Constante de Hubble recalculada. E o mistério da expansão do Universo adensa-se

Uma equipa de cientistas da Universidade de Chicago, nos EUA, voltou a medir a constante de Hubble, usada para medir a taxa de expansão do Universo.

O novo estudo, liderado pela especialista Wendy Freedman e cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica especializada Astrophysical Journal, colocou a constante um pouco a baixo dos 70 quilómetros por segundo por megaparsec (km/s/Mpc) em vez dos 73 e 67 km/s/Mpc apontados por estudos anteriores.

Até então, o parâmetro utilizado para calcular a constante tinha por base estrelas pulsantes Cefeidas e a radiação de fundo de microondas. Desta vez, a equipa de cientistas norte-americano obteve o novo valor a partir de observações das “gigantes vermelhas”, um tipo de estrela semelhante ao Sol na fase final da sua vida. A perda da luminosidade destes astros é visível e pode ser usada para medir a distância.

“O princípio é simples, imagine que está perto de um poste de luz que conhece a três metros de distância; em intervalos regulares, na rua, pode ver luzes que gradualmente desaparecem quando se afastam”, explicou a líder da investigação citada em comunicado.

Ao determinar a distância entre várias gigantes vermelhas e a Terra, os astrónomos avaliaram a velocidade com que estas se afastam do nosso planeta através do efeito conhecido como redshift. O fenómeno consiste em aumentar o comprimento aparente das ondas de luz emitidas por um objeto que a afastar-se do observador.

De acordo com os cientistas, os novos valores devem estar mais perto da constante de Hubble do que os valores obtidos noutras observações. “O método das gigantes vermelhas é independente do [método] das Cefeidas e é incrivelmente preciso”, acrescentou por sua vez Taylor Hoyt, outro dos cientistas envolvidos no estudo.

A constante de Hubble, recorda Freedman noutra nota de imprensa da NASA, é um dos parâmetros mais importantes para o estudo do- Universo. “É o parâmetro cosmológico que estabelece a escala absoluta, o tamanho e a idade do Universo. Está é uma das formas mais diretas que temos para quantificar como o Cosmos evolui”, acrescentou.

Tal como recorda a NASA, o valor agora apontado pela nova investigação vem adensar – uma vez mais – o mistério sobre a expansão do Universo. Os cientistas vão continuar a investigar e apontar valores para a taxa de “crescimento” do Cosmos.

ZAP //

 

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

    • As Gigantes Vermelhas são o início da fase final de todas as estrelas, que ainda passarão pelo Ramo Horizontal, e pelo Ramo Assimptótico das Gigantes. No fim, dependendo da massa, assim se tornarão em Anãs Brabcas, Estrelas de Neutrões ou Buracos Negros.

RESPONDER

Físicos já conseguem espreitar o gato de Schrödinger sem o matar

Pode haver uma forma de espreitar o gato de Schrödinger - a famosa experiência mental baseada em felinos que descreve o comportamento misterioso das partículas subatómicas - sem matar permanentemente o animal hipotético. O gato de …

Acesso à Internet deve ser considerado direito humano básico

Uma nova investigação, levada a cabo pela Universidade de Birmingham, no Reino Unido, concluiu que acesso à Internet deve ser um direito humano básico, pois significa a capacidade participar na vida pública. Merten Reglitz, professor de …

Fórmula 1 quer atingir emissões zero de CO2 até 2030

A Fórmula 1 pretende reduzir a zero as emissões de CO2 até 2030, com base num plano que pretende “pôr em marcha de imediato”, anunciou esta terça-feira a Federação Internacional do Automóvel (FIA). O plano divulgado …

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …