Seca extrema coloca 40% dos norte-coreanos em risco de fome. É a pior crise do género em 37 anos

Rodong Sinmun / YONHAP / EPA

A pior seca das últimas quatro décadas ameaça levar a Coreia do Norte a uma crise alimentar. A falta de chuva e o seu impacto negativo na produção fazem a Cruz Vermelha e as Nações Unidas antever que dez milhões de pessoas – 40% da população – fiquem numa situação de “necessidade urgente de comida e assistência”, especialmente crianças, idosos quem já sofre de desnutrição.

De acordo com um artigo do Público, divulgado na quinta-feira, a imprensa do regime confirmou, no dia anterior, níveis mínimos de precipitação e assegurou “medidas revolucionárias de prevenção dos danos” causados pela seca.

A agência noticiosa estatal anunciou ter registado, nos primeiros cinco meses do ano, uma redução da precipitação em mais de 42% da média dos anos anteriores. Um recorde negativo que não se verificava desde 1982 e que pode vir a ser agravado, uma vez que os serviços de meteorologia não prevêem chuvas fortes até ao final do mês.

O New York Times escreveu que preço do arroz e do milho mantém-se estável na Coreia do Norte e que, por enquanto, ainda não há relatos de casos de “fome em massa”. A ONU afirmou, no entanto, em comunicado, que o Governo de Kim Jong-un já está a reduzir as rações diárias de comida e que a situação vai agravar-se entre junho e setembro, “se não forem tomadas ações humanitárias adequadas e urgentes” no imediato.

O jornal norte-americano referiu que a Coreia do Sul está a considerar o fornecimento de ajuda humanitária e que o Japão só admite fazê-lo mediante sinais do regime de abdicar do seu programa de desenvolvimento nuclear.

A Cruz Vermelha está a angariar fundos para a instalação de bombas de água no país e alerta para o facto de a produção alimentar já estar em queda, pelo menos desde 2017 – regista uma diminuição de 12%, em 2018, em relação ao ano anterior. Mostrou ainda preocupação com a situação dos menores que já sofrem com fome no dia-a-dia.

“Estamos particularmente preocupados com o impacto que esta seca precoce vai ter nas crianças e nos adultos que já lutam pela sobrevivência. Antes da seca já se verifica que uma em cada cinco crianças, com menos de cinco anos, sofre de raquitismo por causa de má alimentação”, referiu o responsável pela delegação da Cruz Vermelha na Coreia do Norte, Mohamed Babiker, citado pelo Guardian.

 

O território norte-coreano já tinha sido afetado por graves secas em 2015 e 2017 que atingiram seriamente as suas colheitas de arroz, milho, soja e batata. Na altura, como em ocasiões anteriores, o regime comunista responsabilizou a ONU e os Estados Unidos pelos prejuízos, muito por culpa das sanções que lhe foram impostas, na sequência da realização de ensaios balísticos e nucleares.

A pior crise alimentar das últimas décadas na Coreia do Norte ocorreu entre meados dos anos 90 e início do século 21, na ressaca da implosão da União Soviética e entre períodos de graves cheias e seca severas. O número total de mortos nunca foi oficializado, mas as estimativas apontam para mais de dois milhões.

TP, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

200 milhões de euros. Mais de seis mil investidores compraram obrigações da TAP

Mais de seis mil investidores subscreveram as obrigações da TAP, uma operação no valor de 200 milhões de euros, em que a procura superou a oferta em 1,55 vezes. No segmento geral a procura atingiu 162,5 …

Piloto do avião desaparecido da Malaysia Airlines terá cortado o oxigénio

Já lá vão mais de cinco anos desde o desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airlines, que continua um mistério até hoje. Agora, acredita-se que o piloto terá cortado o oxigénio no avião. A noite de …

Sergio Moro diz que sai do Governo caso se provem irregularidades

O ministro da Justiça brasileiro reiterou a sua inocência no Senado, esta quarta-feira, mas afirmou que deixa o cargo caso se provem irregularidades nas mensagens trocadas com procuradores da Operação Lava Jato. "Estou absolutamente convicto das …

Nuvens brilhantes invadiram o céu de Espanha. Foi um "espetáculo quase inédito"

Este fim de semana, as nuvens noctilucentes (que em latim significa “brilho noturno”) ou nuvens mesosféricas polares foram vistas em Espanha. Surgem antes do amanhecer ou depois do pôr do sol, a sua cor varia normalmente …

Luís Enrique deixa comando da seleção espanhola (e já tem substituto)

Luis Enrique foi obrigado a abandonar o cargo de selecionador espanhol devido a um problema familiar que se arrasta desde março. “As razões que me impediram, desde março, de exercer normalmente as minhas funções de treinador …

Urso polar localizado em cidade russa longe do habitat natural

Um urso polar emagrecido foi visto numa cidade industrial da Sibéria, afastado para sul dos seus territórios de caça. As entidades de emergência da cidade de Norilsk, no Ártico Russo, alertaram na terça-feira os residentes locais …

Teixeira dos Santos não se arrepende de ter nomeado Vara e Santos Ferreira

O ex-ministro das Finanças disse, esta quarta-feira, no Parlamento que não tem "razões para se arrepender" de ter nomeado Armando Vara e Carlos Santos Ferreira para a administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD). "Até este …

Rio disponível para acordo com PS na Lei de Bases da Saúde

O presidente do PSD considera haver margem para um acordo com o PS para uma nova Lei de Bases da Saúde, estando os sociais-democratas a identificar as propostas que considera essenciais, nas quais inclui as …

Boris Johnson soma e segue. Rory Stewart eliminado

O ministro para o Desenvolvimento Internacional, foi eliminado, esta quarta-feira, da eleição interna para a sucessão de Theresa May no partido conservador e para assumir o cargo de primeiro-ministro britânico, restando assim quatro dos dez …

Homem detido por suspeitas de envolvimento na morte de Emiliano Sala

Um homem de 64 anos, de North Yorkshire, no Reino Unido, foi detido esta quarta-feira por alegado envolvimento na morte do futebolista Emiliano Sala. A polícia de Dorset anunciou, esta tarde, a detenção de um homem …