O planeta Terra já foi uma “bola de neve” gigante

NASA

Durante vastas eras de gelo há milhões de anos, a Terra esteve coberta em gelo. As condições na “Terra Bola de Neve”, como os cientistas referem, tornaram o planeta num lugar completamente diferente.

Naquela época as condições climáticas eram “tão severas que toda a superfície da Terra, de polo a polo, inclusive os oceanos, congelou completamente“, de acordo com Melissa Hage, cientista e ambientalista do Colégio Oxford da Universidade de Emory.

Os cientistas acreditam que há entre 750 milhões e 580 milhões anos, a Terra passou por três ou quatro períodos de glaciação, quando quase toda ou toda a superfície do planeta esteve coberta de gelo, e que cada um deles durou aproximadamente 10 milhões de anos. Os analistas estimam que, durante estes períodos, a temperatura global tenha diminuído em média até -50ºC.

Segundo eles, isto ocorreu, provavelmente, porque todas as massas terrestres do planeta se encontravam no equador ou numa zona próxima, o que desencadeou um processo de meteorização, ou seja, a decomposição de minerais e rochas na superfície da Terra.

Por sua vez, este processo levou à diminuição dos níveis de dióxido de carbono na atmosfera, de tal forma que, sem gases de efeito estufa, o ciclo da água se deteve. Tudo junto acabou causando um arrefecimento global.

“Uma vez que os oceanos polares começaram a congelar, uma maior quantidade de luz solar refletiu-se nas superfícies brancas e o arrefecimento intensificou-se”, comentou.

Os especialistas consideram que os vulcões continuaram a emitir dióxido de carbono para a atmosfera durante os períodos de glaciação, aquecendo o planeta durante o tempo suficiente para que se renovasse o ciclo da água. A temperatura global aumentou e o processo de meteorização seguinte ajudou a controlar os níveis de dióxido de carbono na atmosfera.

Quando a Terra aqueceu e saiu da sua fase de congelação intensa, durante um período de tempo bastante “curto” – aproximadamente 40 milhões de anos – ocorreu a explosão de vida, o surgimento súbito e a rápida diversificação de organismos no início do período Cambriano.

De acordo com Hage, é improvável que, no futuro, a Terra volte ao seu estado de “bola de neve”. “Inclusive com invernos extremos, formar-se-iam placas de gelo continentais, o que deteria a meteorização continental e permitiria que o dióxido de carbono se acumulasse na atmosfera, dando lugar ao aquecimento em vez de uma congelação descontrolada”, rematou a cientista.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Uma decomposição de minerais por os continentes se encontrarem no Equador? A decomposição de minerais leva a menos CO2 na atmosfera?
    O Startrek tem ciência mais credível que este artigo

  2. A cada dia aparece uma nova versão do que teria sido o passado do nosso planeta e todas elas diferentes de maneira que desta forma poucas ou nenhumas serão credíveis e isto mais parece pareceres de bruxaria.

RESPONDER

PJ detém cinco pessoas por esquema fraudulento com tratamentos para a covid-19

Cinco profissionais ligados ao ramo da saúde foram detidos, esta quinta-feira, pela Polícia Judiciária (PJ) numa operação que envolveu buscas a clínicas médicas, residências e empresas e que investiga crimes de corrupção, burla qualificada, falsificação …

Suárez aborda eventual saída de Messi. "Saberá do que precisa"

O futebolista Luis Suárez comentou a possível saída do seu companheiro de equipa Lionel Messi do Barcelona. "Saberá do que precisa", disse o internacional uruguaio, frisando que não consegue ver o astro argentino noutra equipa. …

Mário Centeno nomeado governador do Banco de Portugal

O Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, o nome do ex-ministro das Finanças para o cargo de governador do Banco de Portugal (BdP). A decisão foi revelada, esta quinta-feira, depois do Conselho de Ministros, pela ministra …

Finanças admitem queda de 9% no PIB. Governo prepara-se para rever projeção inicial de 6,9%

O Ministério das Finanças admite a possibilidade de que a queda do PIB se aproxime dos 9%, revelou esta quinta-feira o Jornal de Negócios, adiantando que o Governo se prepara para rever a projeção inicial …

Vacina de Oxford testada em humanos com "resultados promissores"

Os testes clínicos em humanos da potencial vacina contra a covid-19 que a Universidade de Oxford criou tiveram "resultados prometedores" e desencadearam a resposta imunitária que se pretendia. Os testes em humanos, que desde abril envolveram …

Goa decreta novo confinamento, com Índia a rondar um milhão de casos

Depois de ter aberto portas ao turismo, Goa decreta um novo confinamento de três dias. Registaram-se 198 novos casos nas últimas 24 horas, o número mais alto desde o início da pandemia. O estado de Goa, …

Tribunal da Concorrência confirma coima de 75 mil euros a Ricardo Salgado

O Tribunal da Concorrência confirmou, esta quinta-feira, a coima de 75 mil euros aplicada pelo Banco de Portugal a Ricardo Salgado, no caso do financiamento do Grupo Alves Ribeiro (GAR) para compra de ações da …

Mais três mortes e 339 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 339 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da DGS. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos …

Crise entrou em nova fase mas mundo "não está fora de perigo", diz FMI

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse esta quinta-feira que a crise provocada pela pandemia entrou numa nova fase, que exige flexibilidade para assegurar "uma recuperação sustentável e equitativa", alertando que o mundo …

China bane importação de ovelhas portuguesas

As alfândegas chinesas baniram as importações de ovelhas e produtos relacionados de Portugal, alegando um aviso da Organização Mundial de Saúde Animal sobre um surto de paraplexia enzoótica dos ovinos na Guarda. A notícia foi avançada …