palaeogeography, Palaeoclimatology, Palaeoecology.

Os fósseis foram encontrados nos últimos quatro invernos, quando fortes tempestades provocaram derrocadas de penhascos na zona de Hastings, uma das mais ricas em fósseis de dinossauros de todo o país – e onde foi descoberto o primeiro Iguanodon, em 1825.

Segundo os especialistas, esta área, no Cretáceo, estaria perto de uma fonte de água, tendo sido encontradas ali plantas fossilizadas.

“Para preservar as pegadas, temos de ter o ambiente certo. O terreno tem de ser suficientemente pegajoso para que a pegada deixe uma marca, mas também não pode ser demasiado húmido, para que não desapareça. É preciso ter esse balanço para fiquem preservadas”, explica Neil Davies, outro paleontólogo responsável pelo achado.

“Podemos ter uma ideia de que dinossauros fizeram estas pegadas tendo em conta as suas formas e comparando-as com o que já sabemos de outros fósseis. Quando olhamos para pegadas de outros locais podemos perceber que dinossauros eram dominantes“, acrescenta Shilito.

O jornal adianta ainda que é provável que os penhascos desta zona do Reino Unido escondam ainda mais pegadas de dinossauros, mas a construção de defesas para conter a erosão costeira e o avanço do mar podem ter escondido ainda mais esse fósseis.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Daqui por uns milhões de anos pode ser que o planeta Terra volte a ser habitado por seres humanos que consigam ser mais inteligentes do que nós e encontrem pegadas nossas as quais a nossa inteligência e ganância impediram de lhes dar continuidade.

RESPONDER

Sem-abrigo morta a tiro no Brasil após pedir esmola

Uma mulher sem-abrigo foi morta no sábado, em Niterói, no estado brasileiro do Rio de Janeiro, quando pedia esmola a um transeunte, que disparou sobre ela. O crime, que ocorreu no sábado, foi filmado por câmaras …

Polícias saem à rua para reivindicar promessas do Governo. Chega e mais seis partidos vão ao protesto

Elementos das forças de segurança (PSP e GNR) manifestam-se esta quinta-feira, em Lisboa, para pressionarem o novo Governo a cumprir as reivindicações da classe e as promessas do anterior Executivo. Sob o lema “tolerância zero”, a …

Homens ficam mais stressados quando esposas ganham quase tanto como eles

https://vimeo.com/374392301 Um novo estudo sugere que o homem fica mais stressado quando a mulher ganha mais do que 40% do rendimento do casal. Em sentido contrário, ficam menos ansiosos quando a esposa ganha menos do que …

Estratégia Nacional para Sem-Abrigo prevê que ninguém fique na rua mais de 24 horas

A atual Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-Abrigo está assente num modelo de intervenção em que ninguém fique na rua por mais de 24 horas e um conhecimento permanente do …

Protesto nacional de quinta-feira na Colômbia leva governo a encerrar fronteiras

A Colômbia é esta quinta-feira palco de um protesto nacional convocado por sindicatos e movimentos sociais, que levou as autoridades a adotarem várias medidas preventivas, designadamente o encerramento das fronteiras. O objetivo do Governo é assegurar …

Na Austrália, há cobras que saltam (e os cientistas querem saber porquê)

Cientistas da Virgínia, no Estados Unidos, descobriram na Austrália uma espécie de cobra comum das árvores que é capaz de saltar entre galhos e folhas. Tratam-de das cobras de árvores australianas da espécie Dendrelaphis, espécimes …

Entomólogo diz que há "abelhas" em Marte (e tem provas)

Enquanto os cientistas tentam encontrar vida em Marte com experiências no terreno, como a sonda Curiosity, o entomólogo William Romoser, professor emérito na Universidade do Ohio, nos Estados Unidos, afirma que já temos provas da …

Luas de Neptuno dançam de forma única e perpétua

De acordo com uma investigação publicada recentemente, mesmo para os padrões selvagens do Sistema Solar exterior, as órbitas estranhas das duas luas mais interiores de Neptuno não têm rival. Especialistas em dinâmica orbital estão a chamar …

O Senhor dos Anéis. Série já tem segunda temporada garantida (e a primeira ainda nem estreou)

A primeira temporada da série de O Senhor dos Anéis, produzida pela Amazon Prime, ainda nem estreou e a sua segunda temporada já está confirmada. A declaração foi feita por Jennifer Salke, da Amazon Studios, ao …

John Legend atua em julho no festival EDP Cool Jazz

O músico norte-americano, responsável por temas como "All of me" e "Ordinary People", regressa a Portugal, em julho, para um concerto no festival EDP Cool Jazz, em Cascais. John Legend atua a 3 de julho no …