Terroristas fazem reféns e mortes em hotel de luxo no Mali

vishvek11 / Twitter

Ataque terrorista a hotel de luxo em Bamako, Mali

Ataque terrorista a hotel de luxo em Bamako, Mali

Cerca de uma dezena de terroristas fortemente armados atacaram um hotel de cinco estrelas no Mali e fizeram vários reféns. Há franceses, belgas, chineses e turcos entre os reféns e já há mortes confirmadas.

O Ministério da Segurança do Mali confirmou a morte de três pessoas, alegadamente mortas pelos terroristas, sem revelar a respectiva nacionalidade, mas suspeita-se que o número de vítimas possa ainda aumentar.

Os terroristas terão chegado numa viatura com matrícula diplomática, fortemente armados e a gritar “Alá é grande”, segundo relatos da imprensa internacional.

No hotel estavam 170 pessoas, 140 hóspedes e 30 funcionários, que foram feitas reféns. Entre os reféns estarão franceses, belgas, turcos e chineses.

Entretanto, foram libertadas várias pessoas, nomeadamente cinco elementos da tripulação da companhia aérea Turkish Airlines, depois da intervenção da polícia do Mali que estará a ser apoiada por elementos das Forças Especiais americanas.

Há relatos também de pessoas que terão sido libertadas pelos terroristas por conseguiram citar versos do Alcorão.

Mas há dados de que continuam presos no hotel 125 hóspedes e 13 funcionários.

A maioria dos hóspedes terá conseguido refugiar-se nos respectivos quartos e há rumores de que os terroristas estarão barricados no sétimo andar.

Um dos reféns libertados, o cantor guineense Sékouba Bambino Diabaté, disse à Reuters que ouviu dois dos terroristas a falarem inglês.

O Radisson Blu, situado num bairro onde vivem muitos governantes e diplomatas, é um hotel frequentado, sobretudo, por estrangeiros, nomeadamente por equipas de tripulações aéreas, como é o caso da Air France.

Doze elementos da companhia aérea francesa estavam no local, no momento do ataque, mas conseguiram fugir e estão em segurança, de acordo com informações da Air France que decidiu anular todos os seus voos desde ou para Bamako “por precaução”.

O presidente francês François Hollande já endereçou ao Mali a “solidariedade de todos os franceses” e cerca de 50 agentes do Grupo de Intervenção da polícia francesa, bem como especialistas criminais, estão a caminho de Bamako para ajudar nas operações.

O Mali é uma antiga colónia francesa que mantém, ainda hoje, fortes ligações a França.

Em Agosto passado, outro hotel do país foi também alvo de um atentado terrorista semelhante que vitimou quatro soldados, cinco funcionários da ONU e quatro dos terroristas envolvidos.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Solução para Novo Banco pode não passar por um OE retificativo, diz João Leão

O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, disse que a alternativa à anulação da transferência de 476 milhões de euros para o Novo Banco não tem "necessariamente que passar" por um orçamento retificativo …

Plano de vacinação arranca em janeiro com três fases. 950 mil pessoas no primeiro grupo prioritário

Pessoas com mais de 50 anos com uma patologia frequente nos casos graves de covid-19, residentes e/ou internados em lares e profissionais de saúde integram o primeiro grupo prioritário para a administração da vacina de …

Segunda vaga de moratórias autorizada pela Autoridade Bancária Europeia

A Autoridade Bancária Europeia (EBA) autorizou a reabertura de moratórias de crédito, com efeitos a partir de 01 de outubro até 31 de março de 2021, dois meses após ter suspendido novas adesões. Num comunicado publicado …

Turquia alvo de críticas duras em reunião da NATO e em risco de sanções

A Turquia esteve esta quarta-feira sob um fogo de críticas na reunião virtual dos Ministros dos Negócios Estrangeiros (MNE) da NATO e, com a deceção manifestada pelos Estados Unidos, deve preparar-se para sanções económicas americanas …

O que Neymar mais quer é voltar a jogar com Messi. Só se vier a custo zero, diz o Barça

O internacional brasileiro Neymar, que alinha pelo PSG, confessou esta quarta-feira que o mais deseja é voltar a jogar com o astro argentino Lionel Messi, com quem partilhou balneário entre 2013 e 2017 no Barcelona. …

Ministro da Administração Interna e procuradora-geral da República vão ser ouvidos no Parlamento

Eduardo Cabrita será ouvido sobre o caso do cidadão ucraniano assassinado nas instalações do SEF e Lucília Gago sobre a "recente diretiva sobre os poderes hierárquicos" na magistratura do Ministério Público. A comissão de Assuntos Constitucionais …

Portugal regista mais 79 mortos e 3.772 novos casos de covid-19

Portugal contabiliza esta quinta-feira mais 79 mortos relacionados com o novo coronavírus, que provoca a covid-19, e 3.772 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

França investiga 76 mesquitas por suspeita de radicalização islâmica

A França vai investigar nos próximos dias 76 mesquitas por suspeitas de radicalização islâmica, anunciou esta quarta-feira o ministro do Interior do país, Gerald Darmanin. Trata-se de 16 templos na região de Paris e 60 no …

Medidas estão a dar resultados. Novas regras apresentadas sábado vão vigorar até 7 de janeiro

O primeiro-ministro afirmou que as medidas adotadas estão a produzir resultados, havendo uma trajetória descendente de novos casos de covid-19, mas advertiu que janeiro é mês de risco e as restrições não podem ser aliviadas. Esta …

Interpol alerta para ameaça do crime organizado ligado às vacinas. Falsificações podem ser fatais

A Interpol emitiu um alerta global aos perigos de burlas à volta da nova vacina para a covid-19. As falsificações podem ser lucrativas para os criminosos e fatais para quem as usar. A Interpol emitiu um …