Ryan Mason sobre a lesão que pôs um fim à sua carreira: “Foi como uma bomba”

(cv)

Ryan Mason retirou-se do futebol após uma grave lesão na cabeça durante uma partida. O jogador recorda o momento em que aconteceu e como foi perceber que não voltaria a pisar os relvados.

Decorria o minuto 13 do jogo entre Chelsea e Hull City quando, na sequência de um canto, Gary Cahill e Ryan Mason chocam cabeças nas alturas. Os dois caem em dor, mas um deles sofreu mais as consequências do embate. O jovem, que era treinado na altura pelo português Marco Silva, não conseguiu recuperar e teve mesmo de sair de maca do campo.

O jogador foi encaminhado de imediato para o hospital e foi submetido a uma intervenção cirúrgica depois dos exames terem detetado uma fratura craniana e um derrame cerebral. Num texto publicado pela revista FourFourTwo, o inglês relembra, em primeira pessoa, o incidente.



“Eles ganharam um canto. A bola chegou, eu saltei para afastá-la e, de repente, senti uma  força a quebrar o meu crânio. Foi a pior dor imaginável”, recorda o ex-futebolista, agora com 29 anos.

“As pessoas presumem que não me lembro, mas eu lembro-me. Lembro-me do médico a correr, da dor imensa, de passar por todas as típicas verificações após qualquer lesão na cabeça. O teu corpo entra num estado natural de pânico e autopreservação quando te magoas gravemente – ele sabe quando há algo de muito errado. A dor era insuportável; foi como uma bomba a explodir na minha cabeça, em cheio na têmpora”, acrescenta.

O antigo jogador do Tottenham cumpria a sua primeira época ao serviço do Hull, tendo marcado até à altura dois golos em 20 jogos. Mason procurava recuperar a forma que o tinha levado à Seleção inglesa, onde somou uma única internacionalização.

Apenas uma hora depois de se ter lesionado, Mason já estava a ser operado no hospital. Quando acordou da cirurgia, lembra-se que o mínimo barulho era intolerável.

https://twitter.com/RyanMason/status/947509982706196480

“Estava tudo um bocado desfocado. Lembro-me de sentir muita dor. Havia tanto barulho que eles tiveram de me mudar para uma sala privada – eu não aguentava. Tive que ficar em completo silêncio porque qualquer pequeno barulho era demasiado. Até enfermeiras a sussurrar nos corredores pareciam gritar diretamente no meu ouvido”, escreve Mason.

Só seis meses depois da operação é que os médicos decidiram contar-lhe ao certo a sua situação. “Não me queriam sobrecarregar”, explica o inglês.

“No total, tenho 14 placas de metal no meu crânio, com 28 parafusos a segurá-las no lugar. Tinha ainda 45 agrafos e uma cicatriz de 15 centímetros na minha cabeça. Tirar os agrafos definitivamente não foi agradável”, salienta Mason.

No final de maio, quase cinco meses depois, pensou em voltar aos relvados. Passou duas semanas em Portugal, em junho, e trabalhou com dois fisioterapeutas do Hull. “Aquela pausa realmente deu-me a convicção de que eu poderia voltar”, relembra.

https://twitter.com/RyanMason/status/877895902861676544

Mais tarde, quando fez um TAC, os neurocirurgiões explicaram os riscos que envolvia o seu regresso aos relvados. Os especialistas explicaram que num curto espaço de tempo, conforme voltasse a cabecear bolas de futebol, poderia ganhar demência ou epilepsia. Foi então que Ryan Mason percebeu que não voltaria aos relvados.

“O futebol é algo que ainda adoro e, felizmente, estou em forma para dar um pontapé ou outro. Infelizmente, não era seguro voltar a jogar profissionalmente. Definitivamente acho que teria conquistado muito – certamente acho que teria conquistado mais internacionalizações pela Inglaterra”, lamenta.

Daniel Costa Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Espanha 0-0 Portugal | Ensaio a fazer lembrar 2016

Portugal foi a Madrid retribuir a visita de Espanha a Lisboa, no passado mês de Outubro, em jogo de preparação para o EURO’2020… e também retribuiu o resultado. Tal como no anterior duelo ibérico, as duas …

Dez mil voluntários desistiram antes do início dos Jogos Olímpicos de Tóquio

Cerca de 10.000 dos 80.000 voluntários para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 desistiram, revelaram os organizadores, faltando apenas 50 dias para a cerimónia de abertura. A ministra dos Jogos Olímpicos japonesa, Seiko Hashimoto, descartou um …

"A Mona Lisa de Hekking". Cópia do quadro de Da Vinci vai a leilão por uma pequena fortuna

A Mona Lisa de Hekking, provavelmente a cópia mais famosa da obra de Leonardo da Vinci vai a leilão por cerca de 200 mil a 300 mil euros. A Mona Lisa, em exposição no Louvre, em …

China suspende desportos radicais após a tragédia da maratona de Gansu

A China suspendeu indefinidamente os eventos de desportos radicais, incluindo maratonas, corridas em trilha e 'wingsuit', em resposta à morte dos 21 atletas de que competiam numa prova de longa distância na província de Gansu, …

Cristina Rodrigues: "Ninguém acredita que o André Silva vai sair porque foi pai"

A deputada não-inscrita Cristina Rodrigues alega que há instabilidade dentro do PAN e diz que "ninguém acredita que o André Silva vai sair porque foi pai". O deputado e porta-voz do PAN fez, na semana passada, …

Facebook suspende conta de Donald Trump até 2023

O Facebook anunciou esta sexta-feira que suspendeu a conta do ex-Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, por mais dois anos, até 2023. "Dada a gravidade das circunstâncias que levaram à suspensão das contas de Trump, acreditamos …

Governo pede "tranquilidade" e "serenidade" sobre mutação de variante com origem na Índia

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, pediu hoje "tranquilidade" e "serenidade" sobre os riscos associados a uma mutação da variante do coronavírus SARS-CoV-2 que teve origem na Índia. “A questão da …

Reator nuclear de Bill Gates e Warren Buffett vai custar mais de 800 milhões de euros

A TerraPower de Gates e a PacifiCorp de Buffett vão juntar forças para desenvolver um reator nuclear que dizem ter tecnologia mais avançada e limpa que a energia nuclear tradicional. O projeto, intitulado Natrium, deverá ser …

Mariana Vieira da Silva assume "erros sobre a bolha" da Champions no Porto

A ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, assumiu "totalmente erros de comunicação sobre a bolha" da Liga dos Campeões no Porto. "As pessoas que vierem à final da Liga dos Campeões virão e regressarão no …

Sérgio Conceição volta a ser castigado: suspensão de 30 dias e multa de 10.200 euros

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, foi hoje suspenso por 30 dias, por ofensas ao árbitro Artur Soares Dias no intervalo da final da Taça de Portugal de futebol da temporada passada. De acordo com …