Médicos alertam: técnica de tapar a boca com fita-cola para dormir melhor é perigosa

Chama-se “buteyko” e consiste em encontrar formas de respirar melhor pelo nariz, entre as quais fechar a boca enquanto dormimos. A tendência está a gerar um debate entre os médicos, que consideram esta técnica perigosa.

Foi Andien Aisyah, uma famosa cantora da Indonésia, quem fez a estalar a polémica, ao publicar no Instagram uma fotografia na qual aparece com o marido e o filho de dois anos, todos de boca tapada com fita-cola.

Na publicação, a artista revelou aos 1,6 milhões de seguidores que, nos últimos três meses, começou a praticar uma coisa chamada “buteyko”, um método com 70 anos que envolve encontrar formas de respirar melhor pelo nariz, entre as quais fechar a boca enquanto dormimos.

A cantora indonésia explicou que este método a ajuda não só a dormir melhor, como também a impediu de ficar com a garganta seca ou com mau hálito.

De acordo com a BBC, a técnica foi desenvolvida em 1950 pelo médico soviético com o mesmo nome, Konstantin Pavlovich Buteyko (1923-2003). O especialista acreditava que as condições respiratórias, sobretudo a asma, poderiam estar ligadas à forma como respiramos e, portanto, se os pacientes aprendessem a respirar de forma correta – pelo nariz – os problemas desapareceriam.

Quase sete décadas mais tarde, a terapia continua a ser popular e tem praticantes em todo o mundo, que alegam que o “buteyko” combate uma série de doenças, como diabetes, fadiga crónica, transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) e depressão.

Mas talvez a condição com a qual esteja mais associada seja mesmo a apneia do sono. Patrick McKeown, fundador da Clínica Internacional de Buteyko, na Irlanda, diz que “a respiração oral é um grande fator para a apneia obstrutiva do sono”, porque pode empurrar a língua para trás e obstruir as vias aéreas. Tapar a boca com fita, afirma, pode impedir que isso aconteça.

No entanto, a comunidade médica discorda e alerta para os perigos deste método. “Entendo que seja preferível respirar pelo nariz, mas a maioria das pessoas não abre a boca a não ser que esteja com dificuldade de respirar pelo nariz”, diz a otorrinolaringologista Kathleen Yaremchuk, especialista do sono.

Nirmal Kumar, otorrinolaringologista e presidente da organização médica britânica Ear, Nose and Throat UK, que reúne médicos desta especialidade, também concorda e diz que “não há evidências convincentes na literatura médica que apoiem este tratamento”.

Além do facto de tapar a boca com fita-cola ser pouco eficaz, ambos avisam que pode ser também perigoso, já que há a possibilidade de vómito noturno poder levar qualquer um a morrer engasgado. “Se estiver doente e tiver que vomitar, não vai ser capaz de o fazer”, alerta Yaremchuk.

Apesar de ser um defensor deste método, McKeown diz ser totalmente contra o uso da fita-cola quando se trata de crianças pequenas. O fundador da clínica diz ter visto a fotografia de Andien na rede social e diz que isso “não é de forma alguma recomendado, porque existe um perigo significativo de a criança morrer durante o sono“.

“Com crianças pequenas, o uso da fita pode ocorrer talvez a partir dos cinco anos de idade, mas não a colocamos diretamente sobre os lábios”, explica. Numa emergência, a maioria dos adultos provavelmente acorda e consegue arrancar a fita-cola, algo que os mais pequenos não conseguirão fazer com tanta facilidade.

ZAP // BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Descobertas filmagens inéditas de um centro de espionagem da II Guerra Mundial

Foi descoberta uma rara filmagem da instalação militar secreta Bletchley Park, no Reino Unido. Este centro de espionagem atuou durante a II Guerra Mundial e foi responsável por decifrar códigos alemães durante o período nazi. O …

Montezemolo revelou o sonho que Ayrton Senna não cumpriu

O antigo presidente da equipa da Ferrari, Luca di Montezemolo, revelou que o seu maior arrependimento foi não ter conseguido levar Ayrto Senna para a equipa. Em 1994, Ayrton Senna morreu de forma trágica quando perdeu o …

Friends: atores já terminaram as gravações do episódio especial

Ainda antes de os talk shows serem suspensos devido à COVID-19, Matt LeBlanc foi um dos convidados do The Kelly Clarkson Show, onde confirmou que as gravações do episódio especial de FRIENDS estavam concluídas. O programa …

YouTube remove vídeos com teoria da conspiração que liga covid-19 ao 5G

A onda de teorias falsas que ligam a pandemia da COVID-19 ao 5G levou a uma série de incidentes, incluindo ameaças a funcionários de operadoras e ataques a antenas de telecomunicações. Agora, o YouTube está …

Engenheiros construiram um ventilador caseiro. Pode servir como "último recurso"

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, construiu um ventilador caseiro que pode ser usado como último recurso. A pandemia de covid-19 continua a desafiar as comunidades médicas e uma das ameaças …

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …

Belenenses SAD entra parcialmente em lay-off

"A indústria do futebol está entre as mais atingidas pelos efeitos da pandemia", que provocou a suspensão de praticamente todas as provas futebolísticas, destaca o Belenenses SAD. O Belenenses SAD, da I Liga de futebol, entrou …

Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material. Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, …

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …