Sobrinha de George Floyd atingida por disparo enquanto dormia

Michael Reynolds / EPA

Philonise Floyd, irmão de George Floyd

Ataque aconteceu de madrugada e, até ao momento, nem a família nem as autoridades têm explicação para o sucedido.

Arianna Delane, sobrinha de George Floyd, morto por agentes da polícia em maio de 2020, em Mineápolis, foi atingida por um tiro na madrugada de sábado, de acordo com informações veiculadas pela polícia de Houston, ontem à noite. A menina, de apenas quatro anos, estava a dormir quando o ataque — ainda com autoria desconhecida — aconteceu, por volta das 3 horas da manhã, na região Sudoeste do estado do Texas.

Ainda de acordo com fontes policiais, não há qualquer suspeito identificado ou não tese de motivo para o crime. Segundo o jornal Público, o único facto confirmado relativo ao ataque tem que ver com o disparo de várias balas em direção ao apartamento. Para além de Arianna, estavam também mais quatro adultos e uma criança na residência.

A imprensa internacional faz referência a ferimentos na zona do tronco, com danos num pulmão, no fígado e em três costelas. Depois do ataque, a criança foi submetida a uma operação cirúrgica, encontrando-se atualmente em estado estável.

De acordo com a ABC 13 Houston, o pai de Arianna assistiu a todo o episódio, ficando em “choque” quando esta “saltou” e disse algo como “Papá, fui atingida”. “Até ver o sangue aí percebi que a minha filha de quatro anos tinha sido mesmo atingida”, descreveu Derrick Delane, pai da criança. “Porque é que a minha casa foi atacada? A minha filha não sabe. Eu não lhe consigo explicar. Como pai, é suposto protegermos os nossos filhos, continuou, citado pelo Público.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.