Investigadores oferecem recompensa a quem decifrar uma misteriosa carta de Charles Dickens

5

A Carta de Tavistock, de Charles Dickens

A Carta de Tavistock é um dos manuscritos do britânico Charles Dickens, escrito numa versão modificada da braquigrafia, um sistema de taquigrafia desenvolvido no século XVIII.

Braquigrafia baseia-se na técnica de escrever por abreviaturas. A Carta de Tavistock faz uso deste método, desenvolvido no século XVIII, e é um verdadeiro enigma para os investigadores.

É um pouco como jogar Scrabble na sua cabeça. Dickens gostava claramente de jogos de palavras e puzzles“, disse Hugo Bowles, professor de inglês na Universidade de Foggia, ao The Times.

Os investigadores têm tentado decifrar o sistema de taquigrafia de Charles Dickens, mas a caligrafia do escritor complicou essa missão.

Recentemente, uma equipa da Universidade de Foggia, na Itália, e outra da Universidade de Leicester, no Reino Unido, decidiram oferecer uma recompensa de cerca de 350 euros para quem conseguir desvendar todos os segredos escondidos na Carta de Tavistock.

A oferta parece atrativa, mas para ser bem sucedida é preciso ser exímio na descodificação desta missiva. Segundo o La Vanguardia, os investigadores já tentaram várias técnicas, mas falharam. 

Charles Dickens foi um dos escritores mais importantes do século XIX e o expoente máximo do romance realista do século XIX em Inglaterra.

Obras como Oliver Twist, A Christmas Carol e David Copperfield ficaram na história e Dickens tornou-se um clássico da literatura, ainda com muitos mistérios por resolver.

  ZAP //

5 Comments

  1. Eh pá, por 350 euros vou parar tudo e dedicar-me a isto.
    Olha, já está, diz “congratulations, you have proved to outsmart a monkey.”

  2. Parece estenografia – escrita com base em sons – que em Porugal há 50anos ainda era lecionada. Não há quem saiba em Inglês?

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.